BREAKING NEWS

quinta-feira, 31 de dezembro de 2009


Já é quase Ano Novo e ainda estou trabalhando! hehehe
Pra mim, na verdade é apenas a mudança de um segundo pra outro, portanto...
FELIZ NOVO SEGUNDO!!!!!!!

O bom é que a data serve de marca, para que fechemos o balanço no ano que vai embora e tracemos metas ambiciosas para o ano seguinte.
O problema é que assim que passa a ressaca de Reveillon, ninguém se lembra mais das metas.

Meu 2010 será o ano mais vitorioso que já tive e gostaria muito que fizessem o mesmo! Se talvez não conseguirem, façam como eu fiz em 2009 e preparem a colheita do ano seguinte.

Tracem metas e sejam disciplinados para cumprirem uma a uma.

Não tenho mais muito a escrever, já que estou trabalhando e me preparando para minha "Sessão Cinema e Pipoca Doce de Reveillon"! Uhuuuuu!!!
Passaremos de um segundo para o outro fazendo uma das coisas que mais gostamos: Assistindo a bons filmes em nossa mini tela de cinema de 42 polegadas.

Que todos se divirtam, não se tornem assassinos no trânsito depois de beberem e que curtam o feriado proporcionado pela troca de segundo mais cara do mundo ocidental!

Feliz 2010!

quarta-feira, 30 de dezembro de 2009

Em Dezembro de 2008 listei minhas metas para 2009 em um tópico no Fórum Futuro Financeiro, daí me lembrei disso e fui nas profundezas do Fórum buscar este tópico... e achei!

Fiquei triste ao ver que fracassei em quase todas as metas...
Segue a lista e abaixo de cada meta, um comentário meu sobre o cumprimento da mesma...
Metas 2009:
- Casar em Abril (Até que enfim!);
* Essa eu consegui cumprir com louvor!
- Voltar a ter dinheiro para investir (E não pra gastar com casamento);
* Tadinho de mim! Não tive que gastar mais com casamento, mas em compensação arrumei uma baita de uma dívida do negócio que deu errado.
- Finalizar um sistema eficiente para os Biscoitos Caipirão;
* Não consegui um sistema perfeito ainda, mas já mudamos vários processos e esse sistema perfeito só existirá quando a empresa parar de crescer. Enquanto isso vamos aperfeiçoando.
- Estruturar a JIT Transportes (Nome provisório) para render mais;
* O negócio foi pro buraco e me levou junto! Só saio desse buraco em abril de 2010.
- Dar forma à Holding (Minha menina dos olhos);
* Não pude mexer em nada na Holding, pois estava dentro do buraco.
- Correr pelo menos 2 meia-maratonas;
* Minha última corrida foi em julho e não foi uma meia maratona. Não podia ficar gastando dinheiro com o esporte. Espero voltar a correr em 2010.
- Ir à nutricionista;
* Até marquei, mas não fui, pois não conseguiria manter uma dieta rica em uma fase de plena pobreza.
- PelamordeDeus, tenho que terminar o ano falando inglês;
* The book is on the table. Respondido!
- Enfiar a cara em meus estudos sobre Mercado de ações e de derivativos;
* Tive que focar em meu único ativo (empresa), pois só ele me renderia dinheiro e patrimônio em 2009.
- Dar uma vida melhor aos meus cachorros;
* Morreram em 2009!
- Aumentar meu patrimônio em pelo menos 50%;
* Não foi pelo caminho que eu queria, mas consegui mais que isso.
- Se der tempo, voltar a dar uns treininhos de jiu jitsu, bem de leve;
* Só lutei jiu jitsu co minha mulher...
- Ser um ótimo marido;
* Kkkkkkkk! Tô pensando em fazer um curso de especialização.
- Zerar Devil May Cry 3 Special Edition.
* Zerei o "X-Men Origins: Wolverine"! Vale!?

A lista original pode ser vista clicando AQUI! Lembrem-se que meu nick por lá é CãoBravo (ui!).

terça-feira, 29 de dezembro de 2009


A grande maioria dos seres humanos se acham bonzinhos, mesmo sendo na verdade assassinos, estrupadores ou políticos corruptos.
Eu me acho um cara bom, mas meio perverso, meio politicamente incorreto, meio filho desviado de Deus, meio bizarro, meio louco, meio pornográfico, meio... um monte de coisas.

Mas com certeza não sou bonzinho! Minha mulher diz que é a única pessoa na Terra que não sente medo de mim, pois sou bonzinho com ela. Tudo bem que ela esqueceu de citar que o Mike Tyson, o Minotauro, o Capitão Nascimento, ... talvez a Cássia Eller também não teria medo de mim...

O lance é que mesmo os que se consideram bonzinhos, não tiram sequer 2 horas de suas semanas para ajudar o próximo, ou um desconhecido, ou até mesmo o planeta inteiro.
Aliás, muitos lembram disso apenas nessa época natalina.

Pois bem, deixa eu dar o exemplo...

Eu sempre tento fazer o bem e sou "pau pra toda obra" quando a missão é ajudar.
Aí em cima estão fotos da última ajudinha que dei ao meio ambiente. Sou aquele maluco de barbixa ali! Fui catar lixo na Lagoa da Pampulha em plena manhã de sábado.

O mais legal é que me sinto muito bem fazendo essas coisas.
Como tive um ano bem atribulado, não me voltei muito para o meu "Eu Voluntário", mas mesmo assim ajudei bastante.

Em 2010 já tenho alguns projetos engatilhados, sem contar outros que acontecem durante o ano:
1- Ser voluntário no Aura - Hospital do Câncer Infantil
2- Doar medula óssea
3- Direcionar R$ 250,00 por mês para o Fundo Dinheirologia 2010. Esse Fundo ajudará uma família escolhida por mim no final do ano a "aprender a pescar".

E você?! Acha que não tem tempo ou dinheiro para ajudar?! Vai esperar ter as duas coisas pra depois ajudar? ... já vi esse filme!

quinta-feira, 24 de dezembro de 2009

Este post é totalmente voltado a uma pessoa apenas! A mulher da minha vida!
Quem não tem grana pra presente paga mico em público...
Aliás pagar mico por amor é comigo mesmo!

Mas vamos à cartinha de Natal PÚBLICA (Putz!) pra minha Razão...



Que ironia do destino...
Nosso primeiro Natal depois que casamos é também o Natal mais “apertado” que já passamos.
...
Tenho vergonha de não poder lhe dar um presente a altura de meu amor por você...
Tenho mais vergonha ainda por me encontrar nesta situação devido a um erro meu, logo antes de nos casarmos...

Mas espere aí!
Existe presente a altura de meu amor por você?!
De forma alguma!
Queria poder lhe dar o sol pra te aquecer quando estivesse encolhidinha de frio;
Queria poder lhe dar a lua para prolongar suas noites de sono ao meu lado;
Queria poder lhe juntar todas as estrelas em uma caixa e lhe dar para que as mesmas lhe iluminassem nos momentos de escuridão.

Queria fazer isso tudo apenas pra tentar retribuir o que você faz por mim.
Aquecendo-me quando meu coração está gelado;
Oferecendo-me noites inesquecíveis;
Iluminando meus caminhos mais escuros.

Embora os processos que nos levam a um casamento feliz possam ser demorados e dolorosos,
O objetivo faz valer a pena!
Meu objetivo é te fazer a mulher mais feliz e mais amada do mundo!
Viver um romance como nos livros, mas com o peso da realidade.
Você é a Razão da minha existência.
E é seu cheiro que quero sentir todos os dias,
É seu jeitinho de brincar de pular na cama que me faz ficar mais apaixonado,
São seus olhinhos me admirando que me enchem de força para superar meus desafios,
É seu corpo que quero ter junto ao meu,
É a textura de seus lábios que quero sentir com os meus,
É o seu peso que quero sentir em meus braços,
É você quem eu quero ao meu lado até meu último suspiro.

Sinceramente, já ganhei meu presente para todos os próximos Natais.
Vivo o amor a cada vez que meus olhos pousam em você.

Um Feliz Natal minha Razão!
Primeiro Natal de nossa família (Eu, Você, Mel, Tatá e Taz*)!

(Em memória de Taz Destroyer *1999 - †2009)

Embora meu espírito natalino esteja tirando umas férias nesse ano, venho desejar a todos um Feliz Natal e quando digo feliz, quero dizer FELIZ MESMO!

Que não seja aquela coisa robótica e superficial, mas sim algo novo, repleto de sentimentos e sensações intensas, de amor, caridade e coexistência.
Entenda o próximo, sinta suas angústias e ajude-o em busca de sua felicidade.

Faça deste Natal um marco em sua vida!
Esteja com sua família! Deixe a vergonha de lado e dê um abraço em cada um.
Diga que ama a quem você realmente ame.
Perdoe!
Se emocione!
Seja bonzinho!

Não é clichê! É uma data em que você simplesmente se lembra que deveria fazer isso todos os dias.

Tenham todos um Feliz Natal!
João Homem

quarta-feira, 23 de dezembro de 2009

Quando estava procurando uma imagem para colocar em meu post sobre o aumento do salário mínimo, me deparei com imagens e artigos sobre tortura que me deixaram meio atordoado.

Como é possível isso ser aturado até hoje?!

Como sempre digo: Quanto mais conheço as pessoas, mais amo meus cães!

Nem tenho muito a dizer sobre isso. Só fico indignado e coloco aqui para que outras pessoas fiquem indignadas também.
Não colocarei as imagens e textos aqui. Deixo apenas o caminho:

http://arnaldomadureira.blogs.sapo.pt/7609.html

É tortura?!
Incrível como o governo na necessidade de remediar sua falta de competência e obviamente pensando nas eleições que se aproximam, pode penalizar a fonte.
A fonte a qual me refiro são as empresas.

Não sou contra as pessoas ganharem mais, sou a favor! Quanto mais ganharem, mais gastam!
Em minha empresa nenhum funcionário ganha salário mínimo atualmente, mas aumentar o mínimo, em pleno janeiro, de 465,00 para 510,00 reais é sacanagem com as empresas.

Os únicos mercados bons em janeiro são os relacionados com turismo e o resto todo se fode até depois do carnaval! Pultha sacanagem!

Então temos dezenas de impostos e taxas para pagar no início do ano e agora também devemos pensar em como faremos pra aumentar os salários. Ou seja, aumentarmos custo fixo com vendas caindo.

Sabem qual a solução prezados trabalhadores e governo?
DEMITINDO!
Isso mesmo! As vendas diminuem e a produção também, daí tentamos manter os funcionários até depois do carnaval, mas com esse aumento já começamos a fazer as contas vendo muita vantagem em demitir.
CNPJ não tem coração mas não finge ter! Já o governo...

Que o governo veja sim o lado dos trabalhadores, mas que também pense de onde vem a renda dos mesmos. É uma vergonha um pai ter que sustentar uma família com 510 reais por mês. Mas também é uma vergonha uma empresa pagar quase 28% de INSS sobre sua Folha de Pagamento, enquanto poderia reverter isso diretamente para o trabalhador. Isso sem contar os demais impostos.

Se os trabalhadores soubessem quantos impostos e contribuições pagamos com o intuito de que o governo reverta para eles, empregado algum reclamaria do patrão!

Reclamem com o governo, mas não dos salários e sim da carga tributária incidente sobre às fontes das quais vocês usufruem!

Por isso odeio sindicalistas! Nem sabem do que e com quem reclamar!

terça-feira, 22 de dezembro de 2009

Chegamos ao último mês do ano e é época de fechar o balanço e deixar o ano terminar... ahn!? De jeito nenhum! Vamos fechar o balanço só para termos um histórico. E depois é continuar na batalha!

Bem, meu ano de 2009 começou como se fosse um pesadelo.
Depois de 2 anos com as contas em dia e os investimentos em alta, minha vida financeira foi pro "beleléu" depois que investi na empresa de transporte de cargas rodoviárias. Descrevi bem AQUI, tudo que aconteceu.

Escrevi isso em 31 de dezembro de 2008:

Fechei o ano com um aumento patrimonial de 1200% em dois anos de investimentos, patrimônio totalmente composto de Ativos. Tenho uma rentabilidade mensal de 4,6%, a qual não está sendo reinvestida por causa de meus gastos com meu casamento que se aproxima. Estou bem acima de minhas metas mais otimistas!
Muitos me perguntam como consegui aumentar tanto esse patrimônio em tão pouco tempo. Primeiramente devo dizer que esse patrimônio é bem humilde em valores e por isso qualquer ganho representa um percentual alto. Em segundo lugar, friso que o "grosso" desse aumento, é proveniente de "tacadas certeiras"! Isso sim é muito importante! Ser paciente e estar preparado para soltar aquela TACADA CERTEIRA, que coloca você no Hall da Fama dos melhores jogadores. (Sim, me inspirei nas palavras de Charlie Munger)


Se quiserem ler todo o balanço de 2008, basta clicar AQUI.

Meu sucesso me cegava e não conseguia enxergar o buraco em que estava metido.
Como muitos novos empreendedores que vejo por aí.

O Blog não tinha nem 5 mil acessos!!! Kkkkkkkkk Hoje em dia as coisas mudaram por aqui!

Mas 2009 não teve apenas aprendizado e coisas ruins...
Me casei com a mulher mais linda e gutiguti do universo e de brinde ganhei outra mulher maluca-pirada-noiada 3 dias por mês (leia-se fase crítica da TPM), além de uma pitbull maluca.

Como fiquei todo ferrado com minhas finanças, foquei totalmente em meu único Ativo, já que não tinha dinheiro para investir em outros e assim consegui aumentar substancialmente meu patrimônio sem mexer em nenhum centavo de meu bolso.

Foi um ano de muito aprendizado financeiro, pessoal e espiritual, de sacrifícios, abnegação e humildade.
Foi o ano em que li a saga de Crepúsculo e me apaixonei.
Aprendi mais sobre amor e caridade, sobre controle emocional e sobre o perdão.

Graças a Deus eu tive este ano e o mesmo Deus pode ter certeza que não medirei esforços para dobrar minhas metas para 2010 e compensar o que não foi feito em 2009.

Fecho o ano com um aumento patrimonial total (desde 2006) de 1.770%.
Foram mais de 500% em um ano difícil, mas o problema é que poderia ter sido muito mais!

Surgem algumas dúvidas:

1- Como conseguir índices de aumento patrimonial tão grandes?
A resposta é empreendedorismo. É o tipo de investimento mais arriscado, mas também o mais rentável... ah! E também o mais complexo!
Uma idéia que você tenha no banheiro, durante o banho, já lhe rende no mínimo alguns milhares à mais no patrimônio.


2- Começou com pouco dinheiro né!? Por isso os rendimentos equivalem a um patrimônio pequeno, certo?!
Hummm... Comecei com exatos 5 mil reais em dezembro de 2006.
Mas vai tentar fazer 5 virar 100 em três anos!
Cheguei a fazer mais que isso, mas por causa de um erro gerado por este mesmo sucesso, meu rendimento caiu um pouquinho.


3- Qual o segredo? Qual o caminho?
Se resume a isso:
- Determinação
- Disciplina
- Foco
Já os caminhos vão aparecendo à medida em que você os busca. Tipo naquele filme com o Kevin Costner: "Se você construir, ele virá!"


Não sou um cara de sucesso ainda, mas posto aqui a minha experiência para que outros aprendam. Como disse o Zé do Clube do Pai Rico, eu erro muito, mas o bom é que acerto mais do que erro.

Cenas dos próximos capítulos...
Em 2010 conquistarei muito! Será o ano das conquistas! E não estou sendo tomado pelo espírito natalino, escrevo isso estando muito bem fundamentado!

Aguardem, pois tanto eu, como o Blog Dinheirologia, mostrará como é possível transformar sonhos em realidade, loucura em controle, problemas em soluções, números em história e escuridão sem rastros em caminhos!

quarta-feira, 16 de dezembro de 2009


O título do post ainda poderia ser melhor: "Quando o próprio crescimento avacalha o crescimento sustentável"!

Não tenho o que reclamar a respeito da taxa de crescimento da empresa. Conseguimos fechar novos negócios com facilidade, a cada dia conquistamos mais market share e confiança do Mercado.

Está chovendo gente oferecendo dinheiro e clientes em tudo quanto é lugar do globo querendo nossos produtos...

Ótimo, certo?!

Errado!
Não que isso seja ruim, mas garanto que é um cenário perigoso para pequenas empresas.
Dependendo do caso, o empreendedor deve frear o crescimento! Sim, isso mesmo!
Lembre-se que o mais importante é a perpetuidade dos ganhos no longo prazo e para que isso aconteça é fundamental que se tenha um crescimento sustentável.

Usando os termos de Warren Buffett, digo que devemos criar franchises e não commodities. Nossas empresas têm que crescer, mas com segurança e estrutura.

Quem lê o Blog sabe da importância que dou ao Sistema Operacional da empresa. Aqui mesmo você poderá ler bastante a respeito.
No caso de pequenas ou micro empresas, é muito difícil desenvolver o sistema ao mesmo tempo em que o negócio cresce aceleradamente. Isso porque os upgrades nos processos acontecem de forma lenta e exigem, em algumas ocasiões, quantias elevadas de dinheiro.

É por isso que vivo trazendo "futuros empreendedores" de volta pra Terra, quando estes estão dando um role no "mundo da lua".
Se você quer ter uma mercearia que faz sucesso em seu bairro, talvez seja mais simples... dependendo o bairro. Mas se você quer ter um negócio de sucesso em qualquer nível, vai ter que ralar! É muito complexo e exige muito estudo, análises e estratégia... ah! E um bom produto ou serviço também!

Podemos comparar com artistas e atletas que depois de muito esforço começam a aparecer, daí vem uma enorme demanda de trabalhos, ficam valorizados, investidores ficam loucos para tirar rendimentos dali e de repente tudo vira ruína e depressão!
Onde eles erram?
Em querer abraçar tudo que lhes é oferecido, sem ter braços longos e força o bastante para sustentar.

Enfim, cuidado para que sua própria empresa não vire o gargalo de seu negócio!

terça-feira, 15 de dezembro de 2009

Sim, temos que entender de logística.

Este livro é tão desafiador, quanto agregador. Foi essencial pra mim!

Minha principal fonte de rendimentos é uma empresa atacadista onde a logística afeta em 90% nosso sucesso. Daí a vontade de buscar conhecer mais sobre logística.
Como todo livro técnico, este começa bem na "maciota", abordando a história e o conceito de logística, cadeia de distribuição, Cadeia de Suprimentos e SCM (Supply Chain Management).

O livro vinha agregando muito em meus conhecimentos, explicando cada detalhe e compartilhando muitos cases, o que é fundamental para meu aprendizado.
Abordou o comércio eletrônico, B2C, B2B, canais de distribuição, a distribuição em si e muito mais. Tudo isso, creio que seja de fundamental importância para qualquer empresa.

Mas aí, de repente tudo ficou embaçado!
O livro começou dar exemplos de cálculos matemáticos que eu nunca tinha ouvido falar. E o pior é que o autor aborda como se você já soubesse do que se trata. Tudo bem, talvez o livro tenha sido escrito para quem é capacitado a entendê-lo e não qualquer aventureiro como eu.

Mas de qualquer forma, tirando as partes de cálculos como Regressão Linear, onde eu não entendi bulufas, o livro valeu a pena!
Gostei muito mesmo do livro, tanto que até cheguei a comentar sobre ele nos Fóruns que participo, mas dei uma nota 6 só por causa deste cálculos onde o autor poderia ter mostrado pelo menos o caminho para o entendimento.
Bitolado como sou, odeio não entender alguma coisa!

Livro: Logística e Gerenciamento da Cadeia de Distribuição
Autor: Antonio Galvão Novaes
Nota Dinheirologia: 6


Clique na Imagem e compre este livro na SARAIVA! Tá barato!

segunda-feira, 14 de dezembro de 2009


Às vezes vemos algumas pessoas, ou até nós mesmos, taxando outras como burras, por não enxergarem a solução óbvia a frente de seus olhos.
Escrevi em meu Twitter...
...às vezes queremos ajudar demais e damos soluções a problemas que o "ajudado" não tem. Ainda taxamos a solução de óbvia...

É simples. Algumas vezes, de benevolentes ou enxeridos que somos, vislumbramos um provável problema de terceiros e já colocamos nosso super-cérebro pra funcionar em busca da valiosa solução que só nós podemos achar.

Mas muitas vezes o problema não existe ou existe outro problema parecido, mas não exatamente aquele que imaginamos.
Deu pra entender?!?

Acho que não né!?
Pra não usar o exemplo que me levou a escrever sobre isso, citarei um exemplo bem básico e que posso usar a vontade pois aconteceu entre eu e meu melhor amigo.

Estávamos os dois em um evento, onde recebemos uma caixinha contendo um pendrive.
Sentei em meu lugar e comecei a estudar a bela caixinha. Enquanto girava a caixinha de todas as formas, comecei a viajar naquele material de marketing.
Então entrei completamente em minha viagem e esqueci da caixinha embora minhas mãos continuassem a "futricá-la" e meus olhos estivessem vidrados naquele objeto.
...
Nesse momento meu amigo "visualizou o problema", pegou a caixinha e me ensinou como se abria a mesma. (Huahuahuahua)
Na hora pensei em explicar tudo, mas pra quê?! Era meu amigo e sei que ele não me acharia burro por causa disso. Então apenas rimos um pouco e eu disse alguma coisa, tipo me chamando de burro mesmo.

Este exemplo serve pra ver que às vezes enxergamos algumas pessoas como "desprovidas de inteligência" por não resolverem problemas que pra elas mesmas nem sequer existe!

E aí, o outro é burro ou é você um enxerido?!
Ainda temos a opção C: É tudo questão de ponto de vista...

sexta-feira, 11 de dezembro de 2009

Toyota - A Fórmula da Inovação

Eis aqui um livro realmente agregador!

Vale cada centavo e tempo investido em sua leitura!

Leitura obrigatória para qualquer empreendedor! Toyota de Matthew E. May é um livro no mínimo diferente. Ele traz os conceitos e filosofias que levaram a famosa montadora japonesa de um tear mecânico construído por Sakichi Toyoda, até o atual Toyota Avalon.

E a parte mais legal é que o livro aborda tudo como se fosse (e na verdade é!) uma história no estilo Musashi, uma saga oriental.

Começamos com a memorável citação de Thomas Edison:
Há uma maneira de fazer melhor - encontre-a.
Essa citação pode resumir toda a filosofia abordada no livro. Já sabendo a filosofia, o passar das páginas proporcionará a você, ferramentas para "fazer melhor" e conhecimento prático de quem já fez "coisas impossíveis", ou no mínimo improváveis.

Encontrará entre as ferramentas e soluções úteis a qualquer empreendedor, como a Regra de Quatro, os 5 Por Quês, a Visão de 3 Horas, SARA, Círculo de Ohno, PDCA, Kaizen e muito mais.
Tudo isso em pouco mais que 200 páginas!
Compra obrigatória!
Aproveite e clique na imagem para comprar pela Saraiva e ajudar este pobre autor do Blog!


Livro: Toyota : A Fórmula da Inovação
Autor: Matthew E. May
Nota Dinheirologia: 9


Clique na Imagem e compre este livro na SARAIVA! Tá barato!

quarta-feira, 9 de dezembro de 2009

É algo que venho pensando a alguns dias.
Pedi a minha tesoureira que me apresente todo o Passivo da empresa e quando digo Passivo, não me refiro ao significado contábil do negócio e sim a algo mais amplo e um pouco diferente, no caso o método de Kiyosaki de diferenciar Ativos e Passivos.

Pedi um relatóro com essas informações porque quero analisar se a empresa, depois do crescimento que tivemos em 2009, continua seguindo meus princípios de ter cada Passivo transformado em Ativo e se por um acaso houver algum Passivo imutável, este não pode corresponder a mais que 15% o patrimônio e nem pode gerar mais despesas que 3% em relação às receitas (A essa última "regrinha" deve-se analisar antes o Fluxo de Caixa para ver se estes 3% se encaixam).

Vamos dar um exemplo prático:
A empresa tem 100 mil reais de patrimônio.
Destes, 70 mil são Ativos, que geram receita para a empresa de no mínimo igual a inflação.
Os outros 30 mil são Passivos, que geram apenas despesas para a empresa, ou então rendimentos abaixo da inflação.
Os Ativos (70 mil) geram 150 mil de receita mensal para a empresa.
Os Passivos geram 5 mil reais mensais de despesas.


Claro que se trata de um exemplo bem básico, pois eu teria que fazer uma análise de cada conta verificando o custo e o retorno da mesma, descontando ainda a inflação.
Mas de forma básica, de acordo com meus princípios, eu teria que transformar alguns itens do exemplo acima:
Teria que transformar 15 mil de Passivos em Ativos, ou então me desfazer deles.
E teria que reduzir as despesas geradas pelos meus Passivos em 500 reais, que provavelmente seria subtraido automaticamente quando diminuisse meus Passivos.


Simples assim!
Na prática não é tão simples e quanto maior a empresa, mais complexo fica, mas é algo bem básico que você não pode perder o controle.
Creio que foi por isso que tomamos uma porrada no Fluxo de Caixa aqui.
Não espere tomar uma porrada você também! Corra lá pro excel e use essas regrinhas.
Se quiserem, eu explico mais detalhadamente como fazer, mas acho que já dá pra entender e desenvolver assim.

terça-feira, 8 de dezembro de 2009


Iniciando a categoria "Sonho de Consumo" no Blog com 4 rodas.
No último sábado fiz um test drive no Volkswagen Jetta 2010. Que carro!
Embora já tinha passado alguns top nacionais em minha garagem (quando era um mal educado financeiro), já havia me esquecido como é dirigir um "carrão".
Já estava meio puto... aliás puto e meio com esse negócio de andar de Honda Biz, aí fui dar role de Jetta... pqp, que sacanagem!

Fui olhar os carros da Volkswagen para a empresa, estreitar nossos contatos lá dentro e fazer alguns test drives.
Pensamos em comprar alguns Gol's básicos para vendedores, Kombi's para investimento e um Jetta para vistas e reuniões, mas tudo será muito bem pensado antes de fecharmos negócio.

Mas vamos falar do Jetta!
O carro já vem completo de fábrica, deixando como opcionais apenas o teto solar elétrico, rodas 17", couro e os faróis xenon.
É super confortável, econômico (para a categoria) e se quiser acelerar, o bichão responde na hora!
O que achei mais legal no carro foi o estilo e a estabilidade absurda. Só bate esse carro quem for realmente muito roda dura! Fiz uma manobra com ele em uma rua calçada, na chuva, com a direção toda virada, acelerando tudo no "S" e depois frenando bruscamente... incrível! O carro não saiu nem um único centímetro de sua trajetória, nem acelerando e nem frenando.
Já o que achei mais interessante no pacote todo foi o desconto para a empresa... um belo e gordo desconto.
Agora é uma meta! Quero um desse!
Antes eu queria um carrinho qualquer e uma bela moto esportiva, mas tive que mudar de idéia por causa da minha posição de Diretor Presidente de uma empresa que está começando a se destacar no mercado (e dono do Blog Dinheirologia), já que infelizmente as pessoas dão valor aos passivos caros como os automóveis.

Desse jeito já até começo a pensar em dar a Bizinha na troca (rs)...

segunda-feira, 7 de dezembro de 2009

Como já relatei aqui, minha moto foi apreendida injustamente pela PM de Minas. Tudo por causa de um erro no Detran!

São motivos para apreensão e/ou remoção do veículo:
"Art. 230. CONDUZIR O VEÍCULO:
I - com o lacre, a inscrição do chassi, o selo, a placa ou qualquer outro elemento de identificação do veículo violado ou falsificado;
II - transportando passageiros em compartimento de carga, salvo por motivo de força maior, com permissão da autoridade competente e na forma estabelecida pelo CONTRAN;
III - com dispositivo anti-radar;
IV - sem qualquer uma das placas de identificação;
V - QUE NÃO ESTEJA REGISTRADO E DEVIDAMENTE LICENCIADO;
VI - com qualquer uma das placas de identificação sem condições de legibilidade e visibilidade:
Infração - gravíssima;
Penalidade - multa e apreensão do veículo;
Medida administrativa - remoção do veículo;


* É bem verdade que a apreensão propriamente dita é realizada pela autoridade de trânsito, mas esta apreensão nada tem a ver com a “MEDIDA ADMINISTRATIVA” de remoção do veículo realizada pelo agente da autoridade de trânsito (ato precário).
A apreensão é penalidade e só pode ser aplicada pela autoridade de trânsito (tem prazo determinado – ATÉ TRINTA DIAS –, ver resolução 53 do CONTRAN, infra).
by: Jus Navigandi
"

A moto estava no nome de um grande amigo do meu pai e o mesmo já havia iniciado a tranferência, depois de pagar o restante de um consórcio.
Comprei a moto do meu pai e paguei todos os impostos em Fevereiro de 2009. Enquanto isso, andava com o documento de 2008 (que na ocasião estava com meu pai), crente que não haveria problema. Pensava que os documentos de 2009 chegariam na casa desse amigo do meu pai.

Então parei na blitz e contei a história ao guarda, que foi apenas verificar se estava tudo realmente pago. Sabia que receberia uma multa por não portar os documentos de 2009, mas tudo bem, pois eu estava errado mesmo.
Daí o guarda vem e me diz que não paguei o Licenciamento de 2009! Fiquei louco e saí revirando minha pasta até achar o comprovante de pagamento datado de fevereiro.
Ele olhou o comprovante e disse:
- Pois é, ainda consta em aberto no Detran. Você terá que resolver isso lá e eu tenho que remover a moto para o pátio!

Peguei meu telefone pra ligar para a advogada e o "filhudamãe" estava com a bateria totalmente descarregada!
O resto já foi contado no OUTRO POST.

Fui no mesmo dia ao Detran-MG e a "simpática" atendente disse:
- Óh! Realmente não deram baixa!
Ela olhou pra minha cara e não precisei dizer nada para que ela entendesse minha fúria!
- Errr, o senhor pode reclamar sobre o ocorrido na Secretaria da Fazenda.

Peguei meus papéis e saí dali um pouco pra ver se conseguia ficar sem matar alguém ou destruir patrimônio público...

Voltei e fui pegar a guia de liberação para pagar. Mais uma vez funcionários "super-simpáticos" (Claro que estou sendo irônico!) me atenderam quando interrompi o árduo trabalho que faziam em seus Orkuts.

Daí o "gente boa" me diz que quem poderia fazer aquilo era apenas meu pai!...
...
Saí correndo que nem um louco, na chuva pela avenida João Pinheiro!

Eu estava com muita, mas muita raiva mesmo!
Combinei com meu pai e voltamos lá no outro dia pela manhã.

Chegamos lá por volta das 09 horas da manhã e os funcionários disseram que a pessoa que assina as liberações não estava e que por isso deveria demorar um pouco. Perguntei se podia liberar meu pai, deixando apenas eu sem trabalhar, mas eles me deram um sonoro e arrogante NÃO!
...
Meu pai já havia entregado tudo que eles pediram;
Só restava esperar o "fiduma" que assinaria a liberação;
Eu estava ali injustamente;
Estava perdendo 2 dias de trabalho e fazendo meu pai perder 1;
Já havia pago mais de 200 reais só nesse "erro do sistema" deles;
Minha Biz estava presa num pátio do Detran;
Estávamos pagando estacionamento do carro do meu pai;
Chovia como se o mundo fosse acabar;
Meus impostos e taxas estavam pagos desde Fevereiro;
EU ESTAVA COM FOME!
...

Tudo indicava que algo trágico aconteceria ali.
Mas esperamos até ás 13:30, para que os sempre gentis funcionários nos chamasse e nos desse a bendita liberação.

É uma palhaçada o que nossas autoridades fazem com os cidadãos! Se meu celular estivesse carregado na hora, ele saberia que eu não era qualquer um, que eu tinha suporte jurídico e político para provar que ele estava errado.
Agora imaginem quantas pessoas não passam por isso sem saber que de fato as penalizações destinadas a eles não têm fundamento legal.

Embora eu não goste disso, tenho que concordar que todos nós temos que entender um pouco de lei e ter sempre um perito para quem ligar.

É uma baita sacanagem uma instituição como o Detran de Minas Gerais, ter seus processos tão arcaicos e engessados, funcionários de nível tão baixo que me fazem pensar naquele estereótipo de funcionário público, um sistema absolutamente inútil (para a população).

Não poderei usar meus contatos por causa de uma Honda Biz (queima o filme) e nem perderei meu tempo (valiosíssimo) com um processo contra a instituição, embora deveria.
Quero apenas deixar esse relato aqui, pois poderá ajudar a alguém que caia na rede de arrogância e "insustentabilidade" desta instituição.

Sinceramente Detran-MG (Instituição), eu espero que logo sejamos um país mais desenvolvido no qual instituições porcas, falhas e arcaicas como vocês caiam por terra, fazendo com que, por consequência, os funcionários que sobreviverem a essa mudança tenham que engolir seus orgulhos e arrogâncias, totalmente destemperados, para saberem lidar com o cidadão comum.

quinta-feira, 3 de dezembro de 2009

Menino do céu! Que policial bonzinho! Tão educado... e o cara do reboque, quanto cuidado com minha Bizinha... pena que só pra transportar meu pequenino veículo para o pátio do Detran, ele me cobrará R$150,00!!!
PQP!!! Quando uma kombi da empresa estraga em uma cidade vizinha, eu pago R$70,00 de reboque! Agora pra levar a minha Biz pro pátio me cobram 150 paus!?!?!?
...
Ok! Vacilei!
Mas já estou perdendo a paciência com esse lance de não "poder" comprar um carro, por causa de meus princípios financeiros!
Cada dia é uma coisa... um dia é um toró (chuva) que faz pensar na profecia de 2012, em outro dia escapo de seguidas tentativas de homicídio (motoristas loucos) no trânsito e em outros passo a humilhação de ser tratado como um marginal numa blitz e ainda ver meu veículo ser levado enquanto caminho longos 4km (com os sapatos molhados) de volta pra casa.

Pôxa Papai do Céu! Chega né!? Já aprendi tudo que deveria com isso e tô me esforçando pra caramba, agora vê se estala o dedo aí e me dá um help!

Estava sem o documento da moto, que estava com meu pai, daí apresentei os comprovantes de pagamento de todos os impostos possíveis ao policial para ver se ele me "liberava", mas então veio a notícia: - VOCÊ NÃO PAGOU O LICENCIAMENTO DE 2009!
- Say whaaaaaat!!!???
Mostrei a ele na mesma hora, o comprovante deste pagamento. Daí ele disse que o Detran informou que não está pago e que não podia fazer nada. Eu é que tenho que ir até o Detran (e perder um dia de trabalho) e procurar saber porque não baixaram o pagamento.

Pensei em brigar e espernear, mas de qualquer forma eu estava errado mesmo, pois o documento que estava com meu pai era o de 2008!

Agora tenho uma multa pra pagar, um pagamento pra comprovar, uma moto pra buscar, um reboque pra me roubar e pouco tempo pra trabalhar!

Fazer o quê? A culpa é minha!
Como já havia comentado anteriormente, o bicho pegou aqui na empresa por causa da má gestão do Fluxo de Caixa e por isso decidi elaborar uma planilha que oferecesse o Fluxo de Caixa e sua previsão (Orçamento) simultaneamente.

Não é coisa de profissional, já que eu nunca fiz um curso de excel, mas "quebra uma árvore", daí você faz suas adaptações e utiliza a planilha para controlar, ou conferir seu Fluxo de Caixa.

Para fazer o download de minha incrível planilha (Kkkkkk) CLIQUE AQUI!
Ps.: Ao clicarem para fazer o download, aparecerá uma página de propaganda da AdF.ly, daí basta aguardar 5 segundos, até que o contador no canto superior direito da página chegue no zero, daí você clica e cai na página do Hotfile, onde está o arquivo.

quarta-feira, 2 de dezembro de 2009





Até hoje não havia postado nenhuma foto de meu casamento em meu Blog... Acho que por ser algo bem "meu"... Mas enfim, creio que agora isso possa ajudar outros casais desesperados.

Se fôssemos ser racionais, adiaríamos o casamento! Estava passando pela pior fase financeira em que já estive, desde que comecei a me instruir financeiramente.
Mesmo assim nos casamos em 25 de abril de 2009...
E foi o casamento mais glamouroso que já vi!

Começamos juntando dinheiro bem antes. Fechamos os itens mais caros com bastante antecedência, para termos o tempo de confiança no fornecedor como aliado nas negociações. Esses itens eram o local da cerimonia, o buffet, as fotos e o vídeo.

Alongamos os pagamentos até a datas próximas à cerimonia.
Eu sei que é difícil negociar, quando os sonhos de sua noiva estão no papel, mas mesmo assim chore, apele para o emocional, cative o fornecedor e por fim, seja frio na hora de exigir dele o desconto do tempo em dinheiro, já que paga pelo serviço bem antes do mesmo ser efetuado.
Contrate logo um bom cerimonial, de preferência alguém bem empolgado e que seja bem relacionado. Este serviço lhe ajudará com os outros.

Convide poucas pessoas! Faça algo chique, glamouroso e reservado.
Isso se quiser realmente um casamento com glamour. Se não fizer questão disso, convide até a vizinha de sua tia que mora em Quipapá (Pernambuco) e faça um belo churrasco!

Por fim, já que a cerimônia será algo que marcará a vida dos convidados e como fará questão de frisar que os mesmos são VIP's (Lembra? Cerimônia reservada?!), elabore uma bela e cara lista de presentes, se possível com site na internet (Blog ou site especializado) onde todos os convidados possam ver os presentes que os outros lhe deram. Ah! Lembre-se de cantar um presente bem caro ao pai ou ao sogro, para que encoraje o resto dos convidados a fazer o mesmo.

Depois disso, acerte com os últimos fornecedores, como decoração e músicos abusando da concorrência para conseguir melhores preços.

Se precisar, use a grana da Lua de Mel pra investir na cerimônia! Você poderá viajar muitas vezes durante sua vida, mas casar é algo único, portanto valerá a pena!
Se você fizer questão de que a Lua de Mel tem que ser cheia de frufrus, pétalas de rosa e etc., prepare tudo no quarto da nova casa! Uhhuuuuu! E não se esqueça de tomar muito energético e café na festa, porque senão... a Lua de Mel acontecerá apenas em seus sonhos enquanto estiver dormindo com sua noiva (noivo) babando em seu ombro na cama nova do casal.

Pra fechar: Casamento não é racional, é totalmente emocional! Mas deixe as emoções pra depois que já estiver tudo pago!

terça-feira, 1 de dezembro de 2009

Ok, o Dinheirologia é um Blog que fala sobre investimento, empreendedorismo, administração e etc. Mas quem disse que temos que ser sérios como os outros?!

Por isso trago pra vocês uma ótima dica de filme.
Assisti no último final de semana o filme do diretor Guy Ritchie, "RocknRolla"...
O filme é doido demais fiiii!!! Um dos melhores filmes que vi esse ano e vale a pena conferir.
Aliás, os filmes do ex-marido da rainha do pop são sempre bons. Adorei o "Snatch" e o "Jogos, Trapaças E Dois Canos Fumegantes", inclusive eu uso muito este último para criar títulos para meus posts. Hehehe

Enfim, o filme segue bem o estilo de Guy, contendo ação, muito humor e retratando gangsters do imaginário dele em personagens singulares.
Fora o estilo único dos filmes, a fotografia, o sotaque, os apelidos dos personagens, as músicas... o filme é muito bom!
Corra até a locadora e assista!

Ps.: Esse filme até inspirou o novo template do Blog Dinheirologia! Em breve vocês conhecerão!

Segue o trailer:

segunda-feira, 30 de novembro de 2009

Sempre tentei desenvolver meus funcionários, que na verdade não gosto de chamar de funcionários e sim INVESTIDORES.
Ultimamente venho pensando em desenvolver mais o RH da empresa com idéias próprias, para que minha filosofia de desenvolvimento humano vire a filosofia da empresa. Na verdade não tenho mais um departamento de RH e sim um Departamento de Capital Intelectual. Um nome bonito que de nada servirá se não for desenvolvido.

Daí pensei: Tudo começa com um objetivo!
Para dar aos funcionários seus próprios objetivos, mandei fazer um quadro com o organograma das áreas da empresa e outro com os cargos da mesma. O departamento de Capital Intelectual tem a obrigação de manter os honorários de todos os cargos em livro aberto a todos os funcionários, nesse livro inclui até o meu "salário" que pode servir de meta para alguém que deseje ser nosso Diretor Presidente.

Em todas as reuniões, eu ainda friso que em nossa empresa, o funcionário é quem decide qual será sua função. Basta ele me apresentar um projeto com os benefícios que a empresa terá, um orçamento da nova área e seu salário.
Isso porque talvez o funcionário tenha um talento para determinada área, que ainda inexiste na empresa.

É uma idéia bem simples para o empreendedor, mas que muda a visão do funcionário para com a empresa. O bom é que a idéia é viável para pequenas empresas também!

Muitas idéias nessa área estão pipocando em minha cabeça e entre elas, vejo soluções até para a comunidade, trabalhando assim a área social da empresa também.

Gosto de ajudar as pessoas a se desenvolverem e até então só fazia isso por aqui, pelo Blog Dinheirologia e alguns Fóruns, mas agora quero mais! Quero ver aquela pessoa que nunca teve a esperança de fazer grandes vôos, começar a sonhar e batalhar por seus objetivos, sabendo que é possível!

Nasci pelado e agora estou aqui, estruturando minha vida para conquistar grandes feitos, imaginem s entre estes grandes feitos, estiverem presentes revoluções nas vidas de mais pessoas?!? Não quero vida boa só pra mim! Quero vida boa pra quem eu conseguir atingir...

Ok! Comecei a me empolgar de novo! Mas não duvidem de mim...

sexta-feira, 27 de novembro de 2009

Todos estão vendo que não estou escrevendo todos os dias, que minha vida está muito corrida e louca. Beleza!
Mas hoje ensinarei como escrever um post sem conteúdo útil correndo!

Primeiramente, ontem me abdiquei de trabalhar a partir das 15 horas e fui ao cinema tomar Coca Cola e assistir Lua Nova pela segunda vez.
De vez em quando é bom que os tomadores de decisão façam isso, ou algo do tipo. Isso ajuda a clarear as idéias.
Sem contar que antes passei na empresa de meus amigos e ri um bocado, coisa que estava precisando fazer também.
A Coca Cola estava maravilhosa! Já o filme Lua Nova ficou bem abaixo de minhas expectativas, haja visto que o livro de mesmo nome foi o melhor livro que já li em minha vida. Talvez por isso eu tenha escolhido fazer um repeat ontem, pra dar uma segunda chance ao filme...

Só quando deixei de pensar em ser vampiro e fui me sintonizar aos meus objetivos novamente que fiquei sabendo da barrigada que o Fundo... (fundo o cacete!) ... que Dubai está dando em geral!!
Legal isso, pois a pouco tempo eu falava com o meu irmão sobre a ostentação louca que paira sobre aquele lugar!
Pelo menos foram bem espertinhos. Se vai dar o cano, dá direito, tipo algumas dezenas de bilhões.
Tenho muito pra falar sobre isso!

Pois é, me desculpem os leitores, mas estou ralando muito e por causa disso terão mais histórias para ler aqui no futuro, sem contar que a história terá um final feliz!

quarta-feira, 25 de novembro de 2009

O Fluxo de Caixa ou Fluxo de Dinheiro é fundamental para qualquer empresa, de qualquer tamanho e embora possa ser simples e fazer, deve ser preciso e sua gestão está longe de ser simples. Sua análise é complexa e as decisões estratégicas sobre ele devem ser minimamente calculadas.

Minha empresa estava em pleno vôo! Todas as portas em um longo corredor abertas, oportunidades jamais vistas... fiquei tão ludibriado que quando me virei pra fechar a porta pela qual estava saindo, vi que estava tudo bagunçado!
Agora vou tentar manter as portas no corredor abertas, mas vou focar em arrumar a casa primeiro, pra depois voltar a voar pelo corredor.

A bagunça que visualizei é exatamente em meu Fluxo de Caixa.
Deleguei a função e confiei nas competências pessoais antes mesmo de confirmar tais competências. Resultado: Fudeu tudo! hehehe
Culpa minha!

Agora estou controlando o estrago e já consertando todo o sistema para o futuro. Venho treinando um funcionário só pra isso também e este funcionário cursa Gestão Financeira na faculdade. Maravilhoso né?! Não. É na prática que as decisões valem dinheiro e não nas provas. Daí um estudante usa o que aprendeu com seu professor e esquece a lógica.

Como não sou formado em nada, sempre usei a lógica, ou pelo menos usei a lógica para entender as fórmulas e creio que este seja meu diferencial. Se aquela fórmula existe, é porque existe uma lógica por trás dela! Simples assim.

Mas voltando ao Fluxo de Caixa, a maioria já conhece o básico:
Começamos com um Saldo Inicial, daí temos as Entradas (recebimentos), as Saídas (pagamentos) e apuramos o Saldo Operacional que nada mais é que o total de entradas subtraído pelo total de saídas. Depois apuramos o Saldo Final que é o Saldo Inicial somado ao Sado Operacional.

Isso é o básico e pode ser feito até mesmo em um caderno ou agenda.
Hoje em dia muitos usam os poderes do Excel, que ajuda e muito os pequenos empresários e todos empreendedores.
Nessa planilha, é bom que contenha dois Fluxos em um, que seria o Fluxo de Caixa Previsto e o Fluxo de Caixa Realizado. Se for fazer isso em um caderno, serão necessários dois cadernos, um para Previsto e um para Realizado.

A previsão de Fluxo é tão importante quanto o Fluxo realizado. É com essa previsão em mãos que você poderá tomar decisões estratégicas, tanto para cortes, compras, investimentos e etc.
Como já disseram antes de mim: O que não é medido não pode ser controlado.

Para lançar todos os campos da previsão, sem ter que fazer uma projeção, que complicaria mais um pouco, use uma média dos lançamentos passados, tanto nas entradas como nas saídas. Porém alguns lançamentos podem ser reais, como pagamentos fixos de aluguéis, prestações e etc. Outros também dependem do prazo de seus fornecedores e do período de sua previsão.

Eu costumo fazer uma previsão para os próximos 12 meses, mesmo que quanto mais longa é a previsão, maior é a Margem de Erro. Tomo decisões em cima dos próximos 3 meses e uso os demais para analisar projetos.

Em breve disponibilizarei na Área de Downloads aqui do Blog, uma planilha que eu mesmo estou desenvolvendo para consertar o Fluxo de Caixa de minha empresa e que poderá ajudá-los também!

Ps.: Desculpem a demora pra postar, mas é porque meu notebook tinha dado um pau fudido!

sexta-feira, 20 de novembro de 2009

Você encontrará muito material disponível citando a importância dos clientes, que hoje em dia tudo começa deles, todos os ciclos e cadeias.
Mas sou categórico em afirmar que os fornecedores têm uma "taxa de importância" igual à dos clientes.
Muitos podem me apedrejar, mas penso assim e se você não estiver muito bem fundamentado em uma opinião contrária, não mudarei de idéia.

Vamos pensar da seguinte forma:
Separamos nossas relações entre amigos e colegas.
Colegas são as pessoas que estão ao seu lado em ambientes comuns e que só servem para os momentos neutros ou bons.
Já os amigos são aqueles do tipo "pau pra toda obra". Estão com você o tempo todo, mesmo que não se faça presente fisicamente. São com eles que você conta num momento ruim e são neles que você pensa logo que tem uma boa notícia pra contar.

Dessa forma, podemos dizer que seu cliente é seu colega e seu fornecedor é seu amigo!

Claro que existem exceções à regra, mas isso é fato!
Logicamente, ao momento que você é fornecedor de seu cliente, este automaticamente passa a considerá-lo um amigo, mas isso não muda a classificação dele de colega sob seu ponto de vista.

Viagem né!? rs

Mas é isso, pois nas horas difíceis, são seus fornecedores que seguram, ou tentam segurar sua onda.
Não adianta pedir para o cliente vender mais seu produto porque está num momento difícil, muito menos pedir para que lhe pague à vista.
Por outro lado poderá alongar prazos com seus fornecedores, renegociar dívidas, pedir bonificações e etc.

Analisando esta tese, me respondam:
Por quê a maioria dos micro e pequenos negócios não tratam melhor seus fornecedores?
Ou melhor...
Por quê as empresas não tratam seus fornecedores da mesma forma que tratam seus clientes?

Temos que estreitar os relacionamentos com nossos fornecedores, temos que ajudá-los a lucrar mais, a crescer e a conseguir te ajudar mais. Temos que agregar valor às nossas relações com os mesmos e embora como disse, todos os ciclos e cadeias partem dos clientes, os fornecedores são os pilares de todos os ciclos e cadeias.

Se você acha que isso tudo é viagem, tudo bem. Mas se você for meu cliente, saiba que sou mais importante pra você (amigo) do que você é pra mim (colega)!

Ps.: Se você for mesmo meu cliente, saiba que te amo mesmo assim!

quarta-feira, 18 de novembro de 2009

Meu amigo Alex Prado postou este vídeo lá no Clube do Pai Rico e embora seja curto, é muito bom. Fala sobre empreendedorismo de forma curta, superficial e direta.
Vale a pena assistir...


terça-feira, 17 de novembro de 2009


Essa é uma questão que passa na cabeça de muitos empreendedores e empresários.
De repente aparece aquele funcionário que se destaca na empresa e por consequência, seu trabalho começa a ser reconhecido pela equipe, pelos clientes, fornecedores, até que por fim ele se dá conta de que é "foda".

Sabem qual é o segredo para reter este funcionário em sua empresa?

O primeiro passo é fazer o que sempre afirmei aqui no Blog. Sempre que for contratar um funcionário, serviço ou apresentar algo a um cliente, deve-se trocar os verbos "contratar" e "apresentar", pelo verbo "VENDER"!
Você deve vender a sua idéia, sempre!
Não contrato funcionários, nem serviços de qualquer tipo, como bancos que derramam dinheiro em cima da empresa e muito menos vou a um cliente mostrar meu produto.
Eu consigo investidores. Apenas isso! Todos os funcionários, bancos, terceirizados e clientes devem investir em sua idéia. Fazendo isso, eles se sacrificam em uma fase inicial, para obterem bons retornos no futuro.

Fazendo isso, você já tem meio caminho andado no caso de uma descoberta "inside company". Daí faltará apenas um passo:
Descobrir que o indivíduo é um talento e recompensá-lo, antes mesmo que ele se descubra!
E quando eu falo em recompensar, não estou me referindo apenas ao lado financeiro da coisa, mas também ao reconhecimento por meio de elogios, agradecimentos, delegação de poder, planejamento de carreira e metas desafiadoras.

Assim você provavelmente conseguirá reter o talento ao seu lado.

O problema fica pra quando o talento já vem pronto de fora.
Disso eu não posso falar muito, pois nunca contratei um talento que já sabia que era um talento (capicce?!).
Prefiro desenvolver novos talentos dentro da empresa, mas creio que as mesmas regrinhas descritas acima, podem aumentar a probabilidade deles ficarem com você.
O problema aqui é que na contratação de um talento, este já chega caro e portanto sua margem para negociar sua remuneração cai drasticamente.

Ps.: Desculpem por minha ausência! Tô trabalhando feito um louco em cima do Fluxo de Caixa da empresa e de nossa expansão. Tô até parecendo gente grande, cheio de reuniões importantes, uso de influência e discursos técnicos...

quarta-feira, 11 de novembro de 2009


Rapaziada do Blog, voltei a malhar!!!
Que alívio! Não estava aguentando ver minha força indo embora, os músculos eu nem lembrava mais como eram e meu condicionamento físico como jamais esteve.

Voltei empolgado! Malhando com meu mesmo estilo antigo (Maromba Rules!), mas com 25% dos pesos que aguentava.
Meu tempo está muito curto e fico me cobrando produtividade o tempo todo, 24 horas por dia. Mas de que adiantaria tanto esforço, se quando eu atingisse meu objetivo eu não tivesse saúde para desfrutar dele?

Por isso voltei pra academia! Não basta ser rico, tem que ser rico e gostoso! Hehehe

É bom e ruim ao mesmo tempo, sentir dor em todos os músculos de seu corpo, devido aos esforços físicos. Por outro lado, é péssimo ver meu percentual de gordura que desde os 10 anos se manteve entre 11 e 13%, atingir inacreditáveis 20%!!!

Nessa fase inicial do processo, estou me sentindo o "quase-tio" na academia, mas assim que recuperar minha força, serei o Mr. Guincho novamente! Hehehe
...

Hoje estava pensando no que postar durante a semana e fiquei sem assunto, pois algumas coisas que estou fazendo agora, não podem ser divulgadas por enquanto. Daí queria saber se alguém tem alguma sugestão de assunto. Fiquem a vontade para comentarem.
Aliás, passa uma pá de gente aqui todos os dias e poucos comentam, talvez por medo de perguntar alguma coisa. Por isso que volto a lembrar: Fiquem à vontade!

Ah! Zé! Você m pediu em um comentário que lhe dissesse a taxa de juros que consegui nos bancos. Falo pra você assim que concretizarmos o negócio.
Adianto que deverá ser uma taxa baixa o bastante, para que (se quisermos) possamos conseguirmos bons spreads no Mercado Financeiro.

terça-feira, 10 de novembro de 2009

Sei que o caso da Uniban já tá cansando, mas esse foi um exemplo prático de como destruir uma empresa com apenas um ato! Neste caso, pela decisão de expulsar a aluna.

Que burrice!!!
Quem é este reitor?!?

Ele teria tempo para avaliar tudo e julgar de maneira política, como todo líder deve fazer, só que não, o cara (ou "a" cara) foi influenciado por aquela nuvem de emoção inexplicável que rondou aquele lugar e simplesmente tomou uma das decisões mais burras de sua vida.

Não vou julgar o que aconteceu por lá, pois eu não estava presente, sendo que nada justifica o que vi nos vídeos, exceto se a menina do vestido rosa tivesse matado uma criancinha ou gritado "Mengôôô" na torcida do Galo no último jogo.

Decidi escrever sobre o ato que ao meu ver destruiu a empresa.
Pelo que li, a decisão foi tomada por um conselho, 15 dias após o ocorrido e depois que tudo veio à tona, tacaram a culpa na "pessoa física" do reitor Heitor Pinto Filho.
Claro pois para tentar salvar a empresa, terão que sacrificar alguém importante.

Lamentável que mesmo com 15 dias para avaliarem, os responsáveis pela empresa não pesaram o que poderia dar errado!
Sempre pense no que pode dar errado! Fica a dica.

Agora uma coisa é certa: O que causou aquele movimento taliban foi a inveja da mulherada e incompetência ou "nojinho" (Uiii) dos homens presentes.

segunda-feira, 9 de novembro de 2009

Pessoal, como podem ver, meu tempo está escasso. Minha fase está tão boa e ao mesmo tempo tão intensa, que minha cabeça não para! São 24 horas por dia, 7 dias por semana, sem parar, sem desligar!

Acho isso ótimo, pois estou totalmente focado.
São em momentos como esse que consigo extrair o melhor de mim, de meus comandados e de meus stakeholders.

Meu ex-R.P. e agora, Diretor de Relacionamentos, está hospitalizado e isso está me demandando mais tempo ainda.
Como disse no post anterior, estive com o Vice-prefeito em uma ocasião e em outra oportunidade, me reuni com o Secretário de Desenvolvimento Econômico e o Diretor de Projetos. Todos eles me mostraram uma coisa: Minha empresa não deve sair desta cidade!
O governo municipal, quer realmente desenvolver a cidade ao máximo e por isso, mantêm um canal de relacionamentos muito aberto e acessível a qualquer empresário, seja de qual tamanho for.
Não imaginava que fosse assim!
Não estou dizendo que fazem falcatruas para ajudar a alguns. O que eles fazem é simplesmente tratar bem o empresário e ajudar e agilizar seus processos que competem ao município.

Maravilhoso!
O governo finalmente ajudando.

E enquanto tudo acontece, fico escutando todos falarem que sou muito inteligente, superdotado, gênio e etc, coisas que de fato não sou!
Creio que eu tenha uma inteligência muito diferente e limitada, pois ao mesmo tempo que sou muito inteligente para umas coisas, com testes de Q.I. batendo acima de 140, sou mais burro que uma porta para outras.
Agora para os que mesmo assim, insistem em me taxar com estes adjetivos, deixo a receita de minha inteligência:
...
FOCO!
...

É quando estou totalmente focado, que consigo realizar coisas dignas dos adjetivos citados. Sem foco, não consigo nem montar um quebra-cabeças.

Portanto queridos leitores, me desculpem, mas como disse no Twitter, estou prestes a subir mais um degrau e por isso, estou totalmente focado, o que me deixa um pouco sem tempo para relatar o que acontece aqui.

Mas se querem que este Blog realmente termine com um final feliz e que eu mostre em tempo real o que fiz para enriquecer, deverão ter paciência em momentos como esse.

quarta-feira, 4 de novembro de 2009

Quem diria?... João Homem, um moleque muito pobre, magrelinho e barrigudinho, participando de reuniões com os "poderosos".
O que pensariam essas pessoas que ficam escutando entusiasmadas, tudo o que minha boca consegue jogar pra fora de forma bem mais lenta que meu cérebro, se me vissem subindo em minha Honda Biz para ir embora?!?

Montei uma equipe de ataque tremenda! Tenho um R.P. que capta todos os contatos que precisamos e alguns a mais, um diretor comercial muito empenhado para vender a empresa e por fim, chega eu, pra falar umas palavrinhas difíceis, mostrar alguns índices e influenciar a confiança dos futuros parceiros. Essa receita está se mostrando infalível!

Me reuni ontem, com o vice-prefeito da cidade onde a empresa está instalada, pagando aluguel em uma área que daqui a pouco não nos caberá mais.
Fui com as "costas quentes", indicado por um deputado, resolver um problema com o alvará de funcionamento da empresa, que está travado na secretaria por pura burocracia.

Entrei em sua sala com este objetivo, mas saí de lá com uma reunião marcada com o Secretário de Desenvolvimento Econômico, que aprovará uma área 8 vezes maior que a atual, para construirmos nossas próprias instalações. Tudo para ajudarmos a cidade a desenvolver para o lado geográfico certo, gerando empregos e renda.
Consegui o auxílio da Caixa Econômica Federal e BNDES também. ...
Tudo é tão lindo! rs...

terça-feira, 3 de novembro de 2009


É com um grande atraso que trago a vocês o que pude observar na Superminas 2009, que ocorreu em Belo Horizonte nos dias 20, 21 e 22 de outubro.

Primeiro deixo uma dica a todos os leitores:
Independente de qual o seu setor, esteja sempre atento e presente nas feiras e eventos referentes a ele. Isso é primordial para os negócios.
Já começarei a agendar viagens para feiras em outros estados e no exterior, tamanha é a importância destes eventos.

Vá sempre em equipe. A equipe deve ser composta por você, que analisará as novas tendencias e oportunidades, um Relações Públicas, para atrair e captar o máximo de contatos possíveis e um diretor comercial, para fechar negócios.

Já participei de outras duas Superminas, mas sempre fui sozinho e o máximo que fiz foi trocar cartões.
Dessa vez foi o máximo!

Montei minha equipe e fomos sem cortesias ou pré-inscrições.
Chegando lá vimos que teríamos que pagar 60 contos para as 3 entradas, mas então rapidamente nosso RP tirou seu celular do bolso e começou a fazer inúmeras ligações.
Em 15 minutos ele estava conversando com o diretor da empresa responsável pelo evento. Daí depois de mais uns 10 minutos, vi meu RP e o tal diretor abraçados, dando boas gargalhadas.
Depois disso foi só preencher uma fichinha e pegar nossos crachás!

Nos separamos durante a feira, cada um com seus objetivos ja traçados e fomos a caça, mantendo contato constante pelos celulares.

Pra variar, nosso RP conseguiu uma mesa para nós, numa área VIP de uma grande empresa mineira, para que levássemos nossos contatos para conversar e fechar negócios, enquanto nos serviam gratuitamente salgados e bebidas.

A Feira foi muito boa para fazermos novos contatos, mostrarmos para os contatos anigos "nossa moral", sim pois aquela área VIP não era pra qualquer um (mesmo que eu não tenha gasto um único centavo com ela) e para ver as tendências dos grandes varejistas.

O mais engraçado é ser tratado como um Poderoso Chefão num lugar desses e depois pegar minha Bizinha pra ir embora! (rs)

sexta-feira, 30 de outubro de 2009

Até onde vai minha determinação e meu foco em meu objetivo?
Quem lê o Blog sabe muito bem que meu objetivo é enriquecer e minha luta é contra o tempo. Estou indo muito bem nesse ponto, graças a Deus.

Mas como em tudo que faço, sou bem intenso e muito radical. Já faz quase dois anos que ando pra cima e pra baixo de Honda Biz. Percorro no mínimo 30km por dia em cima daquela motinha que anda mais devagar que uma kombi.
Nessa época de chuvas, além do cansaço de transitar nessas condições, chego em casa tenso por pilotar na noite escura e chuvosa. E fico tenso não pelo medo de escorregar na pista molhada e sim porque basta vir um carro na direção contrária, com o farol aceso, que fico completamente cego devido às gotas de chuva na viseira do capacete.
É realmente uma aventura... bem letal, claro e sem nenhuma emoção boa.

Hoje quando estava vindo para empresa, a uns 90km/h, numa estradinha que dá acesso a empresa, uma mulher num carro de auto escola fez questão de sair de uma rua à minha direita e entrar na minha frente. Como já estou acostumado com isso, reduzi um pouco e joguei para esquerda para ultrapassá-la, quando de repente vi a seta da esquerda do carro sendo acionada... put-and-keep-are-you ... ela queria entrar à esquerda numa rua, logo após de entrar na minha frente...

Pausa
...
Já tive algumas motos esportivas e aprendi a pilotar esportivamente. Amo a motovelocidade e isso me incentivou a fazer alguns cursos de pilotagem e a pilotar em alguns autódromos do Brasil. Em BH eu só conhecia 2 caras mais rápidos que eu. Fazíamos loucuras em cima das motos mais potentes do mundo.
Graças a Deus que meus reflexos e minha técnica foram muito aperfeiçoados nessa época.
...

Play

Como imaginei, a mulher começou a entrar à esquerda com o carro e minha cabeça começou a funcionar naquele modo Homem Aranha, quando você vê tudo em câmera lenta e fica analisando suas opções de defesa.
Pensei em jogar para direita, contra-esterçando o guidão da moto, mas não daria tempo de corrigir a trajetória antes de me chocar com o canteiro lateral.
Pensei também em entrar na mesma rua que ela, mas concluí que teria que fazer a curva derrapando e em alta velocidade, o que com certeza a Bizinha não aguentaria.
Minha terceira alternativa era ejetar e saltar por cima do carro, detonando minha moto e me ralando todo no asfalto. Para essa opção, até confirmei se não estava vindo carro em sentido contrário ao tombo.

E então como raramente acontece comigo, fiquei sem opções a não ser me machucar um bocado!...

Mas então vi que havia me esquecido da melhor alternativa, contar com Deus! Por um milagre, o instrutor dela me viu e frenou o carro, deixando um espaço mínimo para que eu recalculasse tudo novamente e numa rápida mudança de direção, conseguisse desviar e passar por aquela encruzilhada ileso!

Enfim, esse fato me fez pensar.
Até em que ponto vale a pena abrir mão de tantas coisas por meu objetivo financeiro?
Será que é tão inviável assim comprar um carro pra mim hoje? Financeiramente eu sei que é, mas e minha segurança.

Fico me sentindo como aqueles policiais que saem de casa para trabalhar, sem saber se voltarão no final do dia.

Preciso repensar...

quinta-feira, 29 de outubro de 2009

Seguindo a linha do Zé, no Clube do Pai Rico, venho com uma idéia de negócios!
Brincadeira! Mas realmente é uma idéia.

Hoje nem deu tempo de postar nada no Blog, tamanho foi meu trabalho em procurar dados para a confecção de um Plano de Negócios. É um verdadeiro parto buscar dados setoriais, dados geográficos e etc.
Vai no IBGE e fica completamente perdido. Vai nas associações e tem que pagar os dois óio da cara pra se ter uma informação. O Sebrae até que tenta, mas são sempre presos à suas informações padronizadas e generalizadas.

Puxa vida! Como eu busquei informações! Minha cabeça tá até doendo!
Daí a idéia de um negócio na web que disponibilize os caminhos para encontrar dados de cada segmento dentro de cada setor do mercado! Tcharannnn!

Não sei se é rentável, mas eu agradeceria muito se alguém tivesse essa idéia!
Nem consigo escrever mais nada hoje. Agora vou pegar a Bizinha, ir pra casa do meu pai e assistir ao jogo do Galo pra relaxar um pouquinho! Fui!

quarta-feira, 28 de outubro de 2009

Ai caramba! É num momento como esse que não devo deixar aflorar meu pequenino espírito patriota. Paul Krugman, prêmio Nobel de Economia de 2008, "esculachou geral" com o Brasil ontem numa entrevista em Buenos Aires.

Tentei ficar frio e analisar bem suas palavras, mas não consegui! Me senti o próprio torcedor de futebol em jogo de Copa do Mundo. O cara "cagou" mesmo! Vejam o artigo completo e tentem usar a razão para comentar sobre o assunto...

Buenos Aires, 27 out (EFE).- O prêmio Nobel de Economia de 2008, Paul Krugman, disse nesta terça-feira em Buenos Aires que o Brasil ainda é mais uma "esperança" do que uma certeza de forte crescimento porque sua economia, apesar de ter respondido bem à crise, não "decolou" como a da Ásia.

"Todos conhecem a piada de que o Brasil é o país do futuro e sempre será. Ainda não vemos no Brasil o tipo de crescimento que vemos na Ásia. Então, eu acho que isto continua sendo uma esperança e não uma perspectiva certa", disse o economista diante de uma plateia de empresários.

Krugman destacou que o Brasil teve um desempenho "formidável" durante a crise global.

"Foi afetado, mas não tanto, os bancos se sustentaram muito bem e, de fato, o mundo quer levar dinheiro para o Brasil e isto gera problemas para sua competitividade nas exportações", opinou o prêmio Nobel.

Para o economista, o Brasil não foi tão afetado pela crise mundial porque "não está tão exposto ao comércio mundial e também porque estabeleceu uma estrutura financeira muito mais sólida".

"Tudo isso está certo, mas o que significa isso em relação ao futuro? Nem sempre é certo que o bom desempenho em um ciclo de negócios seja presságio de crescimento futuro", disse Krugman.

"Em geral, a década de 30 foi melhor para a América Latina do que para os Estados Unidos ou Alemanha e isso não se traduziu em boas perspectivas para as décadas seguintes", argumentou o economista.

Krugman reconheceu que o Brasil tem um "dinamismo empreendedor" e "indústrias de exportação bem-sucedidas", o que "leva muitos a pensar que tem excelentes perspectivas de crescimento, mas, por outro lado, há gente que vem dizendo isso do Brasil há décadas".

"Quando as pessoas falam dos Bric (Brasil, Rússia, Índia, China), talvez devessem falar dos IC, porque Índia e China tiveram essa decolagem, mas o Brasil ainda não, e a Rússia é um animal totalmente diferente", apontou.


Fonte: European Pressphoto Agency

terça-feira, 27 de outubro de 2009

Participei na semana passada do Fórum de Decisões 2009 - Gestão 360°. O evento realizado pela Amcham Brasil, ocorreu no dia 20 de Outubro e só agora arrumei um tempinho para falar um pouquinho sobre o que vi lá.

Mais uma vez a AMCHAM deu um show de organização, montando um evento de altíssimo nível no Hotel Ouro Minas em BH. Além de mim, meu gerente de vendas e meu R.P., recebi algumas cortesias e pude convidar alguns parceiros de negócios, que ficaram um pouco impressionados com o nível do evento, que demanda por bons ternos não é a toa! (rs)

Mas infelizmente, embora tudo caminhava para a excelência, os palestrantes fizeram questão de se moverem na contra mão.
Já até comecei a me acostumar com isso, mas nesse evento não poderia ter acontecido. Os palestrantes pareciam muito mais interessados em vender do que em abordar os temas estipulados. Ficavam longos e dolorosos minutos falando sobre suas empresas e às vezes pincelavam alguma referência ao assunto da palestra. Isso é horrível! Queima o palestrante e queima a empresa.

Abro um parênteses para a humilde Alícia Gross Figueró, Diretora de Relações com investidores da Kroton Educacional. Sim, humilde porque falou de seu faturamento como se fosse algo bem pequeno, coisa que não é. Gostei de sua palestra pois ela não disparou a fazer propaganda de sua empresa e fez questão de compartilhar experiências vividas dentro da mesma. Porém, não colocaria ela em minha empresa como Diretora de RI. Acho que um profissional dessa área tem que ser um exímio comunicador, além de jamais deixar transparecer que a empresa não sabe o que fazer com o saldo de caixa.

Porém o que realmente fez valer a pena estar no Ouro Minas naquela manhã, foi a palestra do "Todo Poderoso" da Trip Linhas Aéreas, o jovem José Mário Caprioli. O cara tem 38 anos e uma bagagem de experiências incríveis nos negócios. É um daqueles caras que quando chega, você já sabe que não se trata de qualquer um.
Assim que subiu ao palco, conseguiu acordar a todos que ainda não tinham ido embora e com seu tempo de palestra reduzido devido às demasiadas propagandas dos outros palestrantes, fez cada minutinho valer a pena, além de deixar todos com um gostinho de "quero mais".
Em seu curto tempo ao microfone, relatou uma mega-negociação na compra de uns aviões franceses, na qual precisava de linhas de créditos enormes em plena crise. Solucionou o problema financiando uma parte no Canadá, simplesmente porque os motores dos tais aviões eram fabricados lá. Não deu tempo de explicar, mas creio que ele dividiu os aviões em partes e financiava cada pedaço de avião em uma instituição (ou até país) diferente.
Genial o cara, que ainda sorteou passagens para qualquer lugar do Brasil, as quais eu não ganhei, pois não tive tempo de usar O Segredo (hehehe).

Pois é foi isso!
Só esqueci de comentar que não comi nada no evento, pois levantei naquela manhã com uma diarreia 'disgamada', fruto de minha viagem pra Maceió. Mandei um Imosec e uma colher de farinha pra dentro e fui para o evento! (Kkkkkkkkk)

domingo, 25 de outubro de 2009

O Download da Planilha de Cálculo de PIS E COFINS Não Cumulativo, é uma ótima ferramenta para empresas tributadas no Lucro Real!

Tenho que abordar mais sobre esse assunto por aqui, mas é preciso ter tempo para escrever sobre isso.

A cada dia descubro mais benefícios em se optar pelo Lucro Real.
Pra quem já sabe operar com esse regime tributário, basta fazer o download e aproveitar, já pra quem não sabe, espere que em breve farei um mega tópico sobre isso.

No dia a dia da empresa não costumo usar essa planilha, pois deixo que meus contadores façam os créditos e deduções por lá. Eu uso muito ela é quando estou em fase de análise o planejamento tributário.

Baixe a Planilha CLICANDO AQUI!
Ps.: Ao clicarem para fazer o download, aparecerá uma página de propaganda da AdF.ly, daí basta aguardar 5 segundos, até que o contador no canto superior direito da página chegue no zero, daí você clica e cai na página do Hotfile, onde está o arquivo.

sábado, 24 de outubro de 2009

Essa planilha de avaliação de empresas pelo método do Fluxo de Caixa Descontado, deu o que falar quando a postei pela primeira vez (Veja Aqui).

Não sou o autor e o link dela não funciona mais. Como no site onde estava hospedada disponibilizou ela livremente, coloquei o link aqui no Blog.
O site onde a planilha estava hospedada é o analisefinanceira.com.br .
Agora que o link não funciona mais, hospedarei e compartilharei por aqui.

Façam o download e boas avaliações a todos!

Baixe a Planilha CLICANDO AQUI!
Ps.: Ao clicarem para fazer o download, aparecerá uma página de propaganda da AdF.ly, daí basta aguardar 5 segundos, até que o contador no canto superior direito da página chegue no zero, daí você clica e cai na página do Hotfile, onde está o arquivo.

sexta-feira, 23 de outubro de 2009

Acabei de ler o livro "O Toque de Midas - As Estratégias que fizeram de Warren Buffett o investidor mais bem-sucedido do Mundo" de John Train.

Achei esse livro "mutucado" na livraria e após passar algumas páginas, decidi levar pra casa.
Apesar de ter sido escrito em 1987, o livro aborda muitas ações de Warren até então, analisando ainda seus princípios e métodos, citando também os métodos de Graham e Fisher. O livro traz também o conceito de "Franchise Empresarial" e "Commodities", ambos na visão de Buffett.

Enfim, gostei muito do livro. É bem fácil de ler e traz em seus apêndices, alguns excertos dos relatórios anuais da Berkshire Hathaway.
Vale a pena ler! Vai gastar pouco tempo e dinheiro e terá muito em troca!


Livro: O Toque de Midas
Autor: John Train
Nota Dinheirologia: 7


Clique na Imagem e compre este livro na Saraiva! Tá barato!

quinta-feira, 22 de outubro de 2009

Acabou!
Poxa! Fiquei até as 4 da manhã ontem só pra saber o final da série que mais gostei até hoje. Senti toda a emoção possível (Ler de madrugada é bom por isso) e posso dizer que "Amanhecer" se junta a "Lua Nova" como os melhores livros que já li.

É uma saga que fala de amor, sacrifícios e coexistência. Adorei!
Já estou com saudades de seus personagens. Quando li a última página me veio uma tristeza descabida e só me desprendi desse sentimento quando olhei o relógio e calculei minhas poucas horas de sono! rs

Indico a todos!

Como já disse à uma amiga do Skoob, a vida seria muito sem graça se não existisse a magia.
(12/09/2009)


Livro: Amanhecer
Autor: Stephnie Meyer
Nota Dinheirologia: 9


Clique na Imagem e compre este livro na SARAIVA! Tá barato!
Só pra completar a saga, vou postar minhas resenhas sobre os dois últimos da série.
Como o Crepúsculo...
Gostei muito de "Eclipse" também, mas o problema foi ler ele depois de todo aquele mar de emoções de "Lua Nova". Esperava emoções parecidas, mas elas não vieram.
Mas nem por isso o livro deixa de ser legal. Bella, Alice e Jacob são tão engraçados que tenho crises de riso. O filme poderia explorar mais esse lado dos personagens.
Enfim, o livro é tão bom quanto "Crepúsculo" e como esse, nos prepara para a explosão de sentimentos do próximo.

Essa Saga deve ter algo demoníaco por trás (rs), pois nunca me vi tão viciado.
(09/09/2009)

Livro: Eclipse
Autor: Stephnie Meyer
Nota Dinheirologia: 8


Clique na Imagem e compre este livro na Saraiva! Tá barato!

quarta-feira, 21 de outubro de 2009

Sistema de Amortização Constante (SAC)

Faça o download já!

É uma forma de amortização de um empréstimo por prestações que incluem os juros, amortizando assim partes iguais do valor total do empréstimo.

Neste sistema o saldo devedor é reembolsado em valores de amortização iguais. Desta forma, no sistema SAC o valor das prestações é decrescente, já que os juros diminuem a cada prestação. O valor da amortização é calculada dividindo-se o valor do principal pelo número de períodos de pagamento, ou seja, de parcelas.

O SAC é um dos tipos de sistema de amortização utilizados em financiamentos imobiliários. A principal característica do SAC é a de que ele amortizar um percentual fixo do saldo devedor desde o início do financiamento. Esse percentual de amortização é sempre o mesmo, o que faz com que a parcela de amortização da dívida seja maior no início do financiamento, fazendo com que o saldo devedor caia mais rapidamente do que em outros mecanismos de amortização.
Fonte: Wikipedia

Baixe a Tabela em nossa CLICANDO AQUI!
Ps.: Ao clicarem para fazer o download, aparecerá uma página de propaganda da AdF.ly, daí basta aguardar 5 segundos, até que o contador no canto superior direito da página chegue no zero, daí você clica e cai na página do Hotfile, onde está o arquivo.

segunda-feira, 19 de outubro de 2009

Faça o download da Tabela Price aqui!

Tabela Price é um método usado em amortização de empréstimo, caracterizado por prestações iguais e desenvolvido em 1771 pelo reverendo presbiteriano Richard Price.
O método de amortização baseado nas tabelas de Richard Price, na realidade foi idealizado pelo seu autor para pensões e aposentadorias. No entanto, foi a partir da 2ª revolução industrial que sua metodologia de cálculo foi aproveitada para cálculos de amortização de empréstimo.
A principal característica da tabela Price, ou Sistema Francês de Amortização, são as prestações iguais.
Fonte: Wikipedia

Essa tabela foi desenvolvida para ajudar no cálculo de prestações com base no Sistema Price.

Baixe a Tabela CLICANDO AQUI!
Ps.: Ao clicarem para fazer o download, aparecerá uma página de propaganda da AdF.ly, daí basta aguardar 5 segundos, até que o contador no canto superior direito da página chegue no zero, daí você clica e cai na página do Hotfile, onde está o arquivo.

sexta-feira, 16 de outubro de 2009

Muitas empresas pequenas confundem a palavra 'profissionalismo' com a palavra 'Rigidez'.

Uma empresa com alto profissionalismo não tem que necessariamente ser rígida.
Pior ainda se for um negócio muito pequeno, pois fica parecendo aqueles semi-analfabetos cantando músicas gringas. Que o diga aquela ex-BBB, que não lavava o cabelo e cantava "We are the world".

Podemos ser profissionais e flexíveis ao mesmo tempo.
Eu sei muito bem o trabalho que dá burlar alguns processos no sistema empresarial, para de vez em quando atender a apenas um cliente.
Por isso eu digo: Crie processos flexíveis!
Claro que a flexibilidade tem limites, mas você não precisa chegar a um limite para agradar um cliente. Você tem apenas que mostrar que a empresa pode ser flexível por ele.
Tenho certeza de que seu cliente ficará satisfeito apenas por você ter quebrado os padrões (Na visão dele) para atendê-lo.
Mas ele não sabe que você já tinha um processo flexível.

Um exemplo muito simples de processo flexível são as tabelas de preços.
Uma empresa tem uma tabela de produtos cadastrada em seu sistema.
Sempre que um cliente quiser um desconto, ou recebe um "NÃO" na cara, ou a empresa terá que se lembrar sempre de seu desconto na hora de realizar sua venda.
Pense no problema que isso traria para uma empresa com mais de 400 clientes!

Já com processos flexíveis, no próprio sistema já teria ao menos umas 3 tabelas diferentes, escalonadas de acordo com o potencial de vendas ou estratégico (Sim, isso é muito importante) do cliente.

Esse é apenas um exemplo, mas todos os processos da empresa devem ser flexíveis.

Lembrando de minha recente viagem a Maceió, recordo do proprietário de uma van, que presta serviços de transporte entre as praias para turistas.
Sinceramente, o cara parecia que buscava algum tipo de certificado ISO9000! Um negócio tão pequeno, mas tão cheio de padrões, que com certeza não agrada nenhum turista.
O cara tem hora pra falar e quando fala, parece ser tudo decorado. Nem pense em pedir que ele passe em algum lugar que não esteja em sua rota, mesmo que seja bem próximo. Não ouse em pedir para não passar em um lugar que esteja na rota e que você por algum motivo qualquer não queira ir.

No início isso foi motivo de gargalhadas para o pessoal, mas pouco depois virou um tormento!
Além de ter que possuir o mínimo de flexibilidade, tem que direcionar seu produto a seu cliente e, definitivamente, turistas não estão afim de seguir padrões rígidos! Afinal, eles estão de férias!

Seria cômico se não fosse trágico!

quinta-feira, 15 de outubro de 2009


Desde meu primeiro vôo, sempre sofri com dores de ouvido horríveis dentro de aviões.
Nessa viagem para Maceió não foi diferente. Parecia que minha cabeça explodiria!
O pior é que eu olhava em volta e apenas eu, o único idiota se contorcendo de dor! A única conclusão era a de que eu tinha problema, tipo que vim com defeito!

Mas aí, para minha salvação, já em Maceió, meu amigo Jubileu me deu a dica de ouro!
Testei na volta fazendo 2 conexões e realmente não senti nada! Agora posso viajar pra qualquer lugar! Uhhuuuuuuuuu!!!

Segue a dica:
- Compre muitos chicletes, tipo uns 5 para cada vôo, sem contar as conexões;
- Sempre que sentir o avião subindo ou descendo, abra e feche a boca ao máximo, como se estivesse mastigando algo muito grande, como fiz na foto ali em cima;
- O chiclete serve para fazer você produzir mais saliva. Engula essa saliva com vontade e produza mais a cada oscilação de altura do avião;
- Pronto! Você sobreviveu!

O único problema é que você não poderá dar aquela bela dormida durante o vôo, mas transforme o problema em oportunidade e leia um bom livro!

quarta-feira, 14 de outubro de 2009

Estou de volta galera e estou super energizado!
Essa folga prolongada foi muito boa para recarregar as baterias e voltar com tudo.

Queria escrever pela manhã, mas tive que responder a 136 emails!!!

Adorei conhecer Maceió! O nordeste estava meio queimado comigo por causa da péssima impressão que tive em Arraial D'Ajuda/Porto Seguro e por isso foi bom fazer essa viagem à Maceió e mudar um pouco meu conceito sobre o Nordeste brasileiro.

Fiquei hospedado no bairro da Jatiúca, que é tipo uma Savassi (BH) com praia.
Ao contrário do que eu já conhecia do nordeste, lá os nativos não pensam que o turista é otário e por isso praticam preços razoáveis e não tentam te encher de lero-lero.
As praias são maravilhosas, o povo é acolhedor e o calor é absurdamente escaldante.
Um ponto ruim fica por conta da culinária. O prato típico de Maceió é a pizza! Em cada esquina há uma pizzaria. O tal do famosos Chiclete de Camarão não é tão bom e quase não se encontra frutos do mar para se comer.
Pra completar, entrei num restaurante onde eles intitulavam um prato como "Tutu à Mineira"... parecia mais uma "Massa preta, dura à africana"... desse jeito eles ainda queimam o filme do delicioso tutu mineiro.

Mas tirando a culinária, a cidade é ótima!
Um ponto que você não pode deixar de ir é a Praia do Gunga, um paraíso se você for durante a semana, já nos finais de semana fica muito cheio.
Já a famosa Praia do Francês é uma porcaria! Parece que pegaram um pedaço de Guarapari e colocaram dentro de Maceió! Argh!!!
Se você ainda não é rico e é educado financeiramente, não vá à Praia do Ibisco. Tudo hiper-caro, apesar da beleza do lugar.

Coisas que aprendi com essa viagem:
- Não é preciso tanto dinheiro pra se ir longe. Basta pegar uma promoção nas empresas aéreas;
- O nordeste não é tão ruim como eu pensava;
- Como não sentir dor de ouvido no avião (Depois explico);
- 2 Imosec's fream qualquer coisa;
- Eu realmente adoro estar com meus amigos;
- Sempre leve comida na bagagem de mão quando for fazer conexões;
- A Churrascaria do Bigode é um dos melhores lugares para se comer por lá. (82)3231-3347 (Depois Explico).

É isso aí! Estou de volta e com muita coisa pra escrever e fazer!