BREAKING NEWS

terça-feira, 29 de junho de 2010

Bem, ultimamente isso aqui tem andado meio desértico. Estou sem tempo para postar e ainda não adquiri meu super-mega celular com mega-facilidades para postar no Blog. Assunto eu tenho demais, mas tempo...
A diferença aqui no deserto da Dinheirologia, é que quanto mais tempo se passa sem acontecer nada deste lado, mais coisas acontecem do outro lado.

Tenho trabalhado cerca de 15 horas, ou mais, por dia. O trabalho descrito ali, pode ser dividido entre trabalho direto, trabalho indireto e pesquisa. Com isso, ao mesmo tempo em que acumulo mais assunto, menos tempo eu tenho para escrever sobre isso aqui.

Tem acontecido muitas e muitas coisas...
Demiti 4 funcionários numa mesma semana e até agora não me benzi. Amanhã sairá o 5º elemento.
Estou fazendo contatos de negócios para a nova empresa, colhendo cadastros de clientes, estudando formas para diminuir seus impostos, me reunindo com contadores, editando contratos e criando uma teia entre meus negócios para que minha estratégia de pagar menos impostos no Lucro Real não vá pro brejo assim que o dinheiro começar a jorrar para dentro das empresas. Não poderá haver buracos!

Fora isso, estou enfrentando os conhecidos obstáculos de se presidir uma empresa familiar. Quem me conhece já sabe que adoro desafios, mas eles me consomem!

Outro parágrafo que tenho de frisar é sobre a nobre visita feita à empresa hoje pela Receita Estadual e a Polícia Militar. Como são gentis...
Pena que eu não estava lá!
Ganhar boa parte do mercado, penetrar em clientes potenciais e mandar funcionários incompetentes ou inadequados embora dá nisso: DENÚNCIA DESCABIDA EM CIMA DE CALÚNIAS.
Como não devo nada, só fizeram uma bagunça danada na empresa e pediram documentos fiscais que estavam na contabilidade.

Pensava que a Receita tinha mais com o que se preocupar, além de visitas rudes baseadas em mentiras. O sistema deles de Nota Fiscal Eletrônico é um belo exemplo de uma BELA PORCARIA! A propósito, não existe ninguém para fiscalizá-los!?!?

Enfim, podem ter inveja, tentarem me fuder, mas quando todos estes virarem pó, meus negócios ainda existirão.

sexta-feira, 25 de junho de 2010


Conseguir bons funcionários é uma tarefa difícil para qualquer pequena empresa. Já conseguir bons colaboradores, é algo bem próximo do impossível!

O problema é sempre temos o processo de "Peneira" em todos os setores da empresa. Essa peneira gera desperdiço de tempo e dinheiro e enquanto o negócio não "bombar", representará uma fatia significativa dos custos.

Cada setor tem sua fase de peneira, onde por mais que investimos em seleção e treinamento, ainda temos que contar com a sorte de tropeçarmos no bom colaborador.
Enquanto não cruzamos com a sorte, gastamos tempo e dinheiro com quem não presta... (ops!) ... não presta para a empresa.

Se os problemas acabassem aí estaria ótimo, mas mesmo se o colaborador exercer suas funções com maestria, se ele não tiver a mesma filosofia e espírito da empresa, mais cedo ou mais tarde este relacionamento ficará desgastado o bastante para que o empresário veja todo seu investimento naquela colaborador ir por água abaixo.

Mas neste segundo caso, passo a bola para o empresário que falhou ao não conseguir manter um talento "prata da casa" em sua Folha de Pagamento. Porém mesmo assim, a manutenção de talentos não deixa de ser um problema para os empresários e por isso é citado por mim como tal.

É preciso muita paciência para se fazer a peneira e é preciso muita atenção aos detalhes também, portanto devemos ter um bom chefe de setor para cuidar dela. Mais cedo ou mais tarde você acerta e faz uma bela contratação.

Outra coisa: Não leve para o lado pessoal!
Não é porque você gastou dinheiro (e tempo) com o cara e ele te deixou logo após esse "investimento", que o rapaz não gosta de você ou quis te f..er! São negócios, só negócios e você pega o boi de estar na posição de quem contrata ou demite.

Ah... tem mais! Os gastos com a demissão do ex-futuro-colaborador. Êta dinheiro jogado fora! Aliás, não foi jogado fora, foi um investimento na peneira!

Só mais um aviso pra finalizar:
De tempos em tempos é apropriado que o empresário procure uma benzedeira, pastor, xamã ou seja lá o que for, para espantar energias negativas, macumbas e etc. Sério cara! Digo isso depois de demitir 4 funcionários nessa semana. Alguém duvida que seria bom eu procurar me benzer?!?
Portanto prezados empresários, tenham paciência e continuem na peneira!

terça-feira, 22 de junho de 2010

Empreendedor Rico, o guia do empreendedor!

Se seguir este guia, aumentará exponencialmente a probabilidade de seu negócio dar certo!

Esse livro é mais uma porrada de Robert Kiyosaki. Fodástico! Lembro que li "Pai Rico Pai Pobre", "Guia de Investimentos" e depois veio esse, o "Empreendedor Rico".
Eu sei que os nomes são horríveis, mas os livros mudaram minha vida. Comi esses três livros com angu.

Enquanto os outros dois livros abordaram os investimentos de forma mais ampla, este é totalmente direcionado ao empreendedorismo.
(...)
Sinceramente, não sei como descrever este livro. Devo expressar apenas que o livro marcou minha vida, assim como os outros dois e ampliou minha visão de tal forma, que jamais poderei diminuir seu campo.

Se você é empresário, empreendedor, ou deseja ser e ainda não leu este livro, CORRA!
O livro é foda. Compre!


Livro: Empreendedor Rico
Autor: Robert Kiyosaki e Sharon Lechter
Nota Dinheirologia: 10


Clique na Imagem e compre este livro na SARAIVA! Tá barato!

terça-feira, 15 de junho de 2010

Não fosse a indicação por parte de um amigo, eu jamais compraria um livro com esse nome! Hesitei muito, mas por fim comprei "Coração de Tigre, Mente de Tigre".
Mais um autoajuda para minha coleção, mas já que Malcolm Gladwell, Anthony Robbins e Dale Carnegie também são classificados na mesma categoria, prefiro continuar ampliando minha coleção.

Nessa eu não fui feliz!
Embora esse meu amigo tenha adorado o livro, eu não gostei nem um pouquinho.

Os autores viajam por filosofias budistas, comportamento de animais selvagens e experiências transcendentais, para chegarem ao mesmo ponto de sempre:
- A transformação do sentimento positivo de CONSEQUÊNCIA para CAUSA.

É exatamente isso que livros como "O Segredo", "A Lei da Atração" e os best sellers de Napoleon Hill tentam trazer aos leitores. Você deve sentir que conseguiu, antes e para conseguir.
Acredito nessa técnica, mas prefiro livros mais objetivos sobre o assunto, como os do Sr. Hill.

Pra quem ainda não leu muito sobre o tema, ou não tem uma enorme fila de livros esperando a leitura, ou ainda, tem mais paciência que eu, saiba que as técnicas funcionam. Eu só não gosto de "fru-fru"!
A história é legal, cheia de nuances orientais, bem romantizado, enfim... é até legal e é bem fininho, mas bocejei muito.

Se curte o tema e gosta de livros mais romantizados, ou motivacionais, vale a pena ler. Em um dia você consegue finalizar a leitura... se não dormir antes.


Livro: Coração de Tigre, Mente de Tigre
Autor: Ron Rubin e Stuart Avery Gold
Nota Dinheirologia: 5


Clique na Imagem e compre este livro na Saraiva! Tá barato!

segunda-feira, 14 de junho de 2010


Sei que muitos já ouviram esse antigo provérbio africano, que apareceu pra mim no livro "O Mundo É Plano".
E de acordo com o mesmo, não importa se você é caça ou caçador, abra os olhos já em movimento!


Todos os dias de manhã, na África, o antílope desperta.
Ele sabe que terá de correr mais rápido do que o mais veloz dos leões, para não ser morto.

Todos os dias, pela manhã, desperta o leão.
Ele sabe que terá de correr mais rápido que o antílope mais lento, para não morrer de fome.

Não interessa que bicho você é, se leão ou antílope.
Quando amanhece, é melhor começar a correr!

sexta-feira, 11 de junho de 2010

O livro best seller "O Segredo"!

Autoajuda barata ou pode funcionar?

Bem, esse livro é a tal da autoajuda descarada. Apesar de ser um sucesso absoluto, tanto o livro como o filme leva a questionamentos polêmicos e sem fim.
Eu fiquei muito empolgado logo que assisti o filme e comecei a usar “O Segredo” ainda no cinema...

Os céticos vão me esbofetear, mas tudo começou a dar certo! O dinheiro vinha de fontes inesperadas, fui sorteado em alguns sorteios que participei, os processos sempre davam certo e encontrava vagas com facilidade. Perfeito!

E quanto mais as coisas davam certo ao usar O Segredo, mais eu acreditava Nele. Creio que esse era meu defeito!
Tenho certeza da eficiência da técnica de pensar positivo e sentir como se já houvesse conseguido. Essa certeza não veio apenas do famoso “O Segredo”, mas depois que tudo começou a acontecer, estudei bastante a história dos Grandes Homens do planeta e todos faziam a mesma coisa!

Mas como alertei ali em cima, meu defeito trouxe a minha derrocada. Da mesma forma que as coisas davam certo e eu acreditava mais, quando uma coisa deu errado, minha confiança na técnica foi por água abaixo.
Estou até hoje tentando mudar minha sintonia...

O livro é bom para abrir a mente, mas o excesso do estilo autoajuda desanima e deixa a técnica desacreditada pelos mais céticos.

Por experiência própria posso dizer que “O Segredo” funciona tanto pro bem, como pro mal. Por isso deve ser muito bem estudado e treinado. Não é tão simples como os autores afirmam.


Livro: O Segredo
Autor: Rhonda Byrne
Nota Dinheirologia: 7


Clique na Imagem e compre este livro na SARAIVA! Tá barato!

quinta-feira, 10 de junho de 2010


Conforme prometi no post sobre o alcance de 30 mil visitas, venho hoje comemorar com vocês o marco das 100 mil visitas ao Blog Dinheirologia!

Sei que existem blogs que batem esse número em um dia, mas o legal é que tudo começou sem sequer desejar mais que 1 visitante, no caso, eu.
Comecei a escrever esse Blog primeiramente por ter começado tudo sozinho e como não tinha sócios para discutir e nem amigos o bastante para aguentar tanta chatisse de conversas cheias de números e empolgação, decidi escrever em um Blog, como se fosse um diário.

Depois fui ganhando status de "pré-guru" entre os conhecidos, daí tratei de responder as dúvidas deles por aqui, pois assim atendia mais pessoas com as mesmas dúvidas. Consegui dessa forma, visualizar o objetivo principal do Blog: Retribuir!

Daí fui conseguindo muito sucesso em pouquíssimo tempo e decidi contar em tempo real, tudo o que eu vinha fazendo pra conseguir altos rendimentos. Nessa fase eu me sentia "O Cara". Vem aí o próximo Buffett...

Então caí! Até então não havia perdido um único centavo. Minha trajetória, desde quando optei pela pílula vermelha, só acumulava vitórias.
Mas no final de 2008, após uma série fenomenal de vitórias, perdi e perdi feio!
Daí o Blog serviu como Muro das Lamentações e como registro e análise de erros. Com isso os visitantes puderam enxergar que o buraco era bem mais embaixo e tiveram a opção de aprender com meus erros.

Como fiz questão de escrever aqui tanto minhas vitórias como minhas derrotas, o Blog se transformou (sem querer) num diário, sem censura, de minha trajetória rumo à riqueza.
E assim criei seu slogan:
Na Prática, o Buraco É Bem Mais Embaixo!

Hoje atingimos 100 mil visitas. Estamos muito bem colocados nas pesquisas do Google, ganho dinheiro pra comprar um pacote de biscoitos por mês, as pessoas estão comentando e o layout dá a impressão de algo profissional.
Por isso devo deixar claro:
- Não sou guru! Não sei tudo sobre investimentos! Ainda não fiquei rico!

Aqui eu apenas repasso o que sei. Tudo aqui do meu escritório e ás vezes na casa do meu pai. É tudo muito simples, mas faço realmente com intuito de ajudar outros que pretendem seguir o mesmo caminho, rumo a riqueza financeira.

Obrigado a todos por essa marca!

quarta-feira, 9 de junho de 2010


Como fazer um negócio na internet lucrar?
Apresento aos leitores o primeiro post do Blog escrito por outra pessoa. Neste caso um empreendedor, leitor do Blog e amigo virtual, o @richardrx. Confiram pois ficou muito bom!
...

Há não muito tempo atrás ter um site na internet era algum tipo distorcido de status, os donos de pequenas e médias empresas no Brasil adoravam se vangloriar que seu negócio estava na internet, como um simples cartão de visitas contendo somente o nome da empresa, ramo de atuação e os telefones de contato.

Isso talvez funcionou por algum tempo bem lá no começo há quase uma década atrás quando desenvolvedores web (programadores e web designers) eram profissionais caros e tudo que se podia ter por um preço acessível era realmente um site estático, mas acontece que o cenário mudou bastante, mas acontece que muitos empresários e empreendedores não perceberam continuando a investir e sites que mais parecem um cartão de visitas impresso na tela do computador!

Banners rotativos e email marketing perdem a cada dia mais força, transformando-se em ações com pouco ou nenhum resultado, dando cada vez mais espaço a social media.

Social Media?

Talvez você ache que o Orkut, Twitter, e o Youtube sejam uma grande perda de tempo, mas talvez não saiba que oito a cada dez brasileiros possui cadastro em alguma rede social, gerando audiência muito maior do que qualquer canal de televisão aberta, jornal ou revista do país. Tem certeza que quer ficar de fora?


Mas o que essas redes fazem de tão certo? O que aprender com elas?

Como você pode ver neste infográfico as principais atividades do brasileiro na web são basicamente redes de relacionamento (Orkut e Facebook), upload de fotos (Fickr além dos anteriores) e upload de videos (Youtube e Vimeo). Tudo isso de forma compartilhada com os contatos (ou amigos virtuais se preferir).

Influência, Relevância e engajamento são três grandes as palavras do momento, então se você deseja entrar no meio dessa “roda de amigos” deve saber como produzir material de forma que seu produto/serviço entre de forma quase que espontânea, aproveitando-se dos acontecimentos e ondas de notícias do momento.

Como fica na prática?

Há pouquíssimas semanas atrás o dono de uma escola de curso preparatório para a OAB me consultou fazendo esta exata pergunta e não tardei muito a responder que poderia usar o caso nardoni em evidência, mostrando como atuaria o advogado de ambos os lados, aliando assim a teoria que estes alunos (clientes em potencial) precisam com aquilo que está em evidência na mídia.

Esse conteúdo relevante é que vai trazer os potenciais clientes até sua empresa de forma quase desapercebida já sabendo que sua empresa pode prover aquele bom produto ou serviço, está antenada ao mercado e aos acontecimentos, angariando assim cada vez mais clientes e lucros para seu negócio.

@richardrx

Fonte: Ibope Nielsen/NetRatings/Alexa

segunda-feira, 7 de junho de 2010


Em "Revolver", mais uma vez o diretor Guy Ritchie me surpreendeu! Já havia escrito aqui sobre o filme "Rocknrolla" e já usei o nome do filme "Jogos, Trapaças e Dois Canos Fumegantes" para escrever um post.

Sinceramente não achei o filme tão bom como os dois citados acima, ou ainda, com "Snatch", mas mantendo minha paciência e com muita atenção aos detalhes, percebi que esse filme de Guy traz uma mensagem, que apesar de bem complexa, é fodástica!

O filme trata sobre o Ego, aquele mesmo estudado por Freud e Jung, mas que com a abordagem de Guy Ritchie e com os efeitos "Rock'n Roll" do cinema, fica acessível à compreensão de qualquer um.
Calma!
Não temos no filme, a briga entre ID e SUPEREGO, mediada pelo EGO.
O filme tenta apenas abrir os olhos daqueles que não conhecem o Ego e portanto não conseguem trabalhá-lo e monta uma estratégia para que separemos este de "nós".

Vejam alguns trechos marcantes:

Há algo sobre você mesmo que você não sabe. Algo que você nega existir. Até ser tarde demais para fazer alguma coisa a respeito. É o único motivo pelo qual você levanta toda manhã. O único motivo pelo qual você aguenta o chefe intragável, o sangue, o suor e as lágrimas. É o porque você quer que as pessoas saibam o quanto você é bom, atraente, generoso, engraçado, maluco e inteligente. Tenha medo de mim ou me reverencie. Mas por favor, me considere especial. Compartilhamos um vício: a necessidade de aprovação. Todos nós queremos um tapinha nas costas e o relógio de ouro, o grito da torcida. Olha só o garoto inteligente com o brasão polindo o troféu. Continue brilhando diamante maluco! Afinal somos macacos de terno, implorando pela aprovação dos outros. Se soubéssemos disso, não faríamos isso tudo. Alguém está escondendo isto da gente e, se tivéssemos uma segunda chance, você perguntaria: por quê?

O ego é o pior dos trapaceiros em que podemos pensar, em que podemos imaginar, porque você não o vê.

O problema é que o ego se esconde no último lugar em que você procuraria: em si mesmo!

Ele disfarça os pensamentos dele com os seus pensamentos e os sentimentos dele com os seus sentimentos. Você acha que é você.

As necessidades das pessoas de proteger seus próprios egos não conhece limite. Elas mentem, roubam, enganam, matam, fazem o que for preciso para manter o que chamamos de fronteiras do ego.

As pessoas não têm idéia de que estão numa prisão, não sabem que há um ego, não conhecem a diferença.

Primeiro, é muito difícil para a mente aceitar que há algo além dela mesma. Algo mais valioso e mais capaz de discernir a verdade em si.

Na religião, o ego se manifesta como o demônio e, é claro, ninguém percebe o quanto o ego é esperto porque, ele criou o demônio para que você culpe o outro.
Ao criarmos este inimigo externo imaginário, criamos um inimigo de verdade para nós mesmos e isto se torna uma ameaça real para o ego, mas isso é também criação do ego.
Não existe nenhum inimigo externo, não importa o que a voz na sua cabeça diga. Toda a percepção do inimigo é a projeção do ego como inimigo.

O seu maior inimigo, é a sua própria percepção, sua ignorância, o seu ego.


Tudo bem que parece ter corrido um pouco do meio pro fim, mas tirando meu lado crítico de cinema de cena, viajo apenas na mensagem do filme. Me lembro muito o "Clube da Luta", mas prefiro "Revolver".
Me fez pensar no quanto me acho "poderoso" e no bloqueio ao poder que isso pode me trazer.

terça-feira, 1 de junho de 2010

Quem lê o Blog sabe que tenho uma empresa no segmento de biscoitos artesanais. É um segmento bom de atuar, pois quase todos seus concorrentes são amadores e/ou informais, mas ao mesmo tempo que isso pode ser uma vantagem, pode também ser uma ameaça ao consumidor e às empresas que investem em transparência, ética e excelência.

Biscoitos artesanais são produtos deliciosos, daquele tipo que mesmo quando você está sem fome, não resiste em comer um ou dois... ou um pacote inteiro. E honestamente (É sério!), meus produtos são os melhores de Minas!
Porém como o segmento ainda é muito amador, não conseguimos transferir o real valor do produto para o preço nas gôndolas. E por este motivo, trabalhamos com margens mínimas, que por consequência torna nosso lucro totalmente dependente da escala.

Pra complicar mais ainda, a concorrência ilegal vem agindo sem punição alguma! Vivem na ilegalidade e puxam nossos valores e nossos preços para baixo.

Mas contra isso já venho brigando a muito tempo. O que me motivou a escrever esse post, foi ver a "cara de pau" de um concorrente ao baixar o peso de seus produtos, para não mexer no preço.
Até aí tudo bem, pois trata-se de uma estratégia. O problema é que os consumidores não foram avisados!
A Lei Estadual 14.689/2003, tem o seguinte comando: "A alteração efetuada no peso, no número de unidades ou no volume contido em embalagem de produto comercializado no varejo será divulgada pelo fornecedor, no local de venda da mercadoria".

No varejo da Grande BH todos fazem o que querem! E o consumidor, com o qual as empresas corretas têm o maior cuidado, são lesados e nem se dão conta disso.
O grande trunfo é que empresas desse tipo, que lesam o consumidor, não conseguem entrar nas grandes redes de varejo e por isso não incomodam tanto empresas como a minha.

Só que fico muito "putho" de ver que todo o esforço que faço para transferir o real valor de meu segmento para o Mercado, é avacalhado por empresas que não dão a mínima importância ao consumidor!

Enquanto o pequeno empreendedor não souber que sua missão deve ser totalmente voltada aos seus consumidores, à satisfação deles, à melhora na vida deles, jamais teremos o valor justo do que oferecemos em nossos preços.

E como o Blog é meu, darei nome aos bois! O fornecedor que está lesando os consumidores na Grande BH chama-se BISCOITOS SÔ MINEIRO, cujos produtos tinham o peso líquido de 400g e agora estão com 350g, o que quase não muda a aparência na gôndola e que por consequência, já que o consumidor não foi avisado, lesa este em 50 gramas em cada pacote, ou seja 12,5% do produto a menos!

Recebi um convite para uma loja virtual de elite na web. Trata-se do site BrandsClub.
É um site de compras, onde você compra tudo no cartão de crédito, mas seu diferencial fica por conta das marcas disponibilizadas... só as tops internacionais!
Todo mês eles selecionam algumas marcas e colocam tudo em promoção, dividindo em até 6 vezes no temido cartão de crédito!

Logo quando recebi o convite, me deu uma preguiça danada de me cadastrar, mas depois de uma semana eu tomei coragem e fui olhar. Após me cadastrar, me deparei com uma promoção da Adidas com 70% de desconto!!! E muitas das peças que vi no site, eu nunca havia visto nas lojas nos Shoppings de BH.

A partir daí passei a entrar pelo menos uma vez por semana pra dar uma olhada e claro que indiquei para meus amigos!
A única pessoa que não posso indicar é minha esposa! Ela surtaria ao ver as bolsas e perfumes das melhores marcas do mundo.

Resumindo, vale a pena se cadastrar e passar a conferir as promoções. Mais cedo ou mais tarde, você verá aquela promoção imperdível e aí é só comprar!

Siga o link e conheça o site:
www.brandsclub.com.br