BREAKING NEWS

terça-feira, 18 de dezembro de 2012

Sim, existe uma Regra do Dinheiro! Não vim falar de algo mirabolante e também não estou vendendo um programa de MMN ou afiliados e etc. Só quero te dizer que existe uma regra do dinheiro. Estudo sobre dinheiro há 6 anos de maneira teórica e prática, já ganhei e já perdi, já fui considerado um fenômeno e um fracassado. Com isso aprendi a regra!

Bullshit!!! Não é isso!

Trabalhar duro?
Não! Claro que o dinheiro não virá sem sacrifício, salvo algumas exceções, mas deve-se trabalhar duro na coisa certa e não simplesmente trabalhar duro. Meus pais estão na casa dos 60', trabalham duro desde a infância e não têm dinheiro. Portanto, a regra não é trabalhar duro.


É preciso ter o conhecimento necessário para saber em quê e como trabalhar duro.

Então a regra é estudar muito e ampliar seus conhecimentos?
Não! De nada adianta o conhecimento sem coragem e eficácia. Vejo um monte de gente cheio de projetos e totalmente presos em suas zonas de conforto, achando que amanhã será um novo dia para colocarem o projeto em prática, quando deveriam pensar que só existe o hoje.

A regra então seria ser arrojado, corajoso, destemido?
Não! Definitivamente não! Olhem pra mim... Coragem não falta, mas a mesma coragem que me rendeu dinheiro, também me tirou. No jogo sempre perderemos e ganharemos, mas é preciso equilibrar as coisas, para que ganhemos mais do que perdemos.

Ah! Então a regra é equilibrar todos os itens acima?
Háaaa!!! Pegadinha do Malandro!
A resposta é não! Conheço um cara que trabalha duro em tudo que faz, com um QI acima de 130, que tem vasto conhecimento em dinheiro e mercados, que vem num desenvolvimento constante, totalmente destemido para criar, inverter e "ir contra", que vem ficando a cada dia mais equilibrado e eficaz mas que ainda não conseguiu dominar o quase indomável dinheiro.

BRING IT ON MODAFOCA!!!

Pow João, qual é a pinóia da regra então?
A regra tem uma definição bem simples, mas envolve uma complexidade sem dimensões.
A Regra Universal do Dinheiro é:

Comprar por 1 e vender por 2, AGORA!

Pense sobre isso, se puder...

quarta-feira, 12 de dezembro de 2012

O nome Long & Short é muito bonito e passa aquela impressão de operação cabulosa, de caras que entendem mesmo de Mercado Financeiro, coisa de filmes tipo Wall Street e etc, se eu disser “Pairs Trading” então...
Pra mim, o Long & Short é apenas um belo exemplo de como instituições, investidores e gurus não fazem força nenhuma para que a Bolsa de Valores se popularize no Brasil.

Fuck!!! Sei o que é Long Short, agora sou uma lenda de Wall Street!

É uma operação de arbitragem e por ler em alguns livros gringos sobre arbitragem, sendo esta acessível ao pequeno investidor, me atraiu de cara!

A partir de hoje, quando ver a expressão “Long & Short”, leia “Comprado e Vendido”.
Todos os agentes do mercado complicam demais a explicação dessa operação, mas é bem simples... a explicação.
É uma operação casada, onde o investidor espera que os dois papéis escolhidos tenham alguma relação, tipo a operação muito usada de fazer o Long & Short de ações ON e PN.
O investidor ganha na diferença de rentabilidade entre os papéis escolhidos.

Assim ó..
Os dois papéis são escolhidos com a ajuda do ratio, que é a divisão do valor da ação comprada pelo da ação vendida. Quanto maior o ratio, maior a correlação e menor o risco da operação.
Daí pegamos uma média móvel do ratio em um período, para sabermos (tentarmos) o melhor ponto de início da operação.

Inicialmente, o par de papéis segue o seguinte molde: o papel que será comprado (Long) é aquele que esperamos ter uma valorização maior, já o papel que será vendido (Short) é aquele que esperamos uma valorização menor.
Exemplo besta: Se você acha que Usiminas ON vai subir mais que Usiminas PN:
- Long em Usiminas ON (Comprado)
- Short em Usiminas PN (Venda a descoberto = Vende sem ter ação, para recomprar)

Pra mim, trata-se de uma operação dependente da Análise Técnica, onde o que definirá seus ganhos é o timing certo, porém com um risco sistemático menor.

Aqui não tem frufru pow!

Custos
Embora as corretoras incentivem qualquer um a montar uma operação dessas, saiba que não é pra qualquer um, pois o custo da operação é muito alto pra quem não colocar uma grana boa na operação, tipo mais que uns 20k.

Isso porque o investidor paga:
Uma corretagem variável para alugar e vender o papel Short, já que não dá pra fazer essa operação pelo Home Broker;
Uma taxa de aluguel do papel Short;
Três corretagens do Home Broker para a compra do papel Long e mais duas para desfazer a operação.

Ou seja, pra quem montar um Long & Short de 3k, torna-se um custo muito alto, já pra quem montar um de 50k, já não é um custo operacional significante.

Enfim, o resto sobre Long & Short, os aprofundamentos, variações e blablablás, você poderá encontrar nos sites dos gurus da web. Quis apenas dar uma luz!

quinta-feira, 6 de dezembro de 2012

Ainda não sabe como a Alocação de ativos pode te ajudar?

Há poucos dias atrás, escrevi sobre minha lição de não depender apenas de uma fonte de renda e escrevi também sobre o que fazer com seu dinheiro se receber uma boa herança ou ganhar na loteria. Eis então que recebi de presente o material super bem elaborado e didático do meu amigo Henrique Carvalho, o ebook mais completo que já vi! O Alocação de Ativos.

Não estava em minha lista de prioridades ler algo sobre Alocação de Ativos e essa é a parte legal da vida. Às vezes você está muito concentrado olhando para um lado e alguém te cutuca do outro lado...

É uma leitura essencial para quem é ou quer ser um investidor. Sério, chega a ser obrigatório.
Deixar pra ler um material desses só depois que já tiver muitos Ativos é uma besteira boçal, já que esta te ajudará a construir estes Ativos.

Sabe aquela história de não colocar todos os ovos na mesma cesta?
Pois é, este é o livro que te ajudará a saber quantas cestas serão, quantos ovos estarão em cada uma e quais os tipos de ovos em uma e em outra.
Ah, também fala bastante sobre cestas e ovos!
Tudo de formas simples e direta, sem lenga-lenga.

Cliquem aí embaixo e entrem no site do cara! Verão sobre o que estou falando...

O material possui 7 capítulos com informações inovadoras sobre essa estratégia de investimentos ainda pouco explorada aqui no Brasil e que pode ser praticada por qualquer investidor, independente de sua experiência.

No site você irá encontrar:

1. Vídeo explicando os problemas do investimento tradicional e como o eBook ‘Alocação de Ativos’ irá ajudar a superá-los
2. Download grátis de uma amostra do eBook
3. Três grandes benefícios do eBook
4. Conteúdo dos 7 capítulos do eBook
5. Várias Imagens de dentro do eBook
6. Depoimentos de especialistas
Isso apenas no site!

Ah, só uma última coisa...
Adoro coisas com garantia... kkkkkk

Se você por algum motivo ainda estiver na dúvida sobre a qualidade do material, saiba que você pode contar com uma garantia de 30 dias para receber todo o seu dinheiro de volta, caso não esteja satisfeito com o material.

Se seguir esse link e comprar o material ainda ganham outros materiais riquíssimos de brinde!
Vai esperar ganhar na Megasena?

Clique Aqui e quando conversar com o Henrique, diga que foi o João do Blog Dinheirologia que indicou!


Livro: Alocação de Ativos
Autor: Henrique Carvalho
Nota Dinheirologia: 10


Clique na Imagem e compre este livro no Site do autor! Vale muito o investimento!

segunda-feira, 26 de novembro de 2012

Se tem uma lição potencial que aprendi durante esse período de crise (não a econômica internacional e sim a minha), é a de que sempre devemos ter pelo menos duas fontes de ganhos. Sei que acha difícil, que não dá tempo, que perderá o foco, mas saiba que só quando está numa situação como a que estou, que consegue olhar pra trás e enxergar que poderia ter criado fontes de renda simples e com pouco dinheiro.

Enriquecer no modo Hard... Existe outra opção no menu?
Sempre me dediquei muito aos negócios em que trabalhava, com foco total. Como bem me ensinaram Gates e Buffett, foco é a principal característica de sucesso. O lance é que vendo hoje, creio que poderia muito bem construir outra fonte de renda, uma adicional, sem perder o foco na principal.

Vem sendo realmente uma lição árdua...

Parece que quanto mais você tem e quanto mais longe é o seu alvo, mais você deixa de enxergar as coisas (leia-se negócios) menores que estão ao seu redor e pipocam o tempo todo.
Ora bolas, como não damos valor aos pequenos negócios?!? Buffett começou com selos e bolas de golfe roubadas. Gates num quarto e Jobs numa garagem!

3 exemplos de pequenos negócios que demandam pouco capital e que pode fazer nas horas vagas:
1- Comprar produtos no Ebay e revender
2- Comprar produtos direto da China (Isso mesmo! China!) e revender
3- Revender webprodutos (ebooks, softwares, licenças, planilhas e etc) na internet e ganhar comissões

Mas enquanto surfamos algum pico, não damos a mínima para as pequenas oportunidades. Daí quando nos encontramos num vale, enxergamos todas e damos valor, porém nos falta recursos. 

Dessa forma, deixo aqui um conselho pra todos vocês que buscam o sucesso financeiro...
(Pausa para uma reflexão)


Digo, para os que BUSCAM o sucesso financeiro, pois querer, todos querem, mas minha mensagem e até mesmo o Blog, é pra quem BUSCA.

Continuando...
Meu conselho pra vocês é o seguinte:
Mesmo que esteja surfando um pico agora, que tudo esteja bem, que esteja estável, saiba que o mundo dá voltas e por isso, comece a pensar no que poderia criar para gerar uma renda extra.

Hoje enxergo bons negócios que necessitam de investimentos iniciais na base de 2k, para retorno de humildes "500tão", mas não tenho isso no bolso. Quando tinha 2k no bolso, só enxergava os negócios que necessitavam de 50k e retornavam 5k. Entenderam a lógica da coisa?

Hey big bear... Are you ready for this?!
Enfim, no início do Blog expliquei de forma resumida como saí de zero e formei patrimônio e renda, daí depois de um tempo muitos leitores queriam saber detalhes de como fiz tal coisa, mas nem eu me lembrava mais. 

Pois então, após uma quebradeira total e um longo inverno em meu coração, que me deixou num período de depressão, vocês terão uma nova oportunidade de ver como se faz (ou não) dinheiro do nada.
O jogo nunca parou de rodar, mas agora tô voltando a jogar.

segunda-feira, 19 de novembro de 2012

A estabilidade é atraente por seu clima calmo, padronizado e seguro. Mesmo nós, os malucos que vivem sorrindo no caos, nos sentimos atraídos pela estabilidade. 
A estabilidade então passa a ser um poder, a partir do momento em que a demanda por ela passa a ser um objetivo do seres humanos. 
Queremos que nossas filhas se casem com alguém que tenha uma vida estável, certo? 
O problema é que como a vida é constituída de ciclos em todas as suas áreas, esquecemos de avaliar que a estabilidade faz parte deles assim como a assustadora instabilidade. 

Atenção Senhores passageiros...
Pra piorar minha linha de raciocínio, devo dizer que como a estabilidade então é um estado temporal, ela então não existe, ou então que só existe se reduzirmos a escala de tempo avaliado. 

Um exemplo: 
Vivi com uma boa estabilidade financeira entre 2007 e 2010. Se olhasse para minhas finanças, economias e fontes de rendas naquele período, diria que eu tinha uma vida financeira estável. Porém se aumentarmos a escala de tempo em mais 2 anos, veremos a tradução mais fidedigna da instabilidade. 

Então a estabilidade como a população conhece, não existe! 

Você tem saúde hoje e amanhã não tem mais. 
Você tem sua barriga tanquinho hoje e daqui a 2 meses não tem mais. 
Você tem seu emprego hoje e daqui a 3 meses não tem mais. 
Você tem um milhão de reais hoje e dependendo de onde ele estiver investido, em 30 segundos você não tem mais. 
Você tem uma família feliz hoje e em menos de 30 segundos pode não ter mais. 
Você tem o amor de sua vida hoje e daqui 2 anos você não tem mais. 

Ah, então o rapaz tem uma vida estável?! Fale mais sobre isso...

Sendo assim, será que o "Ter" também existe? 
Aí já é um papo budista demais pro Blog... 

Enfim, a estabilidade , seja ela emocional, financeira, física, mental ou seja á o que for, é como um "Céu de Brigadeiro", expressão usada no Mercado Financeiro para quando tudo está lindo e calmo demais. Quer dizer que algo ruim está por vir. 
E aí, continuará julgando as pessoas pela estabilidade?

segunda-feira, 12 de novembro de 2012

Ensino aqui como conseguir curtidas em sua página no Facebook sem esforço, sem pagar nada e de forma eficiente. Trata-se de um site de colaboração para páginas no Facebook. Você curte as páginas que te interessam por lá e os demais cadastrados curtem a sua. Bem simples!

Curte aí!
Sou contra o processo de adquirir muitos likes assim, porém são necessários pelo menos 25 curtidas em sua nova página, para que consiga personalizar o link da mesma, daí ficamos enchendo o saco de amigos para que consigamos estes 25 "curtir" e assim conseguirmos essa personalização. Por isso para cada nova página criada, eu prefiro usar ESTE SITE, conseguir meus 25 likes e depois deixar as coisas tomarem seu rumo normalmente.

Fans Facebook

Então se você quer adquirir rapidamente suas curtidas, CLIQUE AQUI e cadastre-se já!

quarta-feira, 24 de outubro de 2012

Sempre fui contra essa política que acontece no Brasa. Aliás, sempre fui a favor de uma política que me favoreça. Egoísmo? Egocentrismo? Acho que não. É apenas a posição de um cara sem fé de que exista um poder governamental que possa e queira cuidar dos interesses de toda a sociedade.
Pra minha própria surpresa, trabalhei com os cabeças de uma campanha política em 2012, tentando enxergar algum lado bom ainda desconhecido por mim, mas só confirmei o que já imaginava...

Voto nulo desde os meus 18 anos, quando passei a ser obrigado a votar. Isso gera tantas discussões regadas a patriotismo, nacionalismo, radicalismo e arrogância, que nem costumo contar aos outros sobre meus votos.

Respeitável Públicooooo!!! 

A cada 2 anos vejo um verdadeiro circo se formando e nada muda como deveria para a sociedade. Geralmente o que acontece são mudanças empurradas, que a própria economia e disputas pelo poder forçam para que aconteçam. Nunca vi e sei que morrerei sem ver um governo que me surpreenda como cidadão.

Podem dizer que por minha culpa, devido ao meu voto nulo, é que as "pessoas boas" não conseguem se eleger.
Penso da seguinte forma:
Político é corrupto, se ainda não é, um dia será.
Quanto mais alto é o degrau do poder a subir, mais aquele cara cheio de ideais e princípios, terá que se corromper prendendo o rabo aos que o ajudarão a subir aqueles degraus e então ele começa a deixar seus princípios e ideais pelo caminho.

Ah você conhece um político exemplar?!?!
Pois saiba que das duas, uma:
- Ou você é fácil de ser enganado
- Ou ele é muito bom em enganar

Neste ano tive a oportunidade de confirmar tudo bem de pertinho. Fui convidado a participar da parte estratégica da campanha de um vereador. Achei que seria algo pequeno, mas que me daria mais um pouco de bagagem. Chegando lá vi que não havia nada de pequeno...
Deputados estaduais e federais, prefeitos, pastores de grandes igrejas e mega-empresários. Todos reunidos para elegerem um mero candidato a vereador?!?!

Uma verdadeira máfia. Têm dúvidas sobre nosso "El Padrino"?

De cara já vi que aquilo não era pra prestar. Pelo menos não pra mim ou para a sociedade.
Enxerguei o verdadeiro significado do lado negro da ambição trabalhando com essas pessoas. Gente que se finge de humilde e altruísta pra ganhar mais poder e assim se sentir mais superior a todos os outros.
As pessoas de bem geralmente querem sucesso financeiro para realizarem sonhos e ajudarem seus escolhidos. Já esse tipo de pessoa que me envolvi, quer qualquer tipo de sucesso apenas para acumular mais poder sobre os outros. É algo meio diabólico mesmo. (kkkkkk)
Em público, falam de Deus, de caridade e se mostram preocupados com a sociedade, mas nos bastidores deste circo, só querem saber de se deliciarem com o poder que têm, juntando ao cenário, as putas caras e baratas, festas privadas milionárias, carros caríssimos, muita bebida, drogas e piadas a respeito dos seres inferiores que os cercam.

E todos digam AMÉM! Amem irmão?!?

Sinto em dizer isso, mas tratando-se de política, "o povo" jamais chegará ao poder. Os que chegam ao poder são políticos e não "povo". Muitas vezes eles puxam alguém do povo e colocam lá, mas apenas para agradar o povo e conseguirem mais poder. Daí esse escolhido do povo decide se quer ser político ou marionete, sendo que até mesmo com toda a ausência de neurônios, a marionete assumindo a posição de marionete seria automaticamente política.

Outra coisa que constatei, essa mais voltada aos interesses do blog, foi que o Brasil tem muito mais multimilionários e bilionários do que imaginamos...
E a Receita Federal ainda cisma de ficar no pé de um quebrado como eu...

Gosto tanto de você, leãozinho...

A política brasileira é uma rede de corruptos que buscam poder, uns com os rabos presos aos outros. Às vezes jogam ao fogo um ou dois bodes expiatórios, apenas para satisfazerem os anseios do povo por justiça. Daí nós, o povo, saímos às ruas comemorando uma vitória que nunca foi e jamais será nossa, a não ser que deixemos de ser "povo" e nos tornemos políticos.
Torço para que um dia possa mudar minha opinião e minha conclusão, não necessariamente nessa ordem...

quarta-feira, 10 de outubro de 2012

Sempre me senti muito atraído pelo mercado de Forex,ou Foreign Exchange, ou Mercado de Cambio, ou ainda, Mercado de Divisas. Muitos falam a respeito, mas conheci poucas pessoas que realmente operaram neste mercado. Portanto, é difícil confiar em tudo o que dizem sobre a lenda do Forex no Brasil.
Uma coisa é certa: Embora não seja regulamentado pela CVM, o Mercado de Forex existe, tem uma liquidez absurda, está aberto 24 horas de domingo a sexta, com alavancagem de 20/1, alta volatilidade e um investimento inicial de 50 dólares, sendo assim uma praia deliciosa para os traders.

O problema todo é a insegurança dos traders brasileiros, de colocarem seu suado dinheiro em uma corretora Super-foda-forex-is-on-the-table. Portanto acho primordial um guia que realmente ensina como começar a operar no Forex e foi isso que meu parceiro e amigo virtual Dhullian Mendes fez.
Dhullian, colocou toda sua experiência no Mercado Forex, neste guia, manual, livro, curso, sei lá! Chame como quiser, mas o material "Ganhe Dinheiro Investindo em Forex" é muito bom!

Depois de ler o material, já comecei a fazer minhas simulações no Metatrader.
Pra vocês que se sentem inseguros como eu me sentia para operar e tentar lucrar nesse Mercado, acho que esse é o material correto! Compre sem medo, pois depois creio que perderá o medo de encarar o Forex também.

Faça esse curso e amplie seus horizontes de investimentos.


Livro e Curso: Ganhe Dinheiro Investindo em Forex
Autor: Dhullian Mendes
Nota Dinheirologia: 9


Clique aqui e compre este livro no site do autor! Tá barato em vista do quanto pode ganhar!

segunda-feira, 27 de agosto de 2012

Picos e Vales, são os níveis dos terrenos que pisamos durante nossa jornada. Durante essa caminhada, ajudamos e somos ajudados por outros caminhantes. Geralmente estes se encontram dentro de nossa própria casa, um grupo conhecido como FAMÍLIA, que é ligado por sangue e o qual você não se escolhe. Eles sempre estão encabeçando nossa lista de prioridades das pessoas que merecem nossa ajuda e que nos ajudam primeiro.

Ainda haverão picos e vales.
 ... Sempre? Não, nem sempre. 

No decorrer da jornada excluímos alguns, somos excluídos por outros e selecionamos novos parceiros de jornada. Dentro do novo grupo, este chamado de AMIGOS, alguns se destacam pela lealdade, atenção e disposição. 

Não é qualquer um que se dispõe a te carregar em pleno vale. A maioria quer se salvar e segundo as regras de sobrevivência, carregar alguém além de si mesmo te deixa mais fraco e mais lento. Em compensação, se o "carregador" sobrevive, muito provavelmente terá ao seu lado, alguém disposto a fazer o mesmo. Estes escolhidos são as melhores coisas que conquistamos enquanto atravessamos um vale. 

Nos picos, tanto família como amigos desejam estar perto de você. O poder é a característica mais atraente de todos os seres vivos. Quanto mais poder, mais alto o pico e mais poder de atração você tem. 
Muito fácil conseguir lealdade, atenção e disposição durante a caminhada no pico. Todos querem "mostrar serviço" aos poderosos, para assim serem bem gratificados. 

Já durante as travessias dos vales em nossa vida, a multidão se dissipa e então você começa a identificar quem realmente caminha ao seu lado e quem estava ali apenas enquanto havia confetes. 

Muitas vezes você perde família, esposa, marido e/ou amigos. Passa um bom tempo sem escutar um simples "Como você está? Está tudo bem?". 
Chora em silêncio por obrigação. 
Aprende com o som da solidão. 
Você se quebra e se reconstrói. 
Daí começa a ouvir outros passos se aproximando... 

E então eles chegam. 
Desconhecidos que passam a se preocupar com você de graça. Não querem nada em troca. Aliás não querem nada além de ajudá-lo a se levantar e passar pelo vale. 
Creio que Deus escolha as pessoas com quem começaremos a caminhada e no decorrer da mesma, a escolha fica por nossa conta, mesmo contando sempre com a ajudinha Dele. 

Por experiência própria, sei que perdi pessoas durante a jornada, que deixarão um eterno vazio em mim, que me arrancaram pedaços enormes, mas mesmo assim continuo minha jornada, pois sempre aparecem raros anjos ali, dispostos a juntarem o que sobrou de mim e me levantarem.

Minha especialidade! kkkkk
Se eles estarão caminhando ao meu lado até o fim, eu realmente não sei dizer, mas uma coisa é certa... Tirando toda a poesia de lado... 
Estando eles certos ou errados, ganhando ou perdendo, no vale ou no pico, feridos ou sãos, quando precisarem, minha mão será a primeira a se estender diante deles e meus pés serão os primeiros a aparecerem de voadora em seus opositores. 
"E não há fim para essa peregrinação. Assim como cada dia é seguido por uma noite, cada elevação é seguida por uma descida. A pessoa deve aprender a exultar-se não apenas durante o dia, mas durante a noite também – ela tem a sua própria beleza. Os picos têm sua glória, os vales têm sua riqueza." - Osho

quarta-feira, 15 de agosto de 2012

Pra você que quer conhecer mais sobre a Bolsa de Valores, sobre o Mercado Financeiro em geral, indico o livro Aprenda a Investir na Bolsa de Valores.
O livro lhe dará conhecimento sobre o Mercado sem aquele idioma parecido com grego, falado por economistas e demais gurus do mercado.

Tem um bom conteúdo e é muito didático. Com certeza uma excelente compra, ainda mais depois que descobri o mar dos ebooks. Livros bons, escritos por pessoas que não vivem de vender livros, didáticos e fáceis de comprar.

Como o próprio autor diz:
"O dinheiro está lá, pronto para ser deslocado para o lado de quem sabe como tratá-lo."


Livro: Aprenda a Investir na Bolsa de Valores
Autor: Bruno Silva
Nota Dinheirologia: 8


Clique na Imagem e compre este livro no Site do autor! Vale muito o investimento!

sexta-feira, 10 de agosto de 2012

O ser humano tem o hábito ilusório de romantizar demais o mundo em sua volta. Todos se acham importantes, bons, corretos e honestos. Isso porque sempre nossa autoanálise é feita de dentro pra fora, lógico, já que é feita por nós mesmos. Devido a essas ilusões, vamos nos decepcionando no decorrer da vida e alguns começam a enxergar que não são tão importantes, nem tão bons, nem tão corretos e consequentemente não tão honestos. 

Pecinhas do meu coração!

Somos todos, ou 99,99%, peças comuns em um imenso e complexo quebra-cabeças. Apenas um monte de "homo economicus", contribuindo para que o sistema continue rodando. 

Tem dúvidas de que é uma peça? 

Você estuda, começa a trabalhar e se esforça ao máximo para construir a tão sonhada carreira de sucesso. Desempenha bem, mas como estamos na Era da Informação, lançam um software 100 vezes mais eficaz e que ainda funciona 24/7... Você era apenas uma peça e foi substituída por outra. Então você se decepciona e caça outro lugar onde se encaixar. 

Você cresce pensando que encontrará o amor de sua vida e que envelhecerá junto dessa pessoa, sendo que se ela morrer antes de você, você morrerá de amor alguns dias depois. Então você a encontra, casa, mas os "perrengues" da vida vivem indo e vindo, daí em meio a uma tempestade, o amor de sua vida, deixa de ser o amor de sua vida de uma hora pra outra, acha outra peça e encaixa em sua história. Você era apenas uma peça e foi substituída por outra. Então você se decepciona e caça outro lugar onde se encaixar. 

Posso contar historinhas do tipo em todas as áreas da vida humana... 
Concluí ao longo de minhas próprias decepções (Sim, sou um puta de um romântico), que nada é tão romântico quanto parece e que cada decepção deixa o mundo mais cinza, como ele realmente é, porém é aí que nos transformamos e crescemos. 

Sabendo que somos apenas peças, não esperamos que outros tenham piedade e nos ajudem a consertar nossos próprios defeitos. 
A vida já foi colorida sim, mas com a evolução humana, fica tudo cada vez mais cinza e nós mais parecemos robôs, pois se algum software não dá certo, fazemos uma restauração do sistema e o deletamos. 

Nada haver com Dinheirologia né?! Vai saber...

domingo, 5 de agosto de 2012

Uma solução prática para suas operações de Long Short

A planilha em anexo calcula o Ratio automaticamente.

Estamos disponibilizando um material sobre as operações de Long Short no Blog. Fazendo o download, você terá acesso a um vídeo explicativo e uma planilha para cálculo do ratio entre os ativos.
Sugiro a vocês, seguirem também o Canal do Leandro Todisco, onde poderão tirar várias dúvidas de graça e de forma simples, sem frufrus.

Para baixarem o material, CLIQUEM AQUI!
Ps.: Ao clicarem para fazer o download, aparecerá uma página de propaganda da AdF.ly, daí basta aguardar 5 segundos, até que o contador no canto superior direito da página chegue no zero, daí você clica e cai na página do Hotfile, onde está o arquivo.

segunda-feira, 30 de julho de 2012

A necessidade humana de apontar culpados faz com que os Bodes Expiatórios jamais deixem de existir. Segundo meu amigo Wikipedia, um "bode expiatório" é alguém que é escolhido arbitrariamente para levar (sozinho) a culpa de uma calamidade, crime ou qualquer evento negativo (que geralmente não tenha cometido). A busca do bode expiatório é um ato irracional de determinar que uma pessoa ou um grupo de pessoas, ou até mesmo algo, seja responsável de um ou mais problemas sem a constatação real dos fatos.
 
Foi você!
No ambiente corporativo não é diferente. Temos a necessidade de encontrar culpados para qualquer problema que ocorra dentro de um negócio, ou às vezes apenas para livrar nossa cara (culpa). Um erro na execução de uma tarefa pode ter dois culpados, a falha na comunicação ou a falta de competência de quem executa. Já numa esfera maior, como sobre o desempenho de uma empresa, fica mais fácil identificar os problemas e tentar solucioná-los, do que simplesmente apontar um culpado e mascarar problemas do negócio.

A busca do bode expiatório é um ato irracional neurótico de determinar que uma pessoa ou um grupo de pessoas, ou até mesmo algo, seja responsável pelos conflitos ocorridos. - Marco A. Garcia

Geralmente sabemos da existência de um Bode Expiatório quando alguém é culpado por um acontecimento, ou uma sequência de acontecimentos, sem que os acusadores tenham feito uma pesquisa empírica para descobrirem o que ocasionou os acontecimentos.

Além de ser uma situação de assédio moral, é triste e traz um único benefício, que é a energia da mobilização dos acusadores em prol de melhorar a situação. Este benefício pode remediar uma situação devido a essa mobilização, mas dificilmente resolve o problema, pois não sabem da existência de um problema.

Uma situação bem comum acontece quando uma empresa vai mal e começa a perder a confiança de outros agentes na Cadeia de Suprimentos. Daí um grupo culpa um Bode Expiatório pelo mal desempenho e comunica aos agentes que tais acontecimentos ocorreram por causa do Bode e que o mesmo será penalizado ou excluído da empresa. Por consequência a empresa recupera a confiança.

Pode vir que agora tá bão!
Isso acontece em instituições de todos os tamanhos, desde um boteco que coloca uma faixa de "Sob Nova Direção", até a organizações como a ONU
Todo fracasso corporativo demanda um Bode Expiatório.

sexta-feira, 20 de julho de 2012

ZeekRewards... Sou desses! kkkkkk
Pois é galera, tento manter a cabeça aberta quanto a novas oportunidades de negócios, mas quando chegam até a mim, garantindo rentabilidade e dizendo que é fácil, NÃO DÁ! O problema é quando chega alguém que você confia e te fala isso...
Um grande amigo me garantiu que seu dinheiro rendeu e que já sacou todo o investimento inicial!
Aqui a gente experimenta se as coisas funcionam ou não.

Fiquei pensando em quem conseguiu fazer aquela lavagem cerebral em meu amigo, mas isso me deixou curioso para estudar o esquema. Ele disse que com apenas 5 ou 15 minutos por dia eu conseguiria fazer o trabalho e que poderia ficar no esquema por 60 dias sem pagar, pra ver como funciona.

Entrei!
PQP dá até um pouco de vergonha entrar num esquema desses, mas tinha que me lembrar de ter a cabeça aberta e estudar. Mesmo porque este amigo meu foi tão sincero que para provar que não estava apenas gerar uma comissão comigo, pediu que eu fizesse o cadastro sem estar na rede dele. Ou seja, era simplesmente um bom negócio que ele queria me passar.
Confesso que fiquei meio arrependido por não ter dado uma moral pra rede dele...

Ah, só pra alertar, a rentabilidade não era garantida e o trabalho é como qualquer outro serviço autônomo, se quer ganhar muito, trabalhe muito.

15 dias depois de muito estudo e pouco trabalho, assinando como Gold...
Tá bom, sei que parece loucura, que fui iludido, mas o lance é o seguinte:
A relação que conclui entre RISCO e PRÊMIO é muito boa!
Não demanda muito tempo e eu pude ver gente realmente SACANDO dinheiro vivo!

Yeah! É tudo em Dólar bebê! Kkkkkk

Agora tô querendo gente pra entrar comigo e fazer um estudo sobre esse negócio! Se você lê este Blog, sabe que aqui é tudo na real!
Quero fazer uma experiência nesse negócio e criar um grupo de estudos com os interessados aqui. Posso criar uma página aqui no Blog só pra isso e dar um email Dinheirologia pra cada integrante do grupo, para que vamos discutindo sobre tudo.

O pessoal pode fazer como eu fiz, se cadastrando como Free no SITE DO ZEEKREWARDS e começamos os estudos em grupo, daí tem até 60 dias pra definir se vale a pena ou não, sem ter que desembolsar nada. Bora gente!!! CLIQUEM AQUI, cadastrem-se como Free e façam contato comigo que começamos as discussões e operações!

Ps.: Mas por favor, só pessoas que queiram realmente estudar, experimentar e que tenham a "cabeça aberta" para discutirmos, investigarmos e ganharmos alguns dólares.

sexta-feira, 13 de julho de 2012

Dia Mundial do Rock tem que ser lembrado no Dinheirologia! Mas decidi fazer algo diferente, um tipo de Soneto Shakespeariano, feito por quem não sabe fazer um Soneto Shakespeariano. Sempre quis compor um Rock'n Roll, mas na falta de competência, vai um Soneto mesmo!
Ps.: Não que eu tenha competência para escrever um soneto, mas é mais fácil.

INFERNO


Lançado ao inferno
O sofrimento parece eterno 
E você, incapaz.
Você tenta sobreviver e aprende mais.


Fica mais sábio que os anjos no paraíso
Pagando seus pecados, reduzindo o prejuízo
Porém nada pode fazer, Hades é perspicaz
E o que aprende, é uma sabedoria ineficaz.


Frio, sombrio e sem gosto
Deus esteve convosco
Não mais
Uma Bella Crise é o que terás!


Oras, o que há de pior no Inferno?
O conhecimento de que o paraíso existe, mas pra você jamais.


LONG LIVE ROCK'N ROLL!!!

quarta-feira, 11 de julho de 2012

Muitos já devem ter ouvido falar de Cliff Young. Sua história é constantemente usada em discursos de motivação e autoajuda. Sempre que escuto um discurso do tipo, corro atrás da informação pra saber a veracidade dos fatos expostos. Muitos destes discursos enfeitam demais uma lenda, com um fundinho de verdade, mas a história de Cliff Young é totalmente verídica!

Run Cliff Run!
Em 1983, durante os preparativos da largada de uma ultramaratona de 875km, que ligava Sydney a Melbourne, um sujeito chamava a atenção dos demais por estar com o número sobre uma camisa de flanela, usar galochas e aparentar uma idade já avançada (61 anos).

Tratava-se de uma corrida em que atletas internacionais, patrocinados e valendo-se das melhores tecnologias em equipamentos e treinamentos, levavam 5 dias para completá-la. Por isso a preocupação das pessoas com aquele senhor, humilde, banguelo, com jeito de maluco, com o dobro da idade dos demais atletas e com a mãe de 81 anos como treinadora.

Cliff Young corria atrás de ovelhas em Melbourne, onde ficava sua fazenda. Quando criança, sua família não tinha dinheiro para ter cavalos ou carros, para correr atrás da criação, então desde cedo Cliff se acostumou a correr atrás das ovelhas da família. Suas corridas atrás das ovelhas continuaram depois de adulto, sempre que uma tempestade se aproximava e assim passava de 2 a 3 dias correndo.

Quando deram a largada para a corrida, todos deixaram Cliff pra trás. Seu "estilo" desengonçado de correr passava a impressão de que cairia a qualquer momento fatigado e talvez morto, dada sua idade avançada.
Mas não foi isso que aconteceu...
Todos os profissionais baseavam no paradigma de que se demorava 5 dias para completar a corrida e dessa forma, durante um dia, ou 24 horas, corriam 18 horas e dormiam 6.
Porém Cliff Young não sabia disso...
NÃO SABIA SER IMPOSSÍVEL, FOI LÁ E FEZ.
Enquanto todos adormeciam e acordavam, Cliff continuava a correr. Dia após dia, noite após noite, ele foi chegando nos ponteiros e ultrapassando um a um.
Cliff Young ganhou a corrida e baixou o recorde da mesma em mais de 9 horas!

Atualmente o estilo desengonçado de corrida criado por Cliff, é utilizado por muitos atletas, por ser mais aerodinâmico e economizar energia. Quanto a dormir durante a prova... nenhum atleta faz uso do sono durante a corrida.
Cliff quebrou paradigmas e reinventou essa prova, sem ter a menor intenção de fazer isso.

Pastor de ovelhas e também de uma legião de corredores.
Talvez seja essa falta de intenção que tornou possível o impossível. Todos enxergavam a prova em tempo e Cliff enxergava como distância. Todos seguiam os padrões e ele seguia seu caminho e seus instintos, rumo ao seu objetivo.

Temos muito a aprender com Cliff Young. Nossas proezas limitam-se aos padrões que confiamos e só enxergamos o que outros já enxergaram.
Como seria se traçássemos um objetivo e fôssemos até ele com determinação máxima e seguindo apenas nossos instintos, acreditando que pudéssemos realizar qualquer feito?

segunda-feira, 2 de julho de 2012

Ontem eu mudei! Sério. Sabe aquela mudança que vem acontecendo internamente e de repente, numa espécie de Vipassana, você enxerga que algo realmente mudou? 


Estava na companhia de ótimas pessoas, mas minha mente estava bem longe dali e enquanto todos pensavam sobre meu mau humor de domingo, um deles conseguia me trazer de volta com poucas palavras e da mesma forma que me trazia, me catapultava pra longe novamente com as mesmas palavras. 

Essa pessoa é um novo amigo, que com certeza não apareceu em minha vida por acaso. Creio que este ponto da minha vida faça parte daquela filosofia stevejobiana, sobre os pontos que se ligam no futuro. Trata-se de um empreendedor fodástico, um iconoclasta nato e uma pessoa muito agradável. Em poucas horas de conversa aprendi mais que em um semestre num curso qualquer. 

Tá, mas o que isso tem haver com o título do post? 
Observando a Land Rover desse meu novo amigo, perguntei a ele sobre quando sairíamos pra fazer uma trilha com ela. Veja a resposta: 
Não gosto muito disso. Fazer trilhas pra quê? Tem que se ter um objetivo, uma razão pra atravessar os obstáculos, como se uma vida dependesse daquela travessia. 
Fiquei sabendo que ele usou sua Land Rover durante 15 dias e noites, transpondo obstáculos que outros veículos não conseguiam, pra salvar pessoas nas últimas enchentes em Brumadinho. 

Por coincidência, quando procurava fotos das enchentes de Brumadinho, achei uma foto do veículo dele nesses salvamentos.
O que ele disse me acertou em cheio! O que estou fazendo? 
Parei de fazer muitas coisas por uma razão e venho fazendo apenas por diversão. Dessa forma não chego a lugar algum e ainda desperdiço esforço e tempo. 

Se você quer ter sucesso, pare de fazer coisas sem uma razão para fazê-las. 

Enquanto você chora por um amor não correspondido, outros choram de desespero por suas vidas.
Chegou a hora de tomar o rumo novamente, focar na razão, diminuir meu ego a ponto de estampar em minha mente que a razão é bem mais importante que meus próprios desejos.

segunda-feira, 25 de junho de 2012

Sim, essa parte da minha vida se chama Empreendendo. Não se chama estudando, administrando ou vagabundando.
Ouquei, aos olhares menos atentos parece ser mesmo vagabundando ou simplesmente virando bicho-grilo.
Tô afim mesmo de retomar as rédeas e voltar ao ciclo de vitórias.

Parece discurso de jogador de futebol encrenqueiro né?! Mas talvez eu seja um pouco disso, com exceção da parte do jogador de futebol...

Eh... eu não jogo bola...
Estou sempre em busca de novas experiências, novos aprendizados, tudo com o objetivo de melhorar minha PERCEPÇÃO, ou seja, a minha interpretação de tudo o que acontece. Sabendo que nossa percepção é influenciada por nossos conhecimentos, experiências, expectativas e interesses próprios, posso dizer que busco ter a capacidade de enxergar coisas que outros não conseguem enxergar.

Após abandonar minha velha vida, passar um tempo fazendo bicos pra sobreviver e trabalhar de carteira assinada, chega a hora de empreender. 
Mais uma vez é hora de Back to Basics, pra recomeçar a escalada. 

Peguei o velho bloco de notas pra anotar as idéias que vêm nas horas erradas e os gastos do dia-a-dia, baixei um mobile financial software, fiz um curso intensivo de Excel no Youtube, quebrei meu pequenino porquinho e catei as moedas pra sobreviver enquanto tento empreender.

Ele era tão lindo!
Mas saibam de uma coisa! Você pretendente à denominação temporária de Super-Mega-Blaster-Empreendedor-Sem-Um-Puto-No-Bolso, não pode ficar parado lendo frases bonitas no Facebook, livros de autoajuda e indo à Igreja fervorosamente. O que você quer, você tem que correr atrás, pegar e então mostrar sua arte. 
Se fosse fácil, qualquer um faria... 

Um passo a passo do que vem por aí:
 - Corte radical de custos
 - Elaboração de um planejamento orçamentário com as moedas do porquinho
 - Elaboração de um plano de ação
 - Utilização da minha boa e velha agenda
 - Transformar idéias em projetos
 - Ler pelo menos 30 páginas de bons livros por dia
 - Trabalhar meu network
 - EMPREENDER no sentido mais primitivo da palavra. 

Quer saber como empreender do jeito mais primitivo? 
 Fica para um próximo post...

sábado, 23 de junho de 2012

Tá bom! O Dinheirologia é um Blog capitalista, mas gosto de postar também os motivos pelos quais queremos ter capital! "A Story For Tomorrow", é um belo exemplo de um motivo para que acumulemos capital. 
 Já sonhei muito em escrever um capítulo de minha história assim, mas acho que hoje em dia a aventura seria mais individual...

 

Texto traduzido do vídeo:

Há muito, muito tempo atrás... 
havia duas pessoas que se pareciam muito com vocês mesmos e como vocês, eles estavam em uma jornada. Uma missão, se preferir. 
 Para encontrar o que todos nós parecemos estar procurando. 
"Uma História Para O Amanhã" 

Por razões que eles talvez jamais saibam, entraram na terra do grande Atacama e seguiram para o sul. Ventos quentes do deserto se erguiam das areias. E os guiaram através do Vale da Lua. 
Um lugar onde o tempo e a direção não existem. Ainda assim, eles seguiram em frente. 

Logo, o horizonte se nivelou e eles cruzaram o Espelho de Areia: 
O primeiro sinal de vida, mas certamente, não o último. 
De repente, cores verdes e azuis cobriram as colinas. 
E eles encontraram um novo guia... a água. 
Pequenos riachos se transformam em rios furiosos. E eles foram levados para o oeste, além das montanhas fumegantes e cascatas flutuantes. 

Até que eles chegaram no oceano. Onde a luz do sol nasce do solo e dança na palma de suas mãos. 
Eles vagaram para o sul. 
A cada dia uma nova porta, uma nova direção, uma nova maneira de existir. 
Enquanto os dias se transformavam em semanas, visões de cores em movimento e curiosas criaturas passaram por eles. 
Até que o tempo simplesmente... desapareceu. 

E assim como todos aqueles, que vieram antes de vocês, o caminho deles logo terminou. 
E eles só encontraram a mim... Seu futuro. 
Pacientemente esperando. E eu fiz a eles as mesmas duas perguntas que um dia eu perguntarei a vocês: 
É possível ser feliz com essa vida? 

 Então vou perguntar, assim como pergunto a toda gente: 
VOCÊ GOSTOU DA SUA HISTÓRIA?

sexta-feira, 15 de junho de 2012

Se ganhar na Megasena, já sabe o que fazer com o dinheiro?

O que fazer quando receber uma herança?

Onde investir tanto dinheiro?

Outro dia fui ajudar um amigo a encontrar um investimento rentável, líquido e seguro, para que ele investisse uma boa grana adquirida por herança. Só então percebi o quanto é difícil investir um montante substancial que chega de repente, como uma herança, um prêmio de Megasena ou de outra loteria qualquer.
Não imaginava que era tão difícil porque nunca havia pensado em receber uma herança ou um prêmio.  Onde Alocar estes recursos? Sempre pensei em construir um patrimônio e aí quando chegasse à casa dos milhões, tudo estaria em seu lugar. Mas enfim, estudei e tentei ajudá-lo, sendo que ele também entende de finanças e mercados.

Bem vindos a um puta quiz financeiro!
Joga tudo na poupança!

Sério!?! Lembra dos 3 pré-requisitos da maioria das pessoas que ganham na Megasena ou herdam alguma soma grande? 
RENTABILIDADE, LIQUIDEZ E SEGURANÇA.
Bem, a poupança não é rentável. Mal consegue superar a inflação. Sim!!! Lembre-se que a cada dia que se passar, sem que invista, seus milhões estarão sendo corroídos pelos ratinhos da inflação.
A vantagem é que a Poupança é bem líquida, que deixará você livre pra ir gastando o quanto quiser do seu prêmio da Megasena, na hora em que quiser! 
Mas e a segurança?
Bem, essa é uma parte que a maioria não sabe...
O Governo não te assegura a Poupança. O Governo garante aquela rentabilidade fixa, mas não o seu montante. A única segurança que o poupador tem é a oferecida pelo Fundo Garantidor de Créditos, que é um fundo criado pelos bancos, para assegurar os poupadores ou investidores, para que não percam os valores investidos ou poupados. 
Legal né?!
O problema é que o FGC garante no máximo 70 mil reais por CPF/CNPJ!!!! Putz!

Imóveis! Sim, vamos comprar imóveis!

Ouquei! Imóveis é um investimento bem seguro. Mas não é líquido, aliás é tão sólido quanto um tijolo! kkkk
E quanto a rentabilidade, é como qualquer outro investimento, se você não conhece o mercado, corre o risco de ganhar pouco ou até perder muito. Independente do que a população brasileira imagine, investimentos em imóveis é um investimento em RENDA VARIÁVEL.

E a tal da Bolsa de Valores?

Cara, sério... Alguém que no máximo chegou a operar 50k vai meter 7 dígitos na Bolsa?!? Não tenho culhões grandes o suficiente pra isso. Mas acho razoável pegar parte disso e operar no Mercado sim.

Investir em empresas, novas ou usadas?

Acho um bom negócio, mas leva tempo entre pesquisas e análises. Pode ser um segundo passo, mas aqui estamos em busca do primeiro.

E os fundos de investimento?
Taxas de administração, falta de liquidez em alguns, imposto de renda batendo até 27,5%, dependendo de quando resgatar e os mais seguros não têm uma rentabilidade atraente.

Tesouro direto?
Eu acho uma boa idéia, mas e a liquidez? E o custoXoportunidade?

Os fundos abertos ao Investidor Qualificado?
No Brasil, o título de Investidor Qualificado é dado honrosamente a qualquer um que invista mais que 300k e assine um documento se declarando um I.Q. ao investir em um desses fundos exclusivos.
Porém, ser um Investidor Qualificado, tem sua vantagens e desvantagens. Aumenta-se a rentabilidade juntamente com os riscos. Dessa forma, será que vale mesmo a pena.
Não são leões, são ratos! Comem um pouquinho a cada dia!
Concluímos então que o certo seria investir em quase tudo! kkkkkk
Mas teríamos que compor a carteira com tudo muito bem rateado, de acordo com as 3 características e portanto a melhor solução foi contratar os serviços de um consultor financeiro, para aprofundarmos mais em nossas pesquisas e análises.
Foi a melhor alternativa!
Se você está na mesma situação, AJA! E aja rápido, pois a inflação estará corroendo seu patrimônio. Se precisar, entre em contato que indico consultores honestos e bons de várias partes do Brasil.

Se ainda quiser entender mais sobre Alocação de Recursos, clique aqui!

quarta-feira, 13 de junho de 2012

Keep walking...
Já comprei uma bandeja de Danoninho só pra mim, já comi pão com açúcar e toddy, já tive coragem de entregar uma cartinha a uma menina que jamais havia me notado, já fui o primeiro a cruzar a linha de chegada, ...

já tive o físico ideal, já conquistei a garota mais linda da turma, já tive cabelo grande, já convenci uma banca de que era excepcional, já pilotei a 300km/h, já saltei de 60 metros de altura, já ganhei uma briga em desvantagem, já fiz sexo até apagar, já fiquei chapado, ...

já ajudei anonimamente pessoas que precisavam, já presenciei o último suspiro de alguém que amava, já vi milagres acontecerem, já provei meu amor aos que amo, já vivi um amor eterno como de filmes, já fiquei observando meu amor dormir e gravei isso em minha memória, já vi uma mulher ter o mais lindo brilho nos olhos apenas por me ver chegar, já "desviei de balas", já quase morri algumas vezes... 

 Se eu não conseguir viajar o mundo de mochila, escrever um livro e ficar rico, valeu a tentativa!

segunda-feira, 11 de junho de 2012

Existe muito material na internet questionando se devemos focar ou diversificar em nossos negócios. Eu já fiz as duas coisas, mas agora vim escrever sobre algo que ainda não fiz, que é diversificar em minha vida como empreendedor, ou seja, não focar em apenas um negócio e sim diversificar em vários. 

Reza a lenda que em uma reunião informal, quando indagados sobre qual a principal característica necessária para o sucesso, Bill Gates e Warren Buffett responderam da mesma forma: Foco! 

Como eu, João Homem, um mero mortal, cheio de fracassos, insucessos e sucessos incompletos, venho aqui tentar de outra forma? Não sei, só sei que é assim. 
Sabe aquele feeling? Pois é tipo isso!

Sou mais eu! kkkkk
Se for parar pra pensar, Bill Gates realmente focou em seu negócio, pois viu ser uma oportunidade extraordinária. Já com meu ídolo nos negócios, Warren Buffett, não foi bem assim. Buffett começou com vários pequenos negócios, muitos até informais, diversificando e criando mesmo que em proporções bem menores, seu império, hoje mais conhecido como Berkshire Hathaway. 
Mas ele não mentiu sobre o foco, pois desde os 6 anos esteve focado em apenas uma coisa, acumular e multiplicar patrimônio. 

Os negócios surgem de uma idéia inovadora ou de alguma necessidade de mercado, sendo que também podemos gerar essa necessidade. É preciso ter conhecimento em gestão de negócios, experiência e claro, conhecimentos específicos do negócio em questão. Este terceiro fator é o mais complicado pra quem deseja criar sua "Série Lego - Império Corporativo", pois não dá pra abrir um consultório odontológico tendo os enormes conhecimentos sobre odontologia que tenho, por exemplo. 
Porém, se conseguir um sócio que tenha esses conhecimentos e necessite dos meus conhecimentos, precisarei estudar apenas a parte corporativa da odontologia. Resumidamente, conhecer o negócio a ponto de poder criar uma vantagem competitiva que torne-o um bom negócio.

Um mapinha de como era o Império de Buffett nos ano 70...
 Sempre tentei focar numa coisa só, mas depois de "colocar o negócio pra rodar", fico arrependido por ter deixado outras coisas legais pra trás, por causa desse foco. Portanto agora decidi partir para a estratégia do "Avaliar e Encarar". 

Tenho muitas idéias, alguns projetos, quase nenhum dinheiro, algum conhecimento e muita experiência. Se não tivesse aberto mão de tantas coisas em detrimento de outras, teria aprendido mais e talvez já tivesse meu microimpério. 

Domino a arte de criar negócios do zero, sei avaliar negócios, tenho um bom network e sei elaborar um bom plano de ação pra fazer as coisas acontecerem. Portanto, pra quem ficou decepcionado quando decidi ser empregado por um tempo, saibam que chegou uma nova fase de "Apertar o Botão" aqui no Dinheirologia. 

 O segredo é a dedicação e logicamente a disciplina de se aplicar o Princípio de Pareto às minhas 14 horas de trabalho diárias. Não falei sobre o Princípio de Pareto ainda?! Falarei...

segunda-feira, 4 de junho de 2012

Prezados líderes, empresários, donos, cafetões, modafocas, ou qualquer outro ser na ponta de comando de um negócio... 
Antes de cobrar algo de um subordinado, procure saber se consegue medir "este algo", para que seu subordinado possa controlá-lo. 
SÓ PODE SER COBRADO O QUE É CONTROLADO E PRA SER CONTROLADO, TEM QUE SER MEDIDO.

Não julgue antes de medir.
É muito comum em pequenos negócios, vermos patrões cobrando produtividade de seus subordinados, sem nunca terem medido a quantidade produzida em função dos recursos utilizados em seus processos. 
Tipo, o patrão vê um funcionário parado e aquilo é um sinal de baixa produtividade. Essa precipitação é a causa do comum Rebuliço-frenético-ao-avistar-o-patrão, reação causada em grande parte dos empregados sejam eles produtivos ou não.

O ambiente do negócio é que faz a produtividade! Sim, digo isso pois, produtividade não é sinônimo de trabalho árduo. 
A produtividade é um resultado extraído de um conjunto de fatores. 

 Duvida que é uma verdade? 
Me responda então o que fazem o "trocador de pneu oficial" de uma equipe de Fórmula 1, o borracheiro de seu bairro e você de madrugada ao se deparar com o pneu furado em seu carro? 
Sim! Ambos trocam pneu! 

Agora me diga quem é mais produtivo? Será que é simplesmente pelo esforço? 
Quem já trocou pneu de carro, de madrugada, bêbado e com frio sabe o que é esforço... 
E quem ganha mais pra trocar um pneu? Coincidência, é o mais produtivo. Porém o mais produtivo talvez tenha o mesmo desempenho que você para trocar o pneu do próprio carro, de madrugada, bêbado e com frio. 
Ou seja, a produtividade depende muito mais do ambiente, do que do esforço da mão de obra.

Para certas coisas, basta controlar o acesso à internet...
Como ambiente, entende-se que são os processos otimizados, equipamentos facilitadores e claro, capital para investimento neste ambiente. Isso que chamo de ambiente, na verdade são, juntamente com o trabalhador, os Fatores de Produção
(Lembro que tudo faz parte de uma cadeia. A Produtividade aumenta o capital disponível para investimento em Produtividade)

A Produtividade não é resultado apenas de um fator, geralmente cobrado do trabalhador. Ela é medida pela capacidade dos Fatores disponíveis de criarem um Produto. 

Portanto, antes de cobrar Produtividade, dê um passeio por algum livro de Economia e certifique-se de ter medido e controlado os processos antes de incomodar seu funcionário, que estava parado, pensando numa solução para ajudar na Produtividade do negócio.