segunda-feira, 7 de junho de 2010

Revolver (Filme) e o Ego

Share & Comment

Em "Revolver", mais uma vez o diretor Guy Ritchie me surpreendeu! Já havia escrito aqui sobre o filme "Rocknrolla" e já usei o nome do filme "Jogos, Trapaças e Dois Canos Fumegantes" para escrever um post.

Sinceramente não achei o filme tão bom como os dois citados acima, ou ainda, com "Snatch", mas mantendo minha paciência e com muita atenção aos detalhes, percebi que esse filme de Guy traz uma mensagem, que apesar de bem complexa, é fodástica!

O filme trata sobre o Ego, aquele mesmo estudado por Freud e Jung, mas que com a abordagem de Guy Ritchie e com os efeitos "Rock'n Roll" do cinema, fica acessível à compreensão de qualquer um.
Calma!
Não temos no filme, a briga entre ID e SUPEREGO, mediada pelo EGO.
O filme tenta apenas abrir os olhos daqueles que não conhecem o Ego e portanto não conseguem trabalhá-lo e monta uma estratégia para que separemos este de "nós".

Vejam alguns trechos marcantes:

Há algo sobre você mesmo que você não sabe. Algo que você nega existir. Até ser tarde demais para fazer alguma coisa a respeito. É o único motivo pelo qual você levanta toda manhã. O único motivo pelo qual você aguenta o chefe intragável, o sangue, o suor e as lágrimas. É o porque você quer que as pessoas saibam o quanto você é bom, atraente, generoso, engraçado, maluco e inteligente. Tenha medo de mim ou me reverencie. Mas por favor, me considere especial. Compartilhamos um vício: a necessidade de aprovação. Todos nós queremos um tapinha nas costas e o relógio de ouro, o grito da torcida. Olha só o garoto inteligente com o brasão polindo o troféu. Continue brilhando diamante maluco! Afinal somos macacos de terno, implorando pela aprovação dos outros. Se soubéssemos disso, não faríamos isso tudo. Alguém está escondendo isto da gente e, se tivéssemos uma segunda chance, você perguntaria: por quê?

O ego é o pior dos trapaceiros em que podemos pensar, em que podemos imaginar, porque você não o vê.

O problema é que o ego se esconde no último lugar em que você procuraria: em si mesmo!

Ele disfarça os pensamentos dele com os seus pensamentos e os sentimentos dele com os seus sentimentos. Você acha que é você.

As necessidades das pessoas de proteger seus próprios egos não conhece limite. Elas mentem, roubam, enganam, matam, fazem o que for preciso para manter o que chamamos de fronteiras do ego.

As pessoas não têm idéia de que estão numa prisão, não sabem que há um ego, não conhecem a diferença.

Primeiro, é muito difícil para a mente aceitar que há algo além dela mesma. Algo mais valioso e mais capaz de discernir a verdade em si.

Na religião, o ego se manifesta como o demônio e, é claro, ninguém percebe o quanto o ego é esperto porque, ele criou o demônio para que você culpe o outro.
Ao criarmos este inimigo externo imaginário, criamos um inimigo de verdade para nós mesmos e isto se torna uma ameaça real para o ego, mas isso é também criação do ego.
Não existe nenhum inimigo externo, não importa o que a voz na sua cabeça diga. Toda a percepção do inimigo é a projeção do ego como inimigo.

O seu maior inimigo, é a sua própria percepção, sua ignorância, o seu ego.


Tudo bem que parece ter corrido um pouco do meio pro fim, mas tirando meu lado crítico de cinema de cena, viajo apenas na mensagem do filme. Me lembro muito o "Clube da Luta", mas prefiro "Revolver".
Me fez pensar no quanto me acho "poderoso" e no bloqueio ao poder que isso pode me trazer.
Tags: ,

Escrito por

Twitter | Facebook | João Homem é autor do Blog Dinheirologia, empreendedor, investidor e geek. Especialista em empreendedorismo, proprietário da Homem Holding, consultor, aventureiro e apaixonado por economia e filosofia.

9 comentários:

  1. Somos apenas macacos de terno!

    Eh uma mensagem legal e louca que o filme passa.
    O filme eh dificil de ser entendido a primeira vista, parece mais uma história de gangsteres. Mas vc perceber pelos pensamentos dos personagens, principalmente pela grande atuação do Jason Statham e do Ray Liotta, o que se quer passar. Que ultrapassa o contexto da violencia, e passa para aquilo que queremos aquilo que damos valor, o que nem sempre eh o necessário. Eh o controle da mente, um controle que o homem nao dominou totalmente, o que, com essas ultimas gerações parece ter perdido de vez, com a cultura de consumo e beleza que tem por aí. Quando não alcançamos isso parece que tudo se perde, mas é só o nosso ego reclamando e nos dominando.
    Grande Filme

    ResponderExcluir
  2. Adorei o filme e tudo, mas eu não entendi a cisão que os diálogos apontam quando falam de uma existência fora do ego, como? afinal o que seria o "Eu" sem o ego?

    ResponderExcluir
  3. acreditem em uma madrugada de desespero pedi na Deus que me mostrasse um caminho em minha vida pois estava em uma grande confusão em minha cabeça ... as 3:30 levantei da cama liguei a tv por um acaso assisti o filme entendi a mensagem acordei com outros penssamentos ... no dia seguinte comprei o filme assisti diverssas vezes dicirmi boa parte dele ... comecei a entender que eu estava no jogo como vitima... conheci meus adversarios em 15 dias reverti minha posição e tomei uma decisão grandiosa em minha vida.
    acreditem Deus existe e o mal tambem ... e digo com firmeza o mal tem nome agora e pra mim se chama ego e hoje eu o controlo bem melhor

    obrigado Guy que Deus lhe abençoe

    Adriano Santos

    ResponderExcluir
  4. Abrace a dor e ganhe o jogo! Machuque o ego, nao dando-lhe o que ele deseja e ganhe a liberdade!

    ResponderExcluir
  5. bom e vi so o final desse filme revolver acho que tem um com a mesmo fato que se chama instinto secreto muito bom, esse tal de egocentrisimo que eu conheço e foda cara tem que saber lidar com ele. porque a minha triste realidade e nao poder confiar na minha velha maneira de pensar e muito loco esse lance vou comprar esse filme revolver deve ser muito bom abrçs fiquem com Deus...

    ResponderExcluir
  6. Muito bom o Guy RItchie!

    ResponderExcluir
  7. gostei demais desse filme! Muito inteligente! Pena tê-lo assistido muito tarde e com sono, cochilei em algumas partes. Mas, como nosso amigo disse, Deus fala com a gente através de muitas maneiras. Sou missionário, e como todo missionário verdadeiro, tenho encontrado muito de perto minhas misérias, e o impostor que vive em mim (leiam este livro "o impostor que vive em mim"). Somos vítimas de nós mesmos. Respeito a visão do autor do filme e de muitas pessoas que não creem na existencia do demônio. Fico com a Igreja Católica que diz que todo aquele que não entende o demônio como um ser personificado, um anjo mau e existente e atuante, está fora da fé católica. Mas também a atitude de demonizar tudo e todos está muito errada na maioria das vezes. O demônio não tem poder algum se não o damos. E penso que damos poder a ele quando não olhamos pras nossas misérias e não entramos em contato com o que freud chama de ego, que não pode ser tão categorizado, mas de alguma forma ele existe. E, se não ficamos espertos, e não o controlamos, ele pode, como um amigo mais próximo ser na realidade nosso maior inimigo disfarçado de amigo. Mas como disse a fala do cara no filme, "abrace sua dor" vejo que o abraçar a dor, significa muito, e não dá pra resumir. Porém isso pra mim é olhar pra tudo o que é feio e mau dentro de mim, e como Anselm Grum diz em seu livro "convivendo com o mal", preciso parar de fugir do mau, e aprender a conviver com ele por perto, sem compactuar com o mesmo. O grande segredo é a fala do filósofo Sócrates "conheça-te a ti mesmo", e fazer uma longa jornada de aprendizado, observação de comportamento e criarmos assim o verdadeiro autodomínio, o domínio do ego. Ele não é tão mau assim, se o controlamos. é como um cão. Se o alimentarmos direito, e adestrar-mo-lo, pode se tornar nosso maior e fiel amigo. Cachorro está amigo do dono, com dinheiro ou sem, com tudo ou com nada. é fiel e ponto. Assim, devemos fazer as pazes com nosso ego.
    Abraço a todos, e bom filme aos que não viram ainda!

    ResponderExcluir
  8. Realmente o nosso maior amigo e inimigo é nós mesmos. Tudo depende do ponto de vista, prever as consequencias e escolher o certo conhcer a si mesmo, pois todos seres humanos são iguais fisicamente, mas o que os diferencia e o define é a forma que se pensa. a nossa vida se resume a escolhas e mesmo quando ñ escolhemos, estamos escolhendo ñ escolher. tentei falar sobre o ego em uma materia que publiquei no blog OE,

    caso alguem queira ler mais sobre o ego ...
    http://oraextra.blogspot.com.br/2010/10/i-like-myself.html

    ResponderExcluir
  9. O filme concerteza trata da nossa vida, como ela é e sempre será, essa é a realidade, so que as pessoas tentam mentir até pra si mesma que tudo é bom e tem solução, mas nem tudo tem essa tal solução, mas também não podemos perder a vontade de lutar e de sonhar...
    (Eles) Atacam diretamente o cérebro, por isso contratam pessoas extremamente inteligentes no ramo de (como o pensamento humano) funciona!
    Mac Donals, Coca-Cola,Microsoft,Nike, Pool, Calvin Claim, Marllboro Todas as empresas gigantescas usam essa arte-manha, Gestos, palavras, cores, tudo infuencia o nosso égo, mesmo que nossos olhos e ouvidos não cáptem a menssagem.

    E os jovens de hoje e os do futuro vão se perguntar e daí?

    O mundo está condicionado apenas a 2 coisas, ganhar dinheiro e gastar dinheiro com coisas banáis, como carro, roupas, baladas.
    Estudo e moradia fica em seundo plano.
    O sistema-governo aderiu isso e paga para a mídia implantar isso em nossas mentes, e assim o fazem e assim conseguiram, já que 92% do planeta é controlado pelo verdadeiro inimigo e que estes 92% nem se quer sabe que ele existe.
    Encerrarei com a pergunta:

    Quem é o verdadeiro inimigo do povo, da massa?

    ResponderExcluir

Escolha bem suas próximas palavras! hehehe
Brincadeirinha!

 

Empreendedorismo Online

Investigação MMN's

Faça parte do nosso grupo!

Por que nos contratar?

Criamos soluções para seu negócio. Iniciamos um novo negócio ou projeto junto com você. Tudo isso de forma prática, sem blábláblás teóricos demais. Alinhamos o conhecimento teórico à nossa experiência prática. Aperte o botão e comece já! Faça contato
Copyright © Dinheirologia $ | Designed by Templateism.com