BREAKING NEWS

segunda-feira, 30 de novembro de 2009

Sempre tentei desenvolver meus funcionários, que na verdade não gosto de chamar de funcionários e sim INVESTIDORES.
Ultimamente venho pensando em desenvolver mais o RH da empresa com idéias próprias, para que minha filosofia de desenvolvimento humano vire a filosofia da empresa. Na verdade não tenho mais um departamento de RH e sim um Departamento de Capital Intelectual. Um nome bonito que de nada servirá se não for desenvolvido.

Daí pensei: Tudo começa com um objetivo!
Para dar aos funcionários seus próprios objetivos, mandei fazer um quadro com o organograma das áreas da empresa e outro com os cargos da mesma. O departamento de Capital Intelectual tem a obrigação de manter os honorários de todos os cargos em livro aberto a todos os funcionários, nesse livro inclui até o meu "salário" que pode servir de meta para alguém que deseje ser nosso Diretor Presidente.

Em todas as reuniões, eu ainda friso que em nossa empresa, o funcionário é quem decide qual será sua função. Basta ele me apresentar um projeto com os benefícios que a empresa terá, um orçamento da nova área e seu salário.
Isso porque talvez o funcionário tenha um talento para determinada área, que ainda inexiste na empresa.

É uma idéia bem simples para o empreendedor, mas que muda a visão do funcionário para com a empresa. O bom é que a idéia é viável para pequenas empresas também!

Muitas idéias nessa área estão pipocando em minha cabeça e entre elas, vejo soluções até para a comunidade, trabalhando assim a área social da empresa também.

Gosto de ajudar as pessoas a se desenvolverem e até então só fazia isso por aqui, pelo Blog Dinheirologia e alguns Fóruns, mas agora quero mais! Quero ver aquela pessoa que nunca teve a esperança de fazer grandes vôos, começar a sonhar e batalhar por seus objetivos, sabendo que é possível!

Nasci pelado e agora estou aqui, estruturando minha vida para conquistar grandes feitos, imaginem s entre estes grandes feitos, estiverem presentes revoluções nas vidas de mais pessoas?!? Não quero vida boa só pra mim! Quero vida boa pra quem eu conseguir atingir...

Ok! Comecei a me empolgar de novo! Mas não duvidem de mim...

sexta-feira, 27 de novembro de 2009

Todos estão vendo que não estou escrevendo todos os dias, que minha vida está muito corrida e louca. Beleza!
Mas hoje ensinarei como escrever um post sem conteúdo útil correndo!

Primeiramente, ontem me abdiquei de trabalhar a partir das 15 horas e fui ao cinema tomar Coca Cola e assistir Lua Nova pela segunda vez.
De vez em quando é bom que os tomadores de decisão façam isso, ou algo do tipo. Isso ajuda a clarear as idéias.
Sem contar que antes passei na empresa de meus amigos e ri um bocado, coisa que estava precisando fazer também.
A Coca Cola estava maravilhosa! Já o filme Lua Nova ficou bem abaixo de minhas expectativas, haja visto que o livro de mesmo nome foi o melhor livro que já li em minha vida. Talvez por isso eu tenha escolhido fazer um repeat ontem, pra dar uma segunda chance ao filme...

Só quando deixei de pensar em ser vampiro e fui me sintonizar aos meus objetivos novamente que fiquei sabendo da barrigada que o Fundo... (fundo o cacete!) ... que Dubai está dando em geral!!
Legal isso, pois a pouco tempo eu falava com o meu irmão sobre a ostentação louca que paira sobre aquele lugar!
Pelo menos foram bem espertinhos. Se vai dar o cano, dá direito, tipo algumas dezenas de bilhões.
Tenho muito pra falar sobre isso!

Pois é, me desculpem os leitores, mas estou ralando muito e por causa disso terão mais histórias para ler aqui no futuro, sem contar que a história terá um final feliz!

quarta-feira, 25 de novembro de 2009

O Fluxo de Caixa ou Fluxo de Dinheiro é fundamental para qualquer empresa, de qualquer tamanho e embora possa ser simples e fazer, deve ser preciso e sua gestão está longe de ser simples. Sua análise é complexa e as decisões estratégicas sobre ele devem ser minimamente calculadas.

Minha empresa estava em pleno vôo! Todas as portas em um longo corredor abertas, oportunidades jamais vistas... fiquei tão ludibriado que quando me virei pra fechar a porta pela qual estava saindo, vi que estava tudo bagunçado!
Agora vou tentar manter as portas no corredor abertas, mas vou focar em arrumar a casa primeiro, pra depois voltar a voar pelo corredor.

A bagunça que visualizei é exatamente em meu Fluxo de Caixa.
Deleguei a função e confiei nas competências pessoais antes mesmo de confirmar tais competências. Resultado: Fudeu tudo! hehehe
Culpa minha!

Agora estou controlando o estrago e já consertando todo o sistema para o futuro. Venho treinando um funcionário só pra isso também e este funcionário cursa Gestão Financeira na faculdade. Maravilhoso né?! Não. É na prática que as decisões valem dinheiro e não nas provas. Daí um estudante usa o que aprendeu com seu professor e esquece a lógica.

Como não sou formado em nada, sempre usei a lógica, ou pelo menos usei a lógica para entender as fórmulas e creio que este seja meu diferencial. Se aquela fórmula existe, é porque existe uma lógica por trás dela! Simples assim.

Mas voltando ao Fluxo de Caixa, a maioria já conhece o básico:
Começamos com um Saldo Inicial, daí temos as Entradas (recebimentos), as Saídas (pagamentos) e apuramos o Saldo Operacional que nada mais é que o total de entradas subtraído pelo total de saídas. Depois apuramos o Saldo Final que é o Saldo Inicial somado ao Sado Operacional.

Isso é o básico e pode ser feito até mesmo em um caderno ou agenda.
Hoje em dia muitos usam os poderes do Excel, que ajuda e muito os pequenos empresários e todos empreendedores.
Nessa planilha, é bom que contenha dois Fluxos em um, que seria o Fluxo de Caixa Previsto e o Fluxo de Caixa Realizado. Se for fazer isso em um caderno, serão necessários dois cadernos, um para Previsto e um para Realizado.

A previsão de Fluxo é tão importante quanto o Fluxo realizado. É com essa previsão em mãos que você poderá tomar decisões estratégicas, tanto para cortes, compras, investimentos e etc.
Como já disseram antes de mim: O que não é medido não pode ser controlado.

Para lançar todos os campos da previsão, sem ter que fazer uma projeção, que complicaria mais um pouco, use uma média dos lançamentos passados, tanto nas entradas como nas saídas. Porém alguns lançamentos podem ser reais, como pagamentos fixos de aluguéis, prestações e etc. Outros também dependem do prazo de seus fornecedores e do período de sua previsão.

Eu costumo fazer uma previsão para os próximos 12 meses, mesmo que quanto mais longa é a previsão, maior é a Margem de Erro. Tomo decisões em cima dos próximos 3 meses e uso os demais para analisar projetos.

Em breve disponibilizarei na Área de Downloads aqui do Blog, uma planilha que eu mesmo estou desenvolvendo para consertar o Fluxo de Caixa de minha empresa e que poderá ajudá-los também!

Ps.: Desculpem a demora pra postar, mas é porque meu notebook tinha dado um pau fudido!

sexta-feira, 20 de novembro de 2009

Você encontrará muito material disponível citando a importância dos clientes, que hoje em dia tudo começa deles, todos os ciclos e cadeias.
Mas sou categórico em afirmar que os fornecedores têm uma "taxa de importância" igual à dos clientes.
Muitos podem me apedrejar, mas penso assim e se você não estiver muito bem fundamentado em uma opinião contrária, não mudarei de idéia.

Vamos pensar da seguinte forma:
Separamos nossas relações entre amigos e colegas.
Colegas são as pessoas que estão ao seu lado em ambientes comuns e que só servem para os momentos neutros ou bons.
Já os amigos são aqueles do tipo "pau pra toda obra". Estão com você o tempo todo, mesmo que não se faça presente fisicamente. São com eles que você conta num momento ruim e são neles que você pensa logo que tem uma boa notícia pra contar.

Dessa forma, podemos dizer que seu cliente é seu colega e seu fornecedor é seu amigo!

Claro que existem exceções à regra, mas isso é fato!
Logicamente, ao momento que você é fornecedor de seu cliente, este automaticamente passa a considerá-lo um amigo, mas isso não muda a classificação dele de colega sob seu ponto de vista.

Viagem né!? rs

Mas é isso, pois nas horas difíceis, são seus fornecedores que seguram, ou tentam segurar sua onda.
Não adianta pedir para o cliente vender mais seu produto porque está num momento difícil, muito menos pedir para que lhe pague à vista.
Por outro lado poderá alongar prazos com seus fornecedores, renegociar dívidas, pedir bonificações e etc.

Analisando esta tese, me respondam:
Por quê a maioria dos micro e pequenos negócios não tratam melhor seus fornecedores?
Ou melhor...
Por quê as empresas não tratam seus fornecedores da mesma forma que tratam seus clientes?

Temos que estreitar os relacionamentos com nossos fornecedores, temos que ajudá-los a lucrar mais, a crescer e a conseguir te ajudar mais. Temos que agregar valor às nossas relações com os mesmos e embora como disse, todos os ciclos e cadeias partem dos clientes, os fornecedores são os pilares de todos os ciclos e cadeias.

Se você acha que isso tudo é viagem, tudo bem. Mas se você for meu cliente, saiba que sou mais importante pra você (amigo) do que você é pra mim (colega)!

Ps.: Se você for mesmo meu cliente, saiba que te amo mesmo assim!

quarta-feira, 18 de novembro de 2009

Meu amigo Alex Prado postou este vídeo lá no Clube do Pai Rico e embora seja curto, é muito bom. Fala sobre empreendedorismo de forma curta, superficial e direta.
Vale a pena assistir...


terça-feira, 17 de novembro de 2009


Essa é uma questão que passa na cabeça de muitos empreendedores e empresários.
De repente aparece aquele funcionário que se destaca na empresa e por consequência, seu trabalho começa a ser reconhecido pela equipe, pelos clientes, fornecedores, até que por fim ele se dá conta de que é "foda".

Sabem qual é o segredo para reter este funcionário em sua empresa?

O primeiro passo é fazer o que sempre afirmei aqui no Blog. Sempre que for contratar um funcionário, serviço ou apresentar algo a um cliente, deve-se trocar os verbos "contratar" e "apresentar", pelo verbo "VENDER"!
Você deve vender a sua idéia, sempre!
Não contrato funcionários, nem serviços de qualquer tipo, como bancos que derramam dinheiro em cima da empresa e muito menos vou a um cliente mostrar meu produto.
Eu consigo investidores. Apenas isso! Todos os funcionários, bancos, terceirizados e clientes devem investir em sua idéia. Fazendo isso, eles se sacrificam em uma fase inicial, para obterem bons retornos no futuro.

Fazendo isso, você já tem meio caminho andado no caso de uma descoberta "inside company". Daí faltará apenas um passo:
Descobrir que o indivíduo é um talento e recompensá-lo, antes mesmo que ele se descubra!
E quando eu falo em recompensar, não estou me referindo apenas ao lado financeiro da coisa, mas também ao reconhecimento por meio de elogios, agradecimentos, delegação de poder, planejamento de carreira e metas desafiadoras.

Assim você provavelmente conseguirá reter o talento ao seu lado.

O problema fica pra quando o talento já vem pronto de fora.
Disso eu não posso falar muito, pois nunca contratei um talento que já sabia que era um talento (capicce?!).
Prefiro desenvolver novos talentos dentro da empresa, mas creio que as mesmas regrinhas descritas acima, podem aumentar a probabilidade deles ficarem com você.
O problema aqui é que na contratação de um talento, este já chega caro e portanto sua margem para negociar sua remuneração cai drasticamente.

Ps.: Desculpem por minha ausência! Tô trabalhando feito um louco em cima do Fluxo de Caixa da empresa e de nossa expansão. Tô até parecendo gente grande, cheio de reuniões importantes, uso de influência e discursos técnicos...

quarta-feira, 11 de novembro de 2009


Rapaziada do Blog, voltei a malhar!!!
Que alívio! Não estava aguentando ver minha força indo embora, os músculos eu nem lembrava mais como eram e meu condicionamento físico como jamais esteve.

Voltei empolgado! Malhando com meu mesmo estilo antigo (Maromba Rules!), mas com 25% dos pesos que aguentava.
Meu tempo está muito curto e fico me cobrando produtividade o tempo todo, 24 horas por dia. Mas de que adiantaria tanto esforço, se quando eu atingisse meu objetivo eu não tivesse saúde para desfrutar dele?

Por isso voltei pra academia! Não basta ser rico, tem que ser rico e gostoso! Hehehe

É bom e ruim ao mesmo tempo, sentir dor em todos os músculos de seu corpo, devido aos esforços físicos. Por outro lado, é péssimo ver meu percentual de gordura que desde os 10 anos se manteve entre 11 e 13%, atingir inacreditáveis 20%!!!

Nessa fase inicial do processo, estou me sentindo o "quase-tio" na academia, mas assim que recuperar minha força, serei o Mr. Guincho novamente! Hehehe
...

Hoje estava pensando no que postar durante a semana e fiquei sem assunto, pois algumas coisas que estou fazendo agora, não podem ser divulgadas por enquanto. Daí queria saber se alguém tem alguma sugestão de assunto. Fiquem a vontade para comentarem.
Aliás, passa uma pá de gente aqui todos os dias e poucos comentam, talvez por medo de perguntar alguma coisa. Por isso que volto a lembrar: Fiquem à vontade!

Ah! Zé! Você m pediu em um comentário que lhe dissesse a taxa de juros que consegui nos bancos. Falo pra você assim que concretizarmos o negócio.
Adianto que deverá ser uma taxa baixa o bastante, para que (se quisermos) possamos conseguirmos bons spreads no Mercado Financeiro.

terça-feira, 10 de novembro de 2009

Sei que o caso da Uniban já tá cansando, mas esse foi um exemplo prático de como destruir uma empresa com apenas um ato! Neste caso, pela decisão de expulsar a aluna.

Que burrice!!!
Quem é este reitor?!?

Ele teria tempo para avaliar tudo e julgar de maneira política, como todo líder deve fazer, só que não, o cara (ou "a" cara) foi influenciado por aquela nuvem de emoção inexplicável que rondou aquele lugar e simplesmente tomou uma das decisões mais burras de sua vida.

Não vou julgar o que aconteceu por lá, pois eu não estava presente, sendo que nada justifica o que vi nos vídeos, exceto se a menina do vestido rosa tivesse matado uma criancinha ou gritado "Mengôôô" na torcida do Galo no último jogo.

Decidi escrever sobre o ato que ao meu ver destruiu a empresa.
Pelo que li, a decisão foi tomada por um conselho, 15 dias após o ocorrido e depois que tudo veio à tona, tacaram a culpa na "pessoa física" do reitor Heitor Pinto Filho.
Claro pois para tentar salvar a empresa, terão que sacrificar alguém importante.

Lamentável que mesmo com 15 dias para avaliarem, os responsáveis pela empresa não pesaram o que poderia dar errado!
Sempre pense no que pode dar errado! Fica a dica.

Agora uma coisa é certa: O que causou aquele movimento taliban foi a inveja da mulherada e incompetência ou "nojinho" (Uiii) dos homens presentes.

segunda-feira, 9 de novembro de 2009

Pessoal, como podem ver, meu tempo está escasso. Minha fase está tão boa e ao mesmo tempo tão intensa, que minha cabeça não para! São 24 horas por dia, 7 dias por semana, sem parar, sem desligar!

Acho isso ótimo, pois estou totalmente focado.
São em momentos como esse que consigo extrair o melhor de mim, de meus comandados e de meus stakeholders.

Meu ex-R.P. e agora, Diretor de Relacionamentos, está hospitalizado e isso está me demandando mais tempo ainda.
Como disse no post anterior, estive com o Vice-prefeito em uma ocasião e em outra oportunidade, me reuni com o Secretário de Desenvolvimento Econômico e o Diretor de Projetos. Todos eles me mostraram uma coisa: Minha empresa não deve sair desta cidade!
O governo municipal, quer realmente desenvolver a cidade ao máximo e por isso, mantêm um canal de relacionamentos muito aberto e acessível a qualquer empresário, seja de qual tamanho for.
Não imaginava que fosse assim!
Não estou dizendo que fazem falcatruas para ajudar a alguns. O que eles fazem é simplesmente tratar bem o empresário e ajudar e agilizar seus processos que competem ao município.

Maravilhoso!
O governo finalmente ajudando.

E enquanto tudo acontece, fico escutando todos falarem que sou muito inteligente, superdotado, gênio e etc, coisas que de fato não sou!
Creio que eu tenha uma inteligência muito diferente e limitada, pois ao mesmo tempo que sou muito inteligente para umas coisas, com testes de Q.I. batendo acima de 140, sou mais burro que uma porta para outras.
Agora para os que mesmo assim, insistem em me taxar com estes adjetivos, deixo a receita de minha inteligência:
...
FOCO!
...

É quando estou totalmente focado, que consigo realizar coisas dignas dos adjetivos citados. Sem foco, não consigo nem montar um quebra-cabeças.

Portanto queridos leitores, me desculpem, mas como disse no Twitter, estou prestes a subir mais um degrau e por isso, estou totalmente focado, o que me deixa um pouco sem tempo para relatar o que acontece aqui.

Mas se querem que este Blog realmente termine com um final feliz e que eu mostre em tempo real o que fiz para enriquecer, deverão ter paciência em momentos como esse.

quarta-feira, 4 de novembro de 2009

Quem diria?... João Homem, um moleque muito pobre, magrelinho e barrigudinho, participando de reuniões com os "poderosos".
O que pensariam essas pessoas que ficam escutando entusiasmadas, tudo o que minha boca consegue jogar pra fora de forma bem mais lenta que meu cérebro, se me vissem subindo em minha Honda Biz para ir embora?!?

Montei uma equipe de ataque tremenda! Tenho um R.P. que capta todos os contatos que precisamos e alguns a mais, um diretor comercial muito empenhado para vender a empresa e por fim, chega eu, pra falar umas palavrinhas difíceis, mostrar alguns índices e influenciar a confiança dos futuros parceiros. Essa receita está se mostrando infalível!

Me reuni ontem, com o vice-prefeito da cidade onde a empresa está instalada, pagando aluguel em uma área que daqui a pouco não nos caberá mais.
Fui com as "costas quentes", indicado por um deputado, resolver um problema com o alvará de funcionamento da empresa, que está travado na secretaria por pura burocracia.

Entrei em sua sala com este objetivo, mas saí de lá com uma reunião marcada com o Secretário de Desenvolvimento Econômico, que aprovará uma área 8 vezes maior que a atual, para construirmos nossas próprias instalações. Tudo para ajudarmos a cidade a desenvolver para o lado geográfico certo, gerando empregos e renda.
Consegui o auxílio da Caixa Econômica Federal e BNDES também. ...
Tudo é tão lindo! rs...

terça-feira, 3 de novembro de 2009


É com um grande atraso que trago a vocês o que pude observar na Superminas 2009, que ocorreu em Belo Horizonte nos dias 20, 21 e 22 de outubro.

Primeiro deixo uma dica a todos os leitores:
Independente de qual o seu setor, esteja sempre atento e presente nas feiras e eventos referentes a ele. Isso é primordial para os negócios.
Já começarei a agendar viagens para feiras em outros estados e no exterior, tamanha é a importância destes eventos.

Vá sempre em equipe. A equipe deve ser composta por você, que analisará as novas tendencias e oportunidades, um Relações Públicas, para atrair e captar o máximo de contatos possíveis e um diretor comercial, para fechar negócios.

Já participei de outras duas Superminas, mas sempre fui sozinho e o máximo que fiz foi trocar cartões.
Dessa vez foi o máximo!

Montei minha equipe e fomos sem cortesias ou pré-inscrições.
Chegando lá vimos que teríamos que pagar 60 contos para as 3 entradas, mas então rapidamente nosso RP tirou seu celular do bolso e começou a fazer inúmeras ligações.
Em 15 minutos ele estava conversando com o diretor da empresa responsável pelo evento. Daí depois de mais uns 10 minutos, vi meu RP e o tal diretor abraçados, dando boas gargalhadas.
Depois disso foi só preencher uma fichinha e pegar nossos crachás!

Nos separamos durante a feira, cada um com seus objetivos ja traçados e fomos a caça, mantendo contato constante pelos celulares.

Pra variar, nosso RP conseguiu uma mesa para nós, numa área VIP de uma grande empresa mineira, para que levássemos nossos contatos para conversar e fechar negócios, enquanto nos serviam gratuitamente salgados e bebidas.

A Feira foi muito boa para fazermos novos contatos, mostrarmos para os contatos anigos "nossa moral", sim pois aquela área VIP não era pra qualquer um (mesmo que eu não tenha gasto um único centavo com ela) e para ver as tendências dos grandes varejistas.

O mais engraçado é ser tratado como um Poderoso Chefão num lugar desses e depois pegar minha Bizinha pra ir embora! (rs)