BREAKING NEWS

sexta-feira, 30 de outubro de 2009

Finanças Versus Segurança

Até onde vai minha determinação e meu foco em meu objetivo?
Quem lê o Blog sabe muito bem que meu objetivo é enriquecer e minha luta é contra o tempo. Estou indo muito bem nesse ponto, graças a Deus.

Mas como em tudo que faço, sou bem intenso e muito radical. Já faz quase dois anos que ando pra cima e pra baixo de Honda Biz. Percorro no mínimo 30km por dia em cima daquela motinha que anda mais devagar que uma kombi.
Nessa época de chuvas, além do cansaço de transitar nessas condições, chego em casa tenso por pilotar na noite escura e chuvosa. E fico tenso não pelo medo de escorregar na pista molhada e sim porque basta vir um carro na direção contrária, com o farol aceso, que fico completamente cego devido às gotas de chuva na viseira do capacete.
É realmente uma aventura... bem letal, claro e sem nenhuma emoção boa.

Hoje quando estava vindo para empresa, a uns 90km/h, numa estradinha que dá acesso a empresa, uma mulher num carro de auto escola fez questão de sair de uma rua à minha direita e entrar na minha frente. Como já estou acostumado com isso, reduzi um pouco e joguei para esquerda para ultrapassá-la, quando de repente vi a seta da esquerda do carro sendo acionada... put-and-keep-are-you ... ela queria entrar à esquerda numa rua, logo após de entrar na minha frente...

Pausa
...
Já tive algumas motos esportivas e aprendi a pilotar esportivamente. Amo a motovelocidade e isso me incentivou a fazer alguns cursos de pilotagem e a pilotar em alguns autódromos do Brasil. Em BH eu só conhecia 2 caras mais rápidos que eu. Fazíamos loucuras em cima das motos mais potentes do mundo.
Graças a Deus que meus reflexos e minha técnica foram muito aperfeiçoados nessa época.
...

Play

Como imaginei, a mulher começou a entrar à esquerda com o carro e minha cabeça começou a funcionar naquele modo Homem Aranha, quando você vê tudo em câmera lenta e fica analisando suas opções de defesa.
Pensei em jogar para direita, contra-esterçando o guidão da moto, mas não daria tempo de corrigir a trajetória antes de me chocar com o canteiro lateral.
Pensei também em entrar na mesma rua que ela, mas concluí que teria que fazer a curva derrapando e em alta velocidade, o que com certeza a Bizinha não aguentaria.
Minha terceira alternativa era ejetar e saltar por cima do carro, detonando minha moto e me ralando todo no asfalto. Para essa opção, até confirmei se não estava vindo carro em sentido contrário ao tombo.

E então como raramente acontece comigo, fiquei sem opções a não ser me machucar um bocado!...

Mas então vi que havia me esquecido da melhor alternativa, contar com Deus! Por um milagre, o instrutor dela me viu e frenou o carro, deixando um espaço mínimo para que eu recalculasse tudo novamente e numa rápida mudança de direção, conseguisse desviar e passar por aquela encruzilhada ileso!

Enfim, esse fato me fez pensar.
Até em que ponto vale a pena abrir mão de tantas coisas por meu objetivo financeiro?
Será que é tão inviável assim comprar um carro pra mim hoje? Financeiramente eu sei que é, mas e minha segurança.

Fico me sentindo como aqueles policiais que saem de casa para trabalhar, sem saber se voltarão no final do dia.

Preciso repensar...

4 comentários :

  1. Fala João, realmente moto ja é perigoso, com chuva então!

    seu ultimo questionamento me fez lembrar de outro epsodio em sua vida. onde você relata que educação financeira pode matar seu cachorro, lembra? será que realmente vale toda essa economia? digamos que você não divesse conseguido desviar do carro, haveria no minimo mais gastos com hopistal.

    sugestão, que tal nesse tempos mais dificeis, de chuva e etc, pegar um dos carros da empresa para fazer o trabalho?

    abraço!

    Igor Cardoso

    ResponderExcluir
  2. Boa pergunta Igor!

    Eu escrevo sobre essas coisas aqui justamente para não me esquecer do quanto fui determinado.
    Quanto ao carro, eu compraria um esse ano, se não tivesse cometido aquele erro que vc já deve ter lido por aqui.
    Sobre o cachorro, eu não podia fazer nada, pois realmente, as contas ficariam muito acima do meu orçamento, que está curto por causa do mesmo erro.

    Quanto a valer a pena...
    Vale sim.
    Normalmente eu não sou um pão duro. Eu gasto com restaurantes, viagens, roupas e outras despesas. Quando falamos de despesas, não há problemas. Isso quando eu não estava endividado por causa do erro. Já um carro é um Passivo e daí eu sigo uma regrinha minha, que me impede de comprar um no momento.

    Carro da empresa, eu não uso, para não dar mau exemplo.

    Abraço Igor! Qualquer coisa, é só mndar!

    ResponderExcluir
  3. João meu querido, não quero ser DoContra, odeio causar essa impressão, mas preciso deixar meu adendo nesse...

    quanto a visão de ativo/passivo, esse é um dos motivos de tanta gente estar se enfiando em burracos financeiros. não sabemos diferenciá-los. não digo isso de vc, mas acompanhe meu raciocínio: hoje se fala muito em setor imobiliário como um ótimo INVESTIMENTO... e realmente é, SE FOR UM INVESTIMENTO. casa propria é um baita dum passivo. custa quase tanto quanto um aluguel, e não coloca um centavo no seu bolso.se for financiada, te tira dinheiro do bolso mensalmente fora a manutenção e impostos e seguro e tudo mais. se for quitada, é uma quantia significativa de dinheiro empatado que poderia gerar renda muito superior ao pagamento de um aluguel. Mas qualquer corretor imobilíário vende casas e apartamentos hoje promovendo o quando o setor é ascendente e tem muita gente ganhando dinheiro com isso. e as pessoas acham que estáo fazendo um INVESTIMENTO. A noção de ativo/passivo segue uma regra primária:

    Ativo: o que te gera/aumenta sua renda; ferramenta usada para gerar/aumentar renda

    Passivo: o que compromete sua renda, diminui o valor líquido final após se pagar todos os compromissos.

    um carro não é exclusivamente um passivo. no meu caso, é um baita dum ativo, pois permite que eu viage muito, treine uma enorme equipe de trabalho que me gera renda constante e gradativamente crescente.
    analise se de fato um carro não poderia contribuir com seu resultado, se não vale a pena INVESTIR em um, caso isso possibilite que voce ganhe mais dinheiro.
    grande abraço e parabens pelo blog, passarei aki com frequencia.

    ResponderExcluir
  4. Boa Rodrigo!
    Belo comentário, mas nunca disse nada no sentido contrário a isso que escreveu.

    Abraço!

    ResponderExcluir

Escolha bem suas próximas palavras! hehehe
Brincadeirinha!