BREAKING NEWS

segunda-feira, 23 de março de 2009


Estávamos precisando de uma ferramenta de análise de crédito, pois nesses tempos de crise o volume da inadimplência e dos golpes aumenta consideravelmente. Mas para fazer isso, o empresário terá que aumentar seu custo fixo, pois as empresas que disponibilizam esses serviços de análises cobram mensalidade. Para algumas empresas esse valor mensal não atrapalha, mas para outras sim!

Como tentamos sempre reduzir nossos custos ao máximo e não temos a necessidade de fazermos análises diárias, buscamos uma solução para fazermos essas consultas eventualmente... e não é que achamos!!

Procurando pela Web, achamos no site do CDL, diversas ferramentas para análise de crédito, para que uma empresa possa fazer suas vendas com mais segurança, diminuindo o risco de não receber.

Se você ou sua empresa tem a mesma necessidade, basta clicar AQUI para conhecer essa ferramenta do CDL (CDL Consulta).

Abraços!

quarta-feira, 18 de março de 2009


Tento ser educado em todos os lugares e com todo o tipo de pessoas, mas hoje vim trabalhar pensando se realmente ganhamos algo sendo assim, pois creio que há lugares onde o educado só sai perdendo.

Exemplo prático:
Hoje estava vindo para o trabalho em minha prática e econômica Honda Biz e decidi abastecer, pois já estava entrando na reserva. Escolhi o posto mais barato, que estava muito cheio, mas com muita calma, me aproximei da bomba e esperei.
O carro que estava em minha frente saiu e posicionei a moto para abastecer, levantando o banco e tirando a tampa do tanque (gentileza pro frentista). Daí ele foi atender uma kombi que realmente tinha chegado antes de mim e eu continuei esperando. De repente vi um punhado de motos se aproximando, todas da mesma empresa, mas mantive a calma e só fiz "cara de mau". Então quando o frentista voltou, já foi logo abastecendo uma das motos que havia se posicionado do outro lado da bomba. Eu e um dos motoqueiros ainda tentamos avisá-lo, mas foi em vão, pois ele já havia começado a abastecer. Ainda mantive a calma e me aproximei dele pra avisá-lo de que eu estava ali, então o bichim falou que eu teria que procurar outra bomba, pois ele teria que fazer o abastecimento de todas as motos daquela empresa primeiro, pra cobrar junto!!!

Imaginem o Michael Douglas no filme Um Dia de Fúria... agora imaginem esse mesmo personagem, com 1,90m de altura, praticante de artes marciais há mais de 18 anos e prestes a se casar!!!!

Conseguiram imaginar!?! Pois esse era eu naquele momento! Em uma fração de segundos pensei em diversos "fatalities" diferentes para aniquilar aquele frentista, realmente quis matá-lo!
Mas como sou educado, olhei pra ele com minha incrível e assustadora "cara de mau", fechei o tanque da Biz, pedalei pra ligá-la e fui embora!

Fui embora muuuuuuuuuuuuuito puto! Frentista motherfucker!!!!

Depois desse episódio, estou revendo minhas posições diante de situações como essa.

Abraços!

sábado, 14 de março de 2009


Vi esse texto na internet e achei tão engraçado e realista, que fiz questão de colocar aqui...

Qualquer semelhança não é mera coincidência!
Segundo a visão masculina, dividiu-se a TPM em 4 fases principais:

Fase 1 – A Fase Meiguinha

Tudo começa quando a mulher começa a ficar dengosa, grudentinha.
Bom sinal? Talvez, se não fosse mais do que o normal.
Ela te abraça do nada, fala com aquela vozinha de criança e com todas as palavras no diminutivo.
A fase começa chegar ao fim quando ela diz que está com uma vontade absurda de comer chocolate.
O que se segue, é uma mudança sutil desse comportamento, aparentemente inofensivo, para um temperamento um pouco mais depressivo.

Fase 2 – A Fase Sensível

Ela passa a se emocionar com qualquer coisa, desde uma pequena rachadura em forma de gatinho no azulejo em frente à privada, até uma reprise de um documentário sobre a vida e a morte trágica de Lady Di.

Esse estágio atinge um nível crítico com uma pergunta que assombra todos os homens, desde os inexperientes até os mais escolados como o meu pai

– Você acha que eu estou gorda?
Notem que não é uma simples pergunta retórica.
Reparem na entonação, na escolha das palavras.
O uso simples do verbo "estou" ao invés da combinação "estou ficando", torna o efeito da pergunta muito mais explosiva do que possamos imaginar.
E essa pergunta, meus amigos, é só o começo da pior fase da TPM.
Essa pergunta é a linha divisória entre essa fase sensível da mulher para uma fase mais irascível.

Fase 3 – A Fase Explosiva

Meus amigos, essa é a fase mais perigosa da TPM.
Há relatos de mulheres que cometeram verdadeiros genocídios nessa fase.
Desconfio até que várias limpezas étnicas tenham sido comandadas por mulheres na TPM.
Exagero à parte, realmente essa é a pior fase do ciclo tepeêmico.
Você chega na casa dela, ela está de pijama, pantufas e descabelada.
A cara não é das melhores quando ela te dá um beijo bem rápido, e seco.
Depois de alguns minutos de silêncio total da parte dela, você percebe que ela está assistindo aquele canal japonês que nem ela nem você sabem o nome.
Parece ser uma novela ambientada na era feudal.
Sem legendas...
Então, meio sem graça, sem saber se fez alguma coisa errada, você faz aquela famosa pergunta: "Tá tudo bem?"
A resposta é um simples e seca: "Tá", sem olhar na sua cara.
Não satisfeito, você emenda um "Tem certeza?", que é respondido mais friamente com um rosnado baixo e cavernoso "teeeenhooo.".
Aí, como somos legais e percebemos que ela não tá muito a fim de papo, deixamos quieto e passamos a tentar acompanhar o que Tanaka
está tramando para tentar tirar Kazuke de Joshiro, o galã da novela que...
– Porra, viu!? – ela rosna de repente.
– Que foi?

A Fase Explosiva acaba de atingir o seu ápice com essa pergunta.
Sem querer, acabamos de puxar o gatilho.
O que se segue são esporros do tipo:

– Você não liga pra mim! Tá vendo que eu to aqui quase chorando e você nem pergunta o que eu tenho!Mas claro! Você só sabe falar de você mesmo! Ah, o seu dia foi uma merda? O meu também! E nem por isso eu fico aqui me lamuriando com você! E pára de me olhar com essa cara! Essa que você faz, e você sabe que me irrita! Você não sabe! Aquele vestido que você me deu ficou apertado! Aaaai, eu fico looooouca quando essas coisas me acontecem! Você também, não quis ir comigo no shopping trocar essa porcaria! O pior de tudo é que hoje, quando estava indo para o trabalho, um motoqueiro mexeu comigo e você não fez nada! Pra que serve esse seu Jiu Jitsu? Ah, você não estava comigo? Por que não estava comigo na hora? Tava com alguma vagabunda? Aquela sua colega de trabalho, só pode ser ela. E nem pra me trazer um chocolate! Cala sua boca! Sua voz me irrita! Aliás, vai embora antes que eu faça alguma besteira. Some da minha frente!

Desnorteado, você pede o pinico e sai.
Tenta dar um beijinho de boa noite e quase leva uma mordida.

Fase 4 – A Fase da Cólica

No dia seguinte o telefone toca.
É ela, com uma voz chorosa, dizendo que está com uma cólica absurda, de não conseguir nem andar.
Você vai à casa dela e ela te recebe dócil, super amável.
Faz uma cara de coitada, como se nada tivesse acontecido na noite anterior, e te pede pra ir à farmácia comprar um Atroveran, Ponstan ou Buscopan pra acabar com a dor dela.
Você sai pra comprar o remédio meio aliviado, meio desconfiado.

"O que aconteceu?", você se pergunta.
"Tudo bem". Você pensa. "Acho que ela se livrou do encosto".
Pronto! A paz reina novamente.
A cólica dobra (literalmente) a fera e vocês voltam a ser um casal feliz.
Pelo menos até daqui a 20 dias...

quinta-feira, 12 de março de 2009


Robert Kiyosaki já disse que a contabilidade de sua empresa, mesmo que terceirizada, faz parte de sua equipe e por isso precisa ser boa, pois é um dos pilares de seu negócio.

Quando cheguei a essa empresa, pagávamos meio salário mínimo à nossa contabilidade. É muito pouco! E muitos fazem isso, pensando que são espertos! Saibam que uma hora vocês pagarão a diferença.

O assunto que abordei no post anterior, teve como causa a irresponsabilidade de minha antiga contadora e a lerdeza da Receita Estadual.
Mas talvez nada disso teria acontecido, se tivesse pagado bem por bons contadores.
Em minha recente opinião, contadores que cobram honorários de meio salário mínimo, são competentes para fazer no máximo, sua declaração de imposto de renda de pessoa física e mesmo assim podem haver erros.
Que me desculpe a classe, mas foi bem difícil achar contadores realmente competentes.

Portanto, procurem bons escritórios de contabilidade para fazerem parte de sua equipe, pois como disse, esse é um dos pilares de seu negócio! Não seja muquirana, pague bem a quem realmente sabe zelar por seu negócio e ainda opinar estrategicamente sobre o mesmo!

Minha dica:
Para qualquer membro da equipe (inclusive a contabilidade), pergunto se é possível eu colocar em prática algumas de minhas idéias mirabolantes. Se me respondem de forma negativa dizendo que é impossível, ou que não dá, não servem para trabalhar comigo. Agora se responderem que até onde sabem não é possível, mas que pesquisarão mais e voltaram com uma resposta o mais rápido possível, já estarão de acordo com minha filosofia.

Não sei se entenderam, mas qualquer dúvida, basta gritar!

quarta-feira, 11 de março de 2009


Mais uma vez venho dar uma dica, para não sofrerem como eu.
Acho incrível o quanto a Receita Estadual do estado de Minas Gerais é horrível! Me deixaram 2 semanas sem Notas Fiscais e sem informações sobre a causa do atraso na liberação das mesmas.
Fizemos nosso pedido normalmente, com antecedência e a partir daí consultávamos o sistema da Receita e sempre constava a informação: Em análise.
Até aí tudo bem, mas o problema é que isso perdurou por dias e depois, semanas!
O resultado foique fiquei duas semanas e meia sem poder vender, para no fim das contas a Receita me informar que haviam débitos de 2007 pendentes e que só liberariam as notas fiscais depois que apresentássemos os comprovantes desses débitos. (What a hell!!!!!)!!!!

Agora eu lhes pergunto... precisavam me deixar quase 3 semanas sem vender, para me darem essa informação?

Perdi algumas dezenas de milhares, por causa de duzentos e poucos reais!!!! PQP!!! Sem contar o prejuízo em nosso marketing.
É vivendo e aprendendo!

E dizem que o Brasil quer diminuir a sonegação fiscal... ah mas vai sim... no dia de São Nunca!!!

Como um órgão dessa competência me dá uma dessas!?!
Assim que é bom! Quanto maior o desafio, maior a glória!

sexta-feira, 6 de março de 2009


A grande maioria dos "gurus" dos investimentos explicam detalhada e exaustivamente sobre a Margem de Segurança.
Minha filosofia de investimento até hoje foi: Arrisque-se enquanto há tempo e seu patrimônio seja fácil de ser recuperado!
Assim eu fiz e por isso consegui rendimentos extraordinários. Poderia continuar assim por algum tempo, pois me arriscava mais na área do empreendedorismo, onde se alguma coisa desse errado, eu mesmo poderia consertar, ou já teria minha rota de fuga traçada.
O meu erro veio da confiança exarcebada em minha filosofia.

Em meados de 2008, vi uma boa oportunidade de negócios, para auferir ganhos sem ter que fazer quase nada. Pra completar, o negócio seria feito com um amigo de infância, onde o mesmo realizaria seu sonho! Nada melhor que juntar ganhos financeiros com realizações de uma pessoa que você gosta, certo?
ERRADO!!!

O negócio teve que começar alavancado, mas em minhas análises de mercado, vi que teríamos, facilmente, um fluxo de caixa positivo. O problema é que todo o endividamento do negócio estava em meu nome!!! BURRRRRRROOOOOOOOOOO!!! (...Como eu estou aprendendo com isso!)
Meu amigo comandaria o negócio com seus vários contatos e conhecimento do negócio em si, enquanto isso eu cuidaria do caixa.

Nos primeiros meses fiquei surpreso em ver que o negócio era melhor do que eu pensava. Tudo rodava direitinho. Mas depois de um tempo, começou a ir de mal a pior! Não entrava dinheiro, ligava para meu amigo e o mesmo estava em casa, pois reclamava de alguns clientes, valores, mercado e etc, ou seja, o bichinho é sistemático!
As dívidas começaram a vencer e fui obrigado a usar de minhas reservas para honrar os compromissos, isso ao mesmo tempo em que estava gastando alguns milhares com meu casamento.
Resultado: Estou devendo meu banco e ainda prestes a sujar meu nome por causa das dívidas do negócio!

Qual foi meu erro?
Prestei atenção apenas no que podia ganhar e hora nenhuma passou pela minha cabeça uma margem de segurança, ou um plano de fuga.
Não há margem de segurança alguma, pois tudo está em eu nome e esse mesmo "tudo" depende de outra pessoa, que é sistemática, orgulhosa e já tem o nome sujo!
Não tem plano de fuga também, pois pra sair, tenho que me sujar, ou então conseguir vender tudo num curto espaço de tempo em meio a crise.
Resumindo, foi como fazer uma venda à descoberto, sem ter como desfazer a posição.

Não misturo negócios e amizades, mas não tem como manter a mesma cara com o amigo depois dessa. Pois já vi o cara fechar vários negócios e jamais vi a receita desses mesmos negócios. Não sou de desconfiar, prefiro confiar, mas sei que quanto mais dinheiro gira na mão de gente sem esperança financeira, maior o risco do lado negro dessa pessoa aparecer.

Mas voltemos ao assunto...
Sempre tenham uma Margem de Segurança e um bom Plano de Fuga.
Para um entendimento bem básico sobre margem de segurança, segue um exemplo:

"Comprei um chapéu, em liquidação que estava em promoção nas Lojas Fulaninha. Paguei R$70 por ele. Antes de entrar em liquidação, custava $130. Fazendo essa compra eu estava economizando $60. Podemos pensar nesses $60 como sendo a minha margem de segurança."



Pois bem, foi difícil, mas vesti a manta da humildade e vim aqui assumir meu erro, aliás meu maior erro desde que comecei a estudar dinheirologia. Espero que sirva de lição para outros guerreiros e para que um dia eu possa ler e lembrar que esse passo errado me gerou muita grana depois, devido ao aprendizado.

Se até o Buffet errou feio, porque eu não erraria?! hehehe

quinta-feira, 5 de março de 2009


Sou corredor de rua e corro porque gosto de superar meus próprios limites, assim como a grande maioria que corre. Além dos treinos, existem diversas corridas, onde vemos o quanto progredimos e ganhamos uma medalhinha de finisher, para guardarmos como lembrança de nossa superação.
De um tempo pra cá, as corridas de rua viraram moda e com isso empresas que organizam esses eventos, começaram a crescer e se sustentarem em cima da moda. Nós, corredores, ajudamos nesse modismo, pois sempre queremos participar das corridas que têm as melhores campanhas de marketing.

Hoje as corridas de rua movimentam uma bola de neve cheinha de dinheiro. São eventos, academias, personals, revistas, websites, material esportivo e até programas de tv. Tudo isso movido pelo amor, suor, dinheiro e necessidade do corredor de "estar na moda". Hora bolas... eu mesmo tenho meus tênis (caríssimos) de corrida, minhas super-camisas Adidas, meu frequencímetro com GPS e claro, meus shorts de baitola das melhores marcas. hehehehe

Em meio a toda empolgação de superar seus limites, amar levantar cedo pra correr e disputar as corridas da moda, bastou um cutucão, para que eu visse a podridão e lavagem cerebral a qual me submeti!
Enfim, tentei fazer minha inscrição na segunda-feira (02/03), faltando mais de um mês para o evento "Circuito das Estações Adidas - Outono" e não consegui.
Apareceu a mensagem: "Modalidade Fechada". Claro que pensei que as inscrições estivessem encerradas, mas fiquei na dúvida por causa do termo usado e pensei que pudesse ser algum bug do sistema deles. Seriam bem mais claro se colocassem: "INSCRIÇÕES ENCERRADAS!"
Daí tentei entrar em contato com a organização por meio de emails e telefonemas, que foi quase um parto para obter, mas não obtive resposta alguma, os telefonemas (Interurbanos) sequer foram atendidos.

Concluí então que há pouco tempo as corridas me atraíram por ser um esporte livre e ao mesmo tempo bem organizado, porém como qualquer outro esporte,quanto mais se populariza, mais sua organização apodrece.

Pagamos de 40,00 a 100,00 para participarmos de um evento apenas pelo prazer de correr (a maioria) e o mínimo que a organização desses eventos teria que fazer com seus clientes, seria disponibilizar canais de contato com os mesmos, afinal, somos clientes!
Minha principal empresa é pequena, mas possue vários telefones de contato e se nos mandar um email, este será respondido no máximo, nas próximas 12 horas.

Por quê diabos então eu estou pagando um valor, antecipadamente, para uma empresa que não conheço e não possue nenhum canal de comunicação com seus clientes!?!? Isso é muita burrice junta!!!

Inteligente é quem abre um negócio desses! Tenho muito o que aprender ainda!
Me assusta ainda, que empresas tão grandes como a Adidas, deixem essas empresas organizadoras usarem suas marcas sem acompanharem de perto o que essas organizações estão fazendo. É a mesma coisa da COCA COLA deixar que eu coloque o nome de um biscoito de BISCOITO DA COCA COLA!!!

Bem vou parar por aqui, mas fica o alerta: Tenham um, ou mais canais de relacionamento com seus clientes, pois isso não é bônus, é OBRIGAÇÃO!