BREAKING NEWS

sexta-feira, 16 de outubro de 2009

Profissionalização X Flexibilidade

Muitas empresas pequenas confundem a palavra 'profissionalismo' com a palavra 'Rigidez'.

Uma empresa com alto profissionalismo não tem que necessariamente ser rígida.
Pior ainda se for um negócio muito pequeno, pois fica parecendo aqueles semi-analfabetos cantando músicas gringas. Que o diga aquela ex-BBB, que não lavava o cabelo e cantava "We are the world".

Podemos ser profissionais e flexíveis ao mesmo tempo.
Eu sei muito bem o trabalho que dá burlar alguns processos no sistema empresarial, para de vez em quando atender a apenas um cliente.
Por isso eu digo: Crie processos flexíveis!
Claro que a flexibilidade tem limites, mas você não precisa chegar a um limite para agradar um cliente. Você tem apenas que mostrar que a empresa pode ser flexível por ele.
Tenho certeza de que seu cliente ficará satisfeito apenas por você ter quebrado os padrões (Na visão dele) para atendê-lo.
Mas ele não sabe que você já tinha um processo flexível.

Um exemplo muito simples de processo flexível são as tabelas de preços.
Uma empresa tem uma tabela de produtos cadastrada em seu sistema.
Sempre que um cliente quiser um desconto, ou recebe um "NÃO" na cara, ou a empresa terá que se lembrar sempre de seu desconto na hora de realizar sua venda.
Pense no problema que isso traria para uma empresa com mais de 400 clientes!

Já com processos flexíveis, no próprio sistema já teria ao menos umas 3 tabelas diferentes, escalonadas de acordo com o potencial de vendas ou estratégico (Sim, isso é muito importante) do cliente.

Esse é apenas um exemplo, mas todos os processos da empresa devem ser flexíveis.

Lembrando de minha recente viagem a Maceió, recordo do proprietário de uma van, que presta serviços de transporte entre as praias para turistas.
Sinceramente, o cara parecia que buscava algum tipo de certificado ISO9000! Um negócio tão pequeno, mas tão cheio de padrões, que com certeza não agrada nenhum turista.
O cara tem hora pra falar e quando fala, parece ser tudo decorado. Nem pense em pedir que ele passe em algum lugar que não esteja em sua rota, mesmo que seja bem próximo. Não ouse em pedir para não passar em um lugar que esteja na rota e que você por algum motivo qualquer não queira ir.

No início isso foi motivo de gargalhadas para o pessoal, mas pouco depois virou um tormento!
Além de ter que possuir o mínimo de flexibilidade, tem que direcionar seu produto a seu cliente e, definitivamente, turistas não estão afim de seguir padrões rígidos! Afinal, eles estão de férias!

Seria cômico se não fosse trágico!

Postar um comentário

Escolha bem suas próximas palavras! hehehe
Brincadeirinha!