BREAKING NEWS

quinta-feira, 30 de julho de 2009


Legal ver como esse espaço cresceu né!? Poxa, tenho o maior xodó com esse Blog.
Já fiquei sabendo que ajudei muitas pessoas por ele também. Gosto desse Blog porque ensina a lidar com dinheiro de uma forma mais prática, pelo menos bem menos teórica que a maioria dos Blogs sobre o tema. É legal ver também essa mistura de Blog sério, Blog totalmente pessoal e Blog formador de opinião.
Eu mesmo começo a rir dos meus textos de vez em quando.
Me dedico ao Blog por hobby e não por obrigação e não espero nada mais dele, do que meus pensamentos e conhecimento "fincados" em algum lugar.
Mas talvez por ser tão diferente, ele foi crescendo e consequentemente apareceu nos mecanismos de buscas.
Isso foi bom e ruim.

Foi bom porque muito mais pessoas passam por aqui. Nos três últimos meses tivemos o mesmo número de visitas dos primeiros 15 meses juntos!!!
Mas também foi ruim pois no início a intenção era me manter totalmente no anonimato, motivo pelo qual optei pelo nckname Spartan. Mas hoje a grande maioria que frequenta o Blog sabe que o Spartan deste Blog é o CãoBravo dos Fóruns de investimento, que é o nick usado por João Homem, proprietário da Homem Assets Holding. Isso é um pouco ruim pois exponho bastante minha vida a desconhecidos, mas tem que ter a parte ruim né!?!

Por causa desse crescimento, decidi fazer um investimento multimilionário (US$10,00) e colocar o Blog em um domínio próprio.
Sim!!! O domínio do Blog agora é http://www.dinheirologia.com/ ou se preferir pode digitar na barra de navegação apenas "dinheirologia.com" (Chique demais sô). Legal demais!
Estou pensando em fazer outras melhorias, inclusive gravar podcasts... se bem que eu acho que nesse caso seriam "piorias", pois teriam que ouvir minha linda voz.

Mas é isso aí, eu, João Homem, agradeço a todos que passam por aqui e desejo a vocês todo o sucesso "Bufféttico" que possam ter.

Abraço!

Pois é, sei que estou um pouco desaparecido, mas é porque estava/estou (sei lá) extremamente chateado e minha cabeça não estava prestando pra postar nada.

Enfim, vamos ao assunto do post...

Quando era mais novo e mais louco, me empolguei muito com os cães da raça American Pit Bull Terrier. São cães incríveis (Quando puros), leais, brincalhões, extremamente carinhosos e adoram aventuras. A raça tinha muitas coisas semelhantes à minha personalidade e realmente me apaixonei a ponto de participar de passeatas em defesa da posse responsável em BH.
Porém, junto com meus irmãos, empolguei demais e acabei tendo 5 cães!!! Se você é pobre não faça isso! Alguém vai sofrer muito, você ou os cães, ou ambos.
Por fim meus irmãos perderam a empolgação logo que a moda do pit bull passou e sobrou pra mim a tarefa de cuidar dessa cachorrada toda.

Hoje tenho 1 em minha casa e dois na casa de meus pais. Não dá pra conciliar educação financeira, estudos, trabalho, projeto de riqueza, casamento e 3 cães. Uma hora um lado ou outro vai estourar.
E estourou...

Meu companheirão (Taz = Pit Bull), que mora comigo adoeceu logo depois que firmei acordo sobre aquelas dívidas do negócio que não deu certo. Daí tive que me transformar em dinheiro para pagar seu tratamento.
Pra complicar ainda mais a situação, minha cadela mais velha (14 anos) ficou muito mal, chegando a enxergar São Pedro. Tentei esperar pra ver se ela se recuperava sozinha ... abre aspas - Todos os veterinários repetem que nunca viram raça tão forte como os pitbulls. Os bichinhos vieram de Kripton. - fecha aspas... , mas por causa dessa irresponsabilidade e procrastinação minha cadela chegou na beirada e eu me senti o cara mais FDP do mundo! Essa cadela é louca comigo, sempre me protegeu até de minha sombra e agora eu deixei ela minguando até quase morrer.

Por que fiz isso? Simples, educação financeira. Não tenho dinheiro para pagar outro tratamento e não posso me endividar mais. O que posso fazer? Não sei! Só sei o que fiz. Levei ela pra clínica, onde está internada e já fez vários exames. Como vou pagar? Não sei! Acho que vou mobilizar a família, angariar fundos e ver se dá. A educação financeira não vem ao caso agora. O que importa é tentar salvar ela.

Se eu for parar pra pensar e fazer contas, a opção mais correta seria mandar sacrificá-la. Isso porque os gastos para mante-la com vida são enormes, a demanda por meu tempo é muito grande também, não temos garantia se ela ficará boa e ela já está bem velha.
Aí eu pergunto: Vou dormir tranquilo depois de mandar sacrificá-la?
...
Que Deus me ajude a ser ignorante financeiramente!

sexta-feira, 24 de julho de 2009

Peguei esse texto lá no Clube do Pai Rico. Muito engraçado! ...
Pessoal vejam também as vantagens de ser pobre .
1. É Simples!
Você não perde seu precioso tempo com grandes sonhos.
Contenta-se com um sonho de padaria, um sonho de valsa.
2. É Valorizado!
Em um mundo de mulheres interesseiras oportunistas, só as sinceras e verdadeiras dão bola para você.
3. É Saudável!
Você tem uma vida de atleta: correndo para alcançar o ônibus e malhando para conseguir um lugar para se sentar.
4. É antiestressante!
Nenhum vendedor te liga para empurrar alguma bugiganga.
5. É Aliviante!
Com a sua fama de pé-rapado, nenhum amigo te pede dinheiro emprestado e dependendo do seu grau de pobreza, eles nem serão mais seus amigos.
6. É Emocionante!
Você nunca sabe se o dinheiro vai chegar até o final do mês e assim, tem uma rotina muito menos previsível!
7. É Invejável!
Enquanto os seus vizinhos viajam, pegam trânsito no feriado e sofrem com as praias lotadas, você descansa na comodidade do seu barraco.
8. É Útil!
Você tem de trabalhar aos domingos para fazer horas extras e assim, não precisa assistir aos programas que são campeões de audiência de encheção de saco.
9. É Seguro!
Você não precisa levar a carteira para todos lugares que for, pois ela está sempre vazia.
Assim, os trombadinhas vão passar longe de você.
10. É Gratificante!
Sem dinheiro para acessar a internet, você nunca vai ler textos inúteis como este.

quinta-feira, 23 de julho de 2009



Mais uma vez venho falar sobre a pouco famosa, mas muito importante Margem de Contribuição. Já havia abordado o assunto antes (NESSE POST), mas quero dar uma ênfase maior pois vejo que 90% dos pequenos empreendedores que conheço não sabem usar a Margem de Contribuição de forma correta.

O Erro!
Pequenos empreendedores pegam seus custos fixos e despesas, rateiam de acordo com a variedade de produtos e serviços que oferecem, depois somam a esse valor o custo variável de cada produto e/ou serviço e chegam no seu Preço de Custo. Daí dizem: Vou jogar uns 30% de margem de lucro! - Adicionam mais 30% ao seu Preço de Custo e assim chegam no seu Preço de Venda, acreditando que ganham 30% sobre sua Receita.

Ps.1: Uma forma rápida e fácil de calcular quanto você ganha sobre sua receita (Markup), é calcular assim: Markup de Venda = Margem de Contribuição x 100 : Preço de Venda

Ps.2: Se quiser um cálculo rápido para saber o Preço de Venda de acordo com seu Markup de Venda (Conta de Padaria), use o Markup Divisor: Preço de Custo : [(100 - Seu Markup) : 100] = Preço de Venda

PelamordeDeus, não façam isso!
Vamos ao Passo a Passo de seus Custos...

Como Fazer?
Calcule seu Custo Variável e apure um preço justo para seu produto/serviço no Mercado.
Feito isso, subtraia o Custo Variável do Preço de Mercado apurado. Assim você chega em sua Margem de Contribuição.
Ps.3: Sugiro que o cálculo dos custos sejam feitos separadamente, por cada unidade de produto ou serviço.
A sua Margem de Contribuição TEM QUE SER POSITIVA, mesmo que seja R$0,0001!
Após ter chegado na importantíssima Margem de Contribuição, você contabilizará seus Custos Fixos e a quantidade de produtos/serviços que pretende vender (Jogando sempre baixo). Tendo esses valores em mãos, multiplica-se a quantidade estipulada para venda de cada produto pelo Preço de Venda estipulado no primeiro passo e então rateie seu Custo Fixo entre seus produtos/serviços proporcionalmente à Receita de cada um. Esse rateio poderá ser feito proporcionalmente à quantidade vendida de cada produto/serviço também. Cabe ao empreendedor avaliar o que mais se adequa a seu negócio.
Feito isso você chega em sua Margem Líquida! Sua Margem Líquida pode tanto ser positiva, como NEGATIVA! O erro da maioria aqui é aumentar os preços quando veem sua Margem Líquida negativa, quando na verdade deveriam aumentar a quantidade vendida, caso a Margem de Contribuição estivesse positiva.
Sinceramente não me importo com a Margem Líquida, pois o que vale pra mim é a Margem de Contribuição.

A Margem de Contribuição me informa se eu posso vender aquele produto/serviço naquele preço.
A Margem Líquida me informa qual a quantidade daquele produto/serviço eu tenho que vender.


Entenderam?! Muito legal né!?

Lembrem-se: Não sou formado em p... nenhuma! O que passei é o que estudei por conta própria, às vezes com algumas alterações e o que uso em meus negócios. Não quer dizer que o que faço está correto do ponto de vista acadêmico, mas se não desse certo em meus negócios, não perderia meu tempo escrevendo aqui.

Desenvolvam seus próprios cálculos, entendam eles e não se prendam apenas a fórmulas!

quarta-feira, 22 de julho de 2009

Adorei esse vídeo!
Tem medo de fracassar?! Veja quem já fracassou!

Ache outros vídeos como este em Rede da EXAME PME

segunda-feira, 20 de julho de 2009


Pessoal, esse post é bem básico.

Básico sim, mas totalmente relevante.
Há pouco tempo atrás, estava dando dicas para uma pessoa muito querida da família, que havia se afundado em dívidas. Seu marido devia muito em financiamento de bens, cheque especial e cartões de crédito.
Às vezes, para quem está vivendo essa situação, parece que se está sozinho num buraco sem fim e sem saída, mas não é bem assim.

Como disse, nessa época estava dando dicas e bolando estratégias para que ela saísse do buraco e agora, "... ah como o mundo dá voltas...", eu estou nessa situação!
Quem lê o Blog sabe que saí daquele péssimo negócio totalmente endividado, mas graças a Deus e à educação financeira, após um pequeno período de depressão, consegui ajustar tudo.

Passo Número 1:
- Verificar quais dívidas acumulam mais juros.
Verifique isso e classifique essas contas em ordem, da que tenha os juros mais altos, até as que não se paga juros. Pague nessa mesma ordem.

Passo Número 2:
- Calcular seu patrimônio líquido.
Contabilize todos os seus bens e dívidas e veja se sobra alguma coisa. Se sobrar, talvez dê pra vender alguma coisa e quitar as dívidas. Mesmo que seja sua casa, VENDA! Sim sou radical, mas resolvo!

Passo Número 3:
- Calcule o seu Fluxo de Caixa e identifique o que faz parte de seus Ativos e Passivos, como abordei NESSE TÓPICO e NESTE OUTRO TÓPICO! Depois que fizer isso, saberá o que te rende dinheiro e o que te tira dinheiro. Qual a lógica??? Desfaça-se do que lhe tira dinheiro!

Passo Número 4:
- Negocie suas dívidas e não deixe que seus credores cobrem juros em cima dos juros.
Muitos acham que os credores não fazem isso, mas eles fazem! Negocie ao máximo, faça propostas bem baixas, quase absurdas e divida o mínimo possível. Mostre sua disposição em pagar a dívida, mas mostre também que você não é criança e por isso não deixará ninguém te extorquir!

Passo Número 5:
- Aproveite que fez todas essas contas, pare de gastar e comece a investir assim que possível!

sexta-feira, 17 de julho de 2009


Essa gera polêmica!
Estava lendo uma matéria no site G1, onde listavam os motivos para a demissão por justa causa, segundo a CLT.
Poderão ler a matéria clicando abaixo:
"Entenda o que pode levar à demissão por justa causa"

O que mais me surpreendeu nessa matéria foram os comentários. Tenho ódio de qualquer tipo de grupo radical, pois creio que pra tudo existe um "meio termo" e o bom senso.
Daí você vê inúmeras pessoas reclamando por seus direitos e por suas condições de vida!
Sou adepto do seguinte pensamento:
"Tudo que acontece em sua vida, de bom ou ruim, independente de qualquer agente externo, é culpa sua."

Portanto não se faça de coitadinho e injustiçado, pois assim irá só se fud... pelo resto da vida.
Se trabalha em um lugar que não oferece boas condições de trabalho, ou te explora, a culpa é sua! Ou você não tem competência para estar em um lugar melhor, ou simplesmente é passivo demais e se sujeita a isso.

Se acha que a Justiça do Trabalho está contra você (Empregado), é porque com certeza seu advogado te iludiu, dizendo que receberia tanto dinheiro que nem precisaria trabalhar mais.
A Justiça do Trabalho sempre fará de tudo para dar suporte ao trabalhador e só em último caso o empregador sai com a sensação de justiça feita.

Ok! Quem sou eu pra falar? Sempre fui empregador.
Sim, mas em minha rede de relacionamentos conheço inúmeros empregados, inclusive minha esposa. Dentre esses empregados separo dois grupos: Os competentes e os incompetentes.

As características do grupo dos competentes:
- Ganham mais que o outro grupo
- Têm mais conhecimento
- Leem mais
- Procuram estar "antenados"
- Pensam no futuro
- Na hora de buscar um emprego, usam como filtro um bom plano de carreira e oportunidade de aprendizado e desempenho.

As características do grupo dos incompetentes:
- Estão sempre reclamando da vida e das oportunidades
- Costumam gastar seus salários "festejando"
- Pensamento de curtíssimo prazo, tipo: Eu quero é aproveitar a vida! Uhhuuuu!!!
- Cometem erros gramaticais gravíssimos
- Sentem que todo mundo é ruim, só eles são bons
- Sentem que todos estão errados, eles estão certos
- Se acham injustiçados pelo Sistema porque são pobres

Pelos comentários na página do G1, deu pra ver que a maioria se enquadra no segundo grupo, outros são advogados que sempre lucram com isso e um resto qualquer faz parte de algum grupo de oposição radical.

Credo! Isso me dá nojo e pena ao mesmo tempo!
Torço muito para que fique tudo mais nivelado, mas infelizmente sei que sempre haverá os determinados e os pobrezinhos.

Por favor, antes de me apedrejarem, leiam com atenção e entendam o que quis dizer:
"Tudo que acontece em sua vida, de bom ou ruim, independente de qualquer agente externo, é culpa sua."

Só isso! Ponto.
Você pode colocar as legendas em português clicando no botão "Subtitles".

quinta-feira, 16 de julho de 2009


Cheguei a essa conclusão ontem!
Pra ser um cara bem sucedido, é vital que se tenha uma empregada.
Já vinha percebendo isso e ontem cheguei a conclusão final.

Como um promotor de vendas da empresa arrebentou conosco essa semana, aproveitei pra ir eu mesmo aos clientes que ele visitaria.
Peguei minha Bizinha e pilotei por quase 100km entre rota certa e rota perdida (Hehehe). Atendi (e muito bem!) todos os clientes e vi algumas mudanças que necessitam ser feitas nos pontos de venda. Mas no fim do dia estava completamente destruído, pois além de tudo, fiquei sem almoçar.

Chegando em casa, fui logo pra cama e lutei contra mim mesmo pra ler meus livros em vez de dormir.
Estava eu então no conforto da minha caminha até que minha mulher chegou...
- Nossa já tá deitado!?!
Na hora dá vontade de dar uma resposta daquelas! Só quem tem 1,90m de altura e anda numa Honda Biz sabe como é andar naquilo um dia inteiro e sem almoço.
Mas fiquei calado pois sei que ela tem a razão dela já que mesmo cansada, arruma a cozinha, pega a roupa no varal e limpa a casa.
Eu também faço isso, mas às vezes meu trabalho me cansa muito mentalmente e são nessas vezes que me deito na cama e fico com vontade de jogar videogame ou ler meus livros.
Enfim... depois de ontem vi que uma empregada é uma despesa operacional, mas que acaba sendo um investimento também, pois você ganha no fator "custo x oportunidade".

Sou um cara que vivo o tempo todo me divertindo, dormindo ou treinando. Sim treinando!
Treinando no que quero ser excelente! E meu treinamento pra ser rico é totalmente avacalhado pelas tarefas domésticas. Odeio ter que lavar vasilhas em vez de ler meus livros, limpar a casa em vez de assistir o noticiário econômico ou panhar cocô de cachorro em vez de estar deitado e pensando em minhas estratégias.

E claro que os momentos de relax também fazem falta, pois todo treino precisa de descanso para se treinar mais forte no dia seguinte.

Ou seja, contrate uma empregada!
Lá em casa temos uma de 14 em 14 dias, pois contabilizávamos ela apenas como despesa operacional, mas migrando a mesma para investimentos, compensa pagar umas 3 vezes na semana.

Todo mundo sabe que quanto mais bem sucedido, mais empregados! Por quê fugir da regra?!
Que me desculpem os cruzeirenses que acompanham o Blog, mas não podia deixar passar essa.
Minha mulher diz que só sou burro e ignorante, quando deixo a paixão pelo futebol aflorar...

Então pausa para um momento burro e ignorante:
Coincidências marcantes entre o Cruzeiro Esporte Clube e o ídolo pop:
- Ambos prometeram show...
- Ambos venderam ingressos (O olho da cara)...
- Ambos morreram em casa!

Final do Mundial entre Cruzeiro e Barcelona...

Só no Playstation mesmo!

terça-feira, 14 de julho de 2009


Fico bobo de ver como as pessoas têm um pensamento tão ignorante, que só as deixa enxergar o curto prazo em todas as áreas de suas vidas.
Só enxergam os próprios pés e não o caminho que estão trilhando.

Há pouco tempo, contratei um novo promotor de vendas para a empresa de biscoitos e o mesmo me deixou muito animado já na entrevista, onde soube se vender muito bem. Já que ele sabia se vender assim, talvez deveria ser melhor ainda com os produtos.
Investi tempo e dinheiro nesse novo funcionário, para que ele pudesse ser um Vendedor e depois até um Gerente de filial.

Mas já nas 2 primeiras semanas comecei a perceber que ele não era tudo aquilo que prometeu. Eis que no início da quarta semana, ele disse que seria sua última, pois havia conseguido outro emprego.

Até aí, digamos que tudo bem, pois é o que acontece quando não temos caixa para segurar talentos. Mas que talento? Ok. Suponhamos que fosse um talento.

O problema é que o FDP não está honrando seus compromissos com a empresa e está deixando meu departamento comercial e de logística um caos.
Toda aquela tagarelice que foi abordada na entrevista e em encontros na empresa, não tinha um "que" de verdade. O cara não tem sequer requisitos mínimos como responsabilidade e compromisso.
Começou a debochar, não atende ao celular corporativo...

Enfim, está na hora de trabalhar minha paciência e congelar meu sangue pra não encher o filudamãe de porrada!

Daí o tema do tópico. Por quê o cara não sai sem queimar o filme? Era só uma semaninha e pronto. Seguiríamos nossos caminhos cada um pro seu lado.
Isso é porque a pessoa não pensa no longo prazo. Não vê o que poderia ganhar, o que poderia manter ou o que pode perder. Só enxerga o hoje!

Se você é empregado, mantenha bons relacionamentos e tenha uma posição digna por onde passar. Honre seus compromissos e trabalhe seu marketing pessoal.
Se precisar sair para conseguir uma oferta melhor, é uma decisão e direito seu, após uma boa análise. Mas saia deixando uma boa imagem. Não saia como um moleque!

segunda-feira, 13 de julho de 2009


Voltando à série de posts sobre a Lei da Atração, vou contar mais um fato que ocorreu comigo, onde sendo coincidência ou não, me dei bem usando "O Segredo".
O primeiro post já foi escrito e basta CLICAR AQUI para ler.

Hoje vou contar sobre o dia em que fui a uma palestra na Dale Carnegie Treinamentos, no auge da minha empolgação com o Segredo.
Depois de ler o primeiro livro de Dale Carnegie, estava ansioso por fazer seus cursos, mas como eram extremamente caros, decidi assistir a algumas palestras gratuitas antes.
Logo na primeira palestra que fui, o palestrante anunciou que sortearia um livro de Dale Carnegie no final...
Nem preciso dizer que comecei a usar meus super poderes naquele momento para ganhar o livro né!?! Hehehe

O Segredo não é apenas ficar pensando positivo, pois isso é só o começo. Você tem que imaginar o momento em que o que você quer, está acontecendo e SENTIR! O que importa mesmo é sentir. Eu vi tudo acontecer em minha mente, desde o momento em que o palestrante pegava o livro, até o momento em que ele dizia o meu nome. Vi os olhares das pessoas, a minha cara de assustado, o sorriso do palestrante e até vi eu contando isso para os amigos depois.
Mas isso não tinha acontecido ainda, porém eu já tinha visualizado tudo e meus sentimentos ficaram durante toda a palestra, parecendo com os de uma criança na manhã seguinte ao Natal.

Já sabem o que aconteceu né!?!

O palestrante fez todos os movimentos que imaginei e pronunciou meu nome do mesmo jeitinho. Vi os olhares de todos e com certeza minha cara era de assustado.

Pode parecer pouca coisa, pois vocês podem perguntar: Por quê você não usa o Segredo pra ganhar na MegaSena?
Primeiro porque como vocês podem ler NESSE TÓPICO, eu não desejo isso e depois, porque eu não acreditaria realmente que ganharia. Por isso uso coisas pequenas e médias para treinar, pois são coisas que eu consigo sentir realmente que são minhas.

Tenho mais pra contar ainda. Mas filas e vagas em estacionamentos são normais.
Aguardem que e conto mais. Não quero fazer a cabeça de ninguém, tipo iniciando uma seita do Segredo. Quero apenas explicar o "como" usar o Segredo.

sábado, 11 de julho de 2009


Segundo Buffett, há dois tipos de pessoas na vida: aquelas que se preocupam com o que os outros pensam delas e aquelas que se preocupam em ser realmente boas.
Qual delas você é?
“A grande pergunta sobre o comportamento das pessoas é se elas mantêm um ‘Placar Interno’ ou se é um ‘Placar Externo’. Ajuda se você consegue se satisfazer com o Placar Interno. Eu sempre olho para isto da seguinte maneira. Você gostaria de ser o maior amante do mundo, mas que todo mundo pensasse que você é o pior? Ou será que você preferiria ser o pior amante do mundo, mas que todo mundo pensasse que é o melhor?Essa, sim, é uma pergunta interessante.”
"O que mais determina o comportamento das pessoas é o fato de elas terem um‘placar interno ou um placar externo. Se você conseguir ficar satisfeito com seu placar interno, isso vai ajudá-lo. Se o mundo não pudesse ver seus resultados no papel, você preferiria ser considerado o maior investidor do mundo, mas, na verdade, ter o pior histórico do planeta ou ser considerado o pior investidor do mundo quando, na verdade, é o melhor?"

Graças a Deus, sempre tive e segui meu Placar Interno. Tudo bem que isso me fez andar vestido como Bruce Lee e Axl Rose, sem me importar com o que os outros falavam, mas no geral me trouxe mais benefícios.

sexta-feira, 10 de julho de 2009


Algumas pessoas ficaram preocupadas comigo pelo post "Juntando os Cacos".
Então deixa eu colocar com clareza aqui:
Não estou quebrado!
Um negócio meu quebrou. É bem diferente.

Isso com certeza me fez dar uns passos para trás, criei dívidas, sujei meu nome por causa da pouca liquidez do meu capital, mas estou bem!
Já limpei meu nome, negociei minha dívida com o banco, que gentilmente, por causa do meu bom relacionamento, dividiram a dívida sem nenhum juros a mais.
Ou seja, hoje só tenho como efeito colateral a dívida que pagarei em longos 8 meses.
Adorei o que o banco fez por mim. Realmente confiaram em me histórico, em vez de tentarem me roubar com mais juros.

Fechando as contas hoje, estou assim:
Embora meu capital tenha uma liquidez quase nula atualmente, de dezembro de 2006, quando comecei, até hoje, consegui um aumento patrimonial de 1.680%, todo em Ativos!!!
Inaceditável né!?! Nem tanto!
De acordo com meus planos traçados lá em 2006, com a ajuda dos Juros Compostos, poderia parar de investir hoje e voltar só em Maio de 2011.

Ou seja, embora tenha tropeçado "feiamente", ainda estou à frente do meu plano.
Portanto, valeu o "investimento" em conhecimento que fiz com esse negócio errado!

Não estou quebrado! Estou me recuperando do tombo e fortalecendo meus ativos.
Ano que vem volto a investir com tudo!

quinta-feira, 9 de julho de 2009


A BM&FBovespa (Que nomezinho feio!) está tentando incentivar os investidores a realizarem esse tipo de operação. Assim, oferece uma taxa líquida de 0,05% ao ano sobre o volume emprestado.
Já expliquei um pouquinho sobre o aluguel de ações por aqui e pra quem investe pensando no longo prazo, é uma boa forma de se ganhar mais com a taxa de aluguel e ainda mais um pouquinho, com esse incentivo da BM&FBovespa.

Prazos - O contrato de aluguel tem prazo de carência para devolução das ações e um prazo máximo de empréstimo.
Taxa de Aluguel - Varia entre 3,5 e 5% ao ano, mas pode ser visto taxas de 0,2% a 17% ao ano.
Impostos - Paga-se a alíquota estipulada pela legislação de imposto de renda para operações de renda fixa, já que existe taxa e prazo predeterminados.
Direitos - O doador (Quem disponibiliza suas acões para aluguel) mantem todos os seus direitos como acionista, como proventos e subscrições.

Sobre as vantagens do tomador (Quem aluga suas ações), é preciso explicar um pouco mais, por ser mais completo, mas depois faço um post pra isso.

Para quem quiser mais informações, basta acessar AQUI.

quarta-feira, 8 de julho de 2009


Muitas pessoas (Leigas) não sabem como se ganha dinheiro comprando ações.
Não vou ensinar um método novo de lucrar no Mercado Financeiro com esse post, quero apenas informar que ganhamos de outras formas, além do aumento de valor de mercado da ação.

O acionista recebe alguns benefícios da empresa, que podem engordar sua conta durante vários momentos no decorrer do exercício social dessa empresa.
Esses benefícios vêm em forma de proventos e/ou subscrição.

Proventos são:
- Dividendos, que é a parcela do lucro líquido da empresa que é distribuída aos acionistas ao fim de cada exercício social. Por lei a empresa deve distribuir no mínimo 25% de seu lucro líquido.
- Bonificação, que é quando a empresa oferece ações novas ou dinheiro (Bonificação em dinheiro) aos acionistas, proveniente de um aumento de capital por incorporação de reservas.

Direito de Subscrição:
Preferência na aquisição de ações novas lançadas para venda pela empresa.

Todos esses benefícios, inclusive os ganhos de capital mediante a valorização da ação no mercado, vêm proporcional a quantidade de ações que você possuir.

terça-feira, 7 de julho de 2009


Não, o Dinheirologia ainda não é o melhor Blog do Brasil (Notaram o Ainda ali!?).
O melhor Blog do Brasil em minha opinião é esse:

Não Posso Evitar - http://rodolfo.typepad.com/no_posso_evitar/
Blog escrito pelo Rodolfo Araújo, um carioca que mora em São Paulo, como ele mesmo descreve.
Esse Blog, embora não trate de dinheiro, foi o melhor Blog que já li até então. Nota 10 em linguagem, abrangência de temas, entendimento, coesão e inteligência.
Vale muito a pena conferir! Fiquei quase que um dia inteiro lendo. É realmente viciante!
Enfim acabei de ler a Bola de Neve!
Tinha tudo pra ler ele até dezembro de 2008, mas devido à crise em meus investimentos, parei na página 600 e alguma coisa. Li mais de 600 páginas em 2 semanas, na maior empolgação e só fui voltar a ler o resto agora.

Dando notas de 0 a 10, o livro leva uma nota 7 do espartano.
Isso porque sua leitura às vezes se torna chata e tediosa. A escritora poderia ter colocado mais elementos no decorrer do texto, para prender o leitor, como no final do livro, onde se torna quase um romance, quando relata a doença de Susie Buffett.

Seria uma nota bem menor, não fosse o protagonista da história... Warren Buffett. O cara é "O Cara"!
O livro mostra várias de suas tacadas certeiras, suas previsões e seus inúmeros erros, tanto em sua vida pessoal quanto profissional. Foi muito bom ver que ele errou, e errou bastante. É um mortal como nós, tudo bem que tenha uma imensa facilidade de compreender números, já que treina desde os seus 6 anos de idade, mas mesmo assim, é apenas um mortal como nós.

Claro que o livro deve dar uma romantizada, para que aumente a adoração ao mito, mas em alguns detalhes secos no decorrer do texto, vi a imagem de Warren Buffett subindo mais alguns degraus em minha classificação de heróis.

Adorei conhecer a história de sua esposa também, uma Grande mulher.

Vale a pena ler, mas já aviso que tem que estar determinado a acabar logo, pois se ficar naquela de ler um pouquinho por dia, ficará de saco cheio.

Ah... já ia esquecendo... é extremamente importante que leiam as legendas no final do livro, de acordo com que aparecem suas referências no texto, pois as legendas ajudam muito a entender o texto.

Livro: A Bola De Neve
Autor: Alice Schroeder
Nota Dinheirologia: 9


Clique na Imagem e compre este livro na Saraiva! Tá barato!

domingo, 5 de julho de 2009


Esperei a tempestade passar para poder citar tudo o que se passou.
Após o tópico "Errei Feio", onde assumi meu pior erro financeiro publicamente, foquei em dar um jeito em minha vida novamente.
Durante essa tempestade que deixou minha carteira e meu nome em ruínas, passei vários perrengues e aprendi muito com eles. Minha frieza foi testada nos mais incríveis limites, meu orgulho teve que ser jogado fora mais uma vez, aliás, acho que orgulho não combina com geração de riquezas.
Meu maior problema foi que tudo aconteceu nos meses que antecederam meu casamento e se prolongou por mais 2 meses após a cerimônia.

Como administrar a situação onde você gasta rios de dinheiro com o sonho de sua noiva, tendo ainda que conseguir um lugar habitável para morar, assistindo ao fracasso de um investimento errado, se endividando e, ainda, vendo seu CPF ser protestado por causa de um erro básico em suas análises???

Pois é, depois de 3 anos investindo e tendo resultados muuuuuuito acima do esperado, me enchi de confiança e errei! Daí começou o terremoto! O estrago foi tanto, que na semana do esperado casamento eu não conseguia dormir, tive que pedir minha mãe 5 reais para abastecer minha Honda Biz, meus cartões foram bloqueados e fui obrigado a ligar para minha noiva me socorrer com seu cartão numa loja onde comprava utensílios domésticos, tive que parcelar meu terno no cartão da minha mãe, não tinha dinheiro para comprar a gravata e o sapato, e estava estourado em meu limite de cheque especial.

Que situação! Saí da merda e prometi que jamais voltaria ali, mas bastou um pouquinho de soberba, para que caísse lá novamente! Porém dessa vez eu já tinha conhecimento financeiro e sabia exatamente o que fazer.
O primeiro passo era com certeza vender o bem endividado do investimento errado. Vesti minha camisa de vendedor e detonei, porém esbarrei em mais um erro do meu sócio que não viu, ou fez vista grossa na documentação irregular do bem. Confesso que quase tive um troço quando vi inúmeros obstáculos para a venda, sendo que eu já tinha um comprador engatilhado.
Eu adoro desafios, sou daqueles que quanto maior o desafio, mais eu produzo, porém me encontrava muito fraco e desgastado perante esse enorme desafio. Estava tentando respirar e tirar forças de não sei onde, mas tinha que dar um jeito e lembrando que a parti dali eu teria que me responsabilizar não só por mim, mas pela minha nova família também, eu puxava um pouco de ar e focava em uma solução de cada vez.

Em mais um erro, meu sócio deixou a documentação irregular nas mãos de uma despachante que desapareceu do mapa! Mais desgaste, menos dinheiro. Gastei mais R$2.550,00 de documentação e a filhadumaégua ainda me extorquiu mais R$500,00!!! O rio corre pro mar e a bosta corre pro esgoto! Desculpem as palavras, mas é a pura verdade! Quando você está na lama, parece só haver mais e mais lama.

Continuei tentando vender o bem e me vi muitas vezes passando um mês com 12 reais na carteira, cobradores me ligavam todos os dias e eu fazia questão de atender a todos os telefonemas, minha esposa estava bancando todas as contas da casa e por isso eu ficava sem jeito de fazer ou comer algo em minha própria casa, pois eu não pagava por nada daquilo.
Deixei de jogar bola porque achava injusto pagar R$6,00 pra me divertir, em vez de comprar pelo menos 3 litros de leite pra dentro de casa.
Pedi dinheiro emprestado, pedi ajuda, fiz tudo o que uma pessoa normal e desesperada faz num momento de grave aperto financeiro.

O que aconteceu em números (Fictícios, mas com índices reais):

Capital Investido: R$100.000,00
MEU Capital Investido: R$50.000,00 (50%)
Valor do Negócio: R$236.574,00
Valor Financiado: R$136.574,00
Taxa de Juros: 2,56% a/m
Prestações: 36 x R$5.851,77
Valor da Dívida R$210.663,72 (89% do valor do negócio) Onde estava a Margem de Segurança?

Então veio a crise...
Depreciação em 6 meses: 11,3%

A ferrada...

Em Junho/2009, minha situação era:
Dinheiro na carteira: R$750,00
Conta Bancária: -R$50.000,00 (Juros de 8% a/m)
Cartões de Crédito: -R$6.000,00 (Juros de 13% a/m)
Despesas Mensais: -R$6.000,00
Dívida com negócio fracassado: -R$169.701,33 (Em meu nome)
Valor do negócio fracassado: R$209.846,51
Retirada mensal de outros negócios: R$ 12.500,00

O problema maior era conseguir vender o financiamento!
O que me preocupava mesmo não era as cifras ou as taxas, mas sim o tempo! Tempo sem poder fazer nada, sendo sugado pelo Buraco Negro que se formara sem eu perceber. Não via a hora de parar de ser castigado pelos meus erros e poder voltar a minha trajetória rumo ao meu objetivo. É muito ruim ter que ficar parado, vendo tudo acontecer a sua volta e não poder fazer nada.

Como me estrepei!
Enfim, era um recém-casado, quebrado, acabado, mas prestes a se levantar!

Após o fechamento das cortinas, nos bastidores, sem glamour algum e nem fãs, peguei minha trouxinha com meu único investimento que restou, minha dívida que restou do negócio, fui pra casa, deitei com minha esposa no jardim de nossa casa alugada e sob um sol gostoso numa manhã, escutando "Three Little Birds", vi que o que realmente importava em minha vida ainda estava ali comigo.

Agora é esperar cicatrizarem as feridas (Cicatrização Wolverine) e voltar pra guerra, como um bom espartano...

sexta-feira, 3 de julho de 2009



Li uma passagem da Bíblia Sagrada hoje que achei muito interessante.
Esse trecho mostra, na Bíblia, que pobre não tem vez mesmo! Kkkkkk
Me refiro a quem tem o espírito pobre, pois no texto, dos 4 personagens, 3 são pobres financeiramente.
Leiam e vejam se entendem a mesma coisa:

"14- ¶ Porque isto é também como um homem que, partindo para fora da terra, chamou os seus servos, e entregou-lhes os seus bens.
15- E a um deu cinco talentos, e a outro dois, e a outro um, a cada um segundo a sua capacidade, e ausentou-se logo para longe.
16- E, tendo ele partido, o que recebera cinco talentos negociou com eles, e granjeou outros cinco talentos.
17- Da mesma sorte, o que recebera dois, granjeou também outros dois.
18- Mas o que recebera um, foi e cavou na terra e escondeu o dinheiro do seu senhor.
19- E muito tempo depois veio o senhor daqueles servos, e fez contas com eles.
20- Então aproximou-se o que recebera cinco talentos, e trouxe-lhe outros cinco talentos, dizendo: Senhor, entregaste-me cinco talentos; eis aqui outros cinco talentos que granjeei com eles.
21- E o seu senhor lhe disse: Bem está, servo bom e fiel. Sobre o pouco foste fiel, sobre muito te colocarei; entra no gozo do teu senhor.
22- E, chegando também o que tinha recebido dois talentos, disse: Senhor, entregaste-me dois talentos; eis que com eles granjeei outros dois talentos.
23- Disse-lhe o seu senhor: Bem está, bom e fiel servo. Sobre o pouco foste fiel, sobre muito te colocarei; entra no gozo do teu senhor.
24- Mas, chegando também o que recebera um talento, disse: Senhor, eu conhecia-te, que és um homem duro, que ceifas onde não semeaste e ajuntas onde não espalhaste;
25- E, atemorizado, escondi na terra o teu talento; aqui tens o que é teu.
26- Respondendo, porém, o seu senhor, disse-lhe: Mau e negligente servo; sabias que ceifo onde não semeei e ajunto onde não espalhei?
27- Devias então ter dado o meu dinheiro aos banqueiros e, quando eu viesse, receberia o meu com os juros.
28- Tirai-lhe pois o talento, e dai-o ao que tem os dez talentos.
29- Porque a qualquer que tiver será dado, e terá em abundância; mas ao que não tiver até o que tem ser-lhe-á tirado.
30- Lançai, pois, o servo inútil nas trevas exteriores; ali haverá pranto e ranger de dentes."

quarta-feira, 1 de julho de 2009


Finalmente voltei a ler com frequência.
No ano passado lia cerca de 300 páginas de livros por semana, sem contar revistas e internet. Em 2007 eu lia mais que isso ainda! Não que seja muito, mas era o máximo que eu conseguia.
Daí depois que comecei a me ferrar no ano passado, minha leitura também foi para o beleléu! Não conseguia me concentrar na leitura e sempre que pensava sobre o que o material abordava, lembrava que estava estagnado por causa de um investimento errado e isso me deprimia.

Agora voltei a ler! Porém vejo que estou bem mais lento.
Logo que comecei a ter que ler muitos livros, um amigo me indicou que fizesse um curso de Leitura Dinâmica, daí fui meio que sem acreditar na eficiência do curso e fiz.
A grande polêmica que há em cima da leitura dinâmica é gerada por pessoas que pensam que a Leitura Dinâmica é um tipo de magia e é óbvio que não é verdade. A leitura dinâmica é um tipo de treinamento que desenvolve sua memória, muda seu estilo de leitura e aumenta consideravelmente sua concentração. Isso tudo traz por consequência uma leitura bem mais rápida que o normal.

Eu não cheguei ao máximo de treinamento, mas já ouvi que existem pessoas que leem uma página de jornal no tempo de um passar de mão pela página.
Em compensação como qualquer treinamento, se você para, já era! Pode perder todo o condicionamento que adquiriu.

Muitos dizem que com a leitura dinâmica você lê sem entender completamente o texto, o que é uma mentira. Você entende muito mais!
Basta lembrar de uma romance qualquer que esteja lendo. Existem partes do livro em que você fica desatenta, boceja e pensa no seu cachorro latindo lá fora. Mas existem também, partes em que mesmo que alguém do seu lado te chame, você continua atento ao livro, tamanha é sua concentração no que está acontecendo na trama.
Posso afirmar que quando tem leitura dinâmica, esses momentos de alta concentração acontecessem durante toda a leitura. Você fica em um estado de concentração máxima.

Portanto, só tenho coisas boas pra falar sobre essa técnica de leitura.
Pra quem lê muito, ou TEM que ler muito, é uma mão na roda!