BREAKING NEWS

quarta-feira, 10 de setembro de 2014

A mais nova modinha no mundo corporativo.

Chique agora é ter uma equipe e clientes engajados.

O Engajamento é a Nova Ordem nas empresas que buscam valores aspiracionais para suas marcas.

En•ga•ja•men•to (engajar + -mento)
Substantivo masculino
1. Ato ou efeito de engajar ou de se engajar.
2. Envolvimento ao serviço de uma ideia ou uma CAUSA.

Bora que a moda é engajar!
A segunda definição nos leva ao princípio básico do engajamento, A CAUSA.
As empresas querem ter seus colaboradores e seus clientes engajados, o que gera valor à marca, fidelização de clientes e uma história própria contada e defendida por seus engajados.
O problema, na maior parte das vezes, é que começam o processo pela consequência e não pela causa.

Como a definição nos explicou, nos engajamos em algo, de acordo com o nosso envolvimento com a CAUSA. Dessa forma, devemos criar e contar a história antes de conquistarmos o engajamento. A Apple e o Google são marcas aspiracionais, com colaboradores e clientes totalmente engajados (no nível Fuckin Hard), mas não conseguiram este engajamento lançando campanhas pró-engajamento ou algo do tipo. Primeiro construíram uma história e depois contaram essa história transformando a mesma em algo lendário, inovador (como de fato são) e com uma baita CAUSA.
Como consequência, veio o engajamento.

Quem não gostaria de trabalhar numa delas?
O engajamento precisa de uma CAUSA, isso é fato! Porém, para seguir o processo alinhado, devemos engajar os colaboradores e posteriormente os clientes, sendo este quase consequência do primeiro.
E para engajarmos os colaboradores, precisamos de líderes capacitados, processos flexíveis e principalmente, empresas engajadas em investir no colaborador.
Como investir em um colaborador?
"A força motriz básica do comportamento humano é o desejo de ser aceito, compreendido, apreciado e reconhecido." – Carter e Underwood

Concluindo...
Não adianta apenas querer engajamento, pois este é uma consequência, assim como o lucro. Ou seja, o engajamento deve ser conquistado e não solicitado (ou forçado).

quarta-feira, 27 de agosto de 2014

Não, este não é um post de um eleitor revoltado!


Também não quero mudar sua opinião política.

Quero apenas mostrar meus argumentos pra quem se enfurece ao saber sobre meu voto.

Chegada a época das eleições e começa uma guerra nas ruas, em casa, no trabalho e hoje em dia nas redes sociais. Cada um defendendo seu político predileto ou seu partido, ou sua coligação.
É engraçado como citam Marx, Maquiavel e colocam Lula, Aécio e Dilma no mesmo contexto.

Verdady...
Não entro nessas discussões. Apenas escuto e crio um StandUp em minha mente. Mas daí me perguntam: João, de quem é seu voto?
Digo: - Meu uai!
Tá, mas vai votar em quem?
Resposta automática: - Nulo!

Mais automática ainda são as acusações sobre minha personalidade e caráter, mediante minha resposta...

Resumidamente, voto nulo porque pra mim, ninguém (Brasileiros) presta, ou pelo menos não presta o bastante para mudar o Brasil.
Somos bons e corretos até que a oportunidade de grana e poder bata à nossa porta.

Ok, você vai se considerar a pessoa mais correta do planeta agora e me apontar seu dedo. Mas exceto que você seja uma um desvio em minha regra e faça parte de uma micro-minoria, você já usou ou quis usar do jeitinho brasileiro pra levar vantagem em alguma coisa. Isso está enraizado em nossa cultura! 

Jeitinho brasileiro...
Como diria o categórico Ricardo Amorim, "No Brasil, lucro é roubo; corrupção, esperteza".
Adoramos levar vantagem em tudo. Claro que cada um tem seus próprios limites, portanto existem os pouco-corruptos, os corruptos e os super-corruptos.
Medimos economicamente quais trapaças podemos usar e quais não usar, analisando o custo x benefício de cada uma.

Por que os políticos fariam diferente?
Até hoje, todos os políticos ou quase-políticos que conheci, pensavam em primeiramente em quanto ganhariam em dinheiro e benefícios, quando fossem eleitos. Mesmo aqueles com discursos dramáticos fundamentados em causas realmente dramáticas.
Um político deveria desejar ser eleito para conseguir mudar o país, ou ao menos a cidade/estado que representa. Seria a profissão mais gloriosa do universo! Você morrer sabendo que mudou a história de um povo!
Um político para ser eleito, mesmo como vereador pé de chinelo, deveria ser alfabetizado, graduado e atestado como bom administrador. Mas isso não acontece! Enquanto vejo a população gargalhando com as propagandas eleitorais ridículas, me entristeço e perco cada vez mais a fé em nossa nação.

Ah mas você conhece um político que tem exatamente este perfil!
Concordo que ele possa existir, mas como diria o ícone da economia comportamental Dan Ariely, "Se alguém do nosso grupo faz a trapaça e nós vemos ele trapaceando, sentimos que é mais apropriado, como um grupo, fazer o mesmo." Sendo assim, quanto mais ele fizesse parte do grupo, mais ele estaria exposto à corrupção e mais ele "teria" que agir como o grupo.

Caso nosso bom samaritano não se comportasse como seu grupo, todos nós sabemos o que acontece quando se faz parte de um grupo e infringe as "regras" desse grupo. Somos excluídos!

Se você é um visionário e ainda tem esperança, vote mesmo! Mas não acuse os eleitores do Nulo de ignorantes, antipatriotas ou seja lá o que pense!

quarta-feira, 20 de agosto de 2014

Se quer escrever bem, leia mais!


Ah! Ler é chato! Me dá sono! Não consigo.

Tente! Force! Até que vire um hábito!

Há 3 anos convivo com alguns bloqueios, dentre eles a leitura, algo para o qual sempre fui um verdadeiro psicopata. 
Tentava ler e não conseguia me concentrar, ficava com sono, não sentia prazer e nem vontade de devorar meus livros. Eu que lia 3 livros por mês (no mínimo), agora estou há 3 anos sem concluir um livro sequer.

Ler é viajar sem sair do lugar.
Porém este é um dos bloqueios que me incomodam muito. Me sinto burro, preguiçoso e incapaz.
Por isso, resolvi dar um basta!
20 páginas por dia! Essa é a meta!
Tudo do pouco que consegui até hoje em minha vida, veio da leitura. Minha mãe se assustou quando me viu lendo pela primeira vez, por ser tão novo. Minhas professoras sempre elogiaram minha leitura. Sempre era escolhido como orador. Minha formação profissional veio de minhas leituras independentes. Isso não pode parar.

A leitura amplia nossos conhecimentos, nosso vocabulário e nossa percepção. Sendo assim, ler nos deixa mais inteligente.
Queria ter mais tempo pra ler como antigamente, queria ter companhia pra ler e discutir sobre a leitura, queria ter tempo pra escrever sobre o que leio, mas nada disso me impede de ler.

Este post é justamente pra mostrar que entendo hoje em dia, as objeções que muitos colocam sobre o que desmotiva a leitura, mas sabendo também da importância deste hábito, rogo para que façam como eu, LEIAM, forcem e continuem até que vire um hábito e sinta prazer na leitura e em ampliar sua mente.

quarta-feira, 13 de agosto de 2014

Quem nunca disse pra si a expressão "Ah mas eu mereço!"?


Merecer: v.t. Ser digno ou passível de alguma coisa.

...Apresentar as condições requeridas para alcançar uma coisa.

Você tem dinheiro pra comprar um Celtinha 2002, chega na agência de veículos e vê o Celtinha entre um Fox 2012 e um Focus 2010. O vendedor sente isso e com um pouco de papo e influência, lá está você fazendo contas e mais contas. No fundo você sabe que arcar com uma prestação que não estava nos planos te deixará financeiramente apertado, mas então você entra num estágio irracional e um grito ecoa em sua mente:
AH MAS EU MEREÇO! Trabalho muito, estudo, faço tudo direitinho!

Ah mas vai... Anram!
Foi assim quando comprei meu primeiro carro. Juntei dinheiro durante minha adolescência pra comprar um Fusca ou no máximo um Gol. Acabei comprando um Omega, o carro mais fodástico da época. 

Pessoas se "autoenganam" todos os dias adotando essa filosofia, que tem como base a necessidade humana de demonstrar status. 
Conheço muitas pessoas que realmente merecem o que de melhor a vida pode oferecer, mas infelizmente não é assim que a banda toca. Fosse assim, eu seria herdeiro da mulher mais rica do planeta!

Um bom exemplo é imaginar um gordinho que começa a frequentar a academia e como se esforça de uma forma a qual não estava acostumado, mas que é normal para quem tem o objetivo de perder peso, se acha digno de merecer um hamburger hoje, uma barra de chocolate amanhã, duas Cocas na quinta...
Ele não conquistará seu objetivo.


A filosofia do Eu Mereço, satisfará seu ego por algum tempo, te trará momentos felizes, mas te deixará cada vez mais longe de realmente merecer segundo as leis da economia, da vida e do universo.

Portanto meus amigos, sempre que ouvir aquela voz lá de dentro dizer a frase-chave, respire, dê meia-volta e vá pra casa analisar friamente o que realmente precisa e o que realmente pode fazer. Se for possível, envolva um terceiro na análise, de preferência mais conservador e frio que você.

Sendo curto e grosso, se você não tem ou não pode ter, não é porque você não é digno de merecer, mas porque você ainda não fez por merecer (do jeito certo).

quarta-feira, 6 de agosto de 2014

Desde 2011 venho cuidando mais dos detalhes em minha vida. É bem fácil fazer isso quando não se tem nada.
As pessoas que diziam me amar foram embora, meus negócios se acabaram, minha família me virou as costas, os amigos se afastaram e do meu dinheiro, sobraram pouco menos de 15 reais.
Eu estava quebrado! E não apenas financeiramente.
Eu estava vazio, surtado e sem dinheiro, fé, amor ou autoestima.

2011 foi meu Cisne Negro. Os fortes entenderão...
Então me lembrei daquele discurso motivacional do Al Pacino no filme "Um Domingo Qualquer" e passei a assisti-lo diariamente. Desde então eu venho brigando por cada detalhe em todas as áreas da minha vida.

Eu olho para vocês, vejo esses rostos jovens, e penso...
puxa, eu cometi todos os erros de um homem da minha idade...
e, ultimamente, mal posso suportar minha cara no espelho.
Sabe, quando você envelhece, você perde as coisas. Isso faz parte da vida.
Mas, você só aprende isso quando começa a perder coisas.
Você descobre que a vida se joga aos poucos.” - do filme Um Domingo Qualquer
À medida em que fui cuidando de cada detalhe em minha vida, esta foi se renovando e embora eu soubesse que as feridas daquele 2011 jamais se cicatrizariam, eu também sabia que aquelas perdas aconteceram por detalhes que passaram despercebidos e isso me dava mais força para cuidar dos detalhes de minha nova vida.

3 anos se passaram e cá estou eu, de pé, com a mente sã, voltando a ter fé em mim à medida que meu sucesso é construído e sempre atento aos detalhes.

Saporra ficou muito autoajuda pro meu gosto...
Onde trabalho atualmente, meu time vem destruindo metas e recordes, num sentido totalmente contrário ao nosso mercado e à concorrência. Estamos chegando a um ponto onde precisaremos buscar a excelência em detalhes, pois pode ser o que resta.

Por isso me inspirei a escrever este texto hoje, para chamar a atenção de cada leitor para os detalhes em todas as áreas de sua vida. Seja em sua vida amorosa, familiar ou profissional, busque a excelência e saiba que ela estará nos detalhes.

Quem já lutou jiu jitsu sabe que de nada adianta lutar e fazer força, se não souber o detalhe da posição. Aquele que fará de você um vencedor.

Segue o vídeo que citei acima:

quarta-feira, 30 de julho de 2014

Não consegue fazer melhor porque não tem recursos?

Acha que se tivesse, seria um profissional melhor, ou teria mais sucesso?

Venho te dizer que não é bem assim...

Se você sempre fica sem grana no final do mês com aquela merreca que ganha e acha que se ganhasse o dobro seus problemas acabariam, saiba:
VOCÊ ESTÁ COMPLETAMENTE ENGANADO!

Dinheirologia
Pense Pateta... Pense Pateta...
Se não consegue administrar bem pouca grana (recursos), de forma alguma conseguirá administrar uma porção maior disso. Isso é lógico!

Você quer empreender, construir um negócio, mas diz que não consegue porque faltam-lhe recursos...
Está mentindo pra si mesmo, em busca de um conforto maior pra sua alma e assim continuar na mediocridade.
Se você não consegue ser criativo o bastante para iniciar um negócio com alguma falta de recursos, com (quase) certeza não terá "cabeça" pra fazer seu negócio crescer se tivesse estes recursos.

Conheço um cara que foi trabalhar como gerente numa concessionária de veículos e me contou uma história bacana...
Vi que o maior responsável por reclamações de clientes era o departamento de lavação de veículos. Daí fui conversar com meu lavador e o mesmo me confessou que perdeu a visão na infância, após um acidente e que depois de um tempo voltou a enxergar mas com muitas limitações.
Bom, não sou daqueles que chegam em ambientes novos sacudindo árvores. Conversei sobre o caso com meus diretores e os mesmos disseram que aquela (Lavação) era uma das vagas mais difíceis de se encontrar bons profissionais.
Motivei o colaborador, comecei a comissioná-lo por boas respostas nas pesquisas de satisfação, passei a responsabilidade de gastos com insumos de seu departamento para ele administrar e montei um processo no qual mais 3 pessoas próximas, conferiam o veículo após sua lavação.
As mudanças geraram um custo mínimo a mais, porém passamos a lavar mais veículos e o número de reclamações de clientes foi quase a zero. Trabalhei com o que tinha!
Creio que a grande maioria dos gestores demitiriam o colaborador, contratariam outro e como era uma vaga para qual qualquer um servia, ficaria difícil estabelecer uma relação de confiança, responsabilidade e compromisso, como esse meu amigo conseguiu. Sem contar que haveriam mais despesas com contratações e demissões.


Aprenda a trabalhar com o que tem em mãos!
Acredite em mim, sempre há um jeito de fazer bem feito!

quarta-feira, 4 de junho de 2014

Você tem alguma ideia de negócios

Já colocou essa ideia no papel? Transformou em projeto?

Ah entendi! Você deixa tudo bem escondido para que ninguém roube sua ideia... Leia este post!

Uma ideia, por mais fantástica que seja, não tem valor algum pra você, a menos que seja realmente boa para se transformar em um projeto. Porém, ela pode ter um enorme valor para um ouvinte atento que ainda não tenha uma ideia.
Daí nasce mais um bem sucedido ladrão de ideias e mais uma promessa de fenômeno do empreendedorismo encruada.
 
Peraê! Pensando...
Vejo muitas eternas promessas por aí. Pessoas que têm uma ideia por semana, mas nenhuma se transforma em um negócio ou projeto.
Falta atitude! Não adianta ter um Lamborghini Gallardo e deixá-lo na garagem, sem ligar, sem acelerar. Tem que ter a atitude de pegar a porr@ da chave (Nem sei se este carro usa chaves), ligar a merd@ do carro e acelerar! Colhendo os frutos do que todo aquele potencial pode oferecer.

Portanto não adianta ser um gênio, se não tiver ATITUDE!
VOCÊ tem que fazer! Ninguém quer mais que você! Ninguém fará por você!
Não postergue! Não tema! Erre! Fracasse! Mas faça!

Se não fizer, mais cedo ou mais tarde, alguém com mais atitude que você fará exatamente o que você vislumbra apenas em seus sonhos. Daí você se confortará dizendo que esse ladrão destemido roubou sua ideia.
 
Edison x Tesla
Com certeza já deve ter ouvido falar em Thomas Edison, O Grande Inventor da Lâmpada!
E quanto a Nikola Tesla?! Só quem estudou a história dos inventos de Edison, ou teve que estudá-lo em sua vida acadêmica, conheceu Tesla.
Enquanto Nikola Tesla era um visionário, estudioso e científico, Thomas Edison era um puta de um empreendedor modafoca! Se vacilasse com uma boa ideia, ele “roubava”, aplicava na prática e patenteava.
Quem entrou para história como O Grande Inventor?
Sim, o maluco que pegava ideias e aplicava na prática, extraindo o melhor da metodologia da tentativa e erro.

Faça já!

terça-feira, 27 de maio de 2014

Quer criar um novo negócio?

Culpa a falta de tempo ou recursos para que este saia do papel?

Minha experiência me ensinou que só "atraímos" o que buscamos com Foco e Ação

Atualmente venho trabalhando cerca de 10 a 12 horas por dia para a empresa que assinou minha carteira de trabalho em março de 2013. Toda essa dedicação vem da minha vontade incessante de escrever meu nome na bela história da empresa e também porque enxergo e cuido do negócio como se fosse meu.

Dinheirologia
Pensamos demais e agimos "demenos"!
Mesmo tendo meu tempo quase todo ocupado, tenho duas ideias se transformando em negócios e em outra cidade. Com auxílio de sócios que entendem meu compromisso profissional, nossos encontros apenas nos finais de semana e minha disponibilidade para ligações apenas após as 18 horas, os negócios vão tomando forma e parecem bem promissores.

Sem a tecnologia atual também, não seria possível este desenvolvimento. Drive, Skype, Whatsapp e Dropbox encurtam qualquer distância e indisponibilidade.

Porém o que realmente faz as coisas acontecerem é a mistura de Foco e Ação! Como minhas tarefas no trabalho consomem meu dia, meus sócios precisam entender dessa mistura, da mesma forma que eu entendo.
Desde quando comecei a escrever este Blog, já recebi inúmeros emails de quase-empreendedores com boas ideias ou projetos, mas que ficam só em papeis e planilhas. É a ação que diferencia o empreendedor de sucesso do cara que diz ter sido roubada sua ideia.

Portanto se quer que um projeto ou negócio vá pra frente, abuse de Foco e Ação.

Dinheirologia
Apenas VÁ!
Aconteceu comigo...
Pedi a um sócio que coletasse informações e tomasse algumas atitudes. Deixei que ele estabelecesse um prazo e no fim deste, cobrei. Quando nos encontramos, eu não tive o que pedi.
Como é um negócio de 3 sócios com grupo no Whatsapp, enviei a seguinte mensagem:
Pessoal, FOCO E AÇÃO.
Um projeto, assim como um novo negócio, precisa de FOCO, AÇÃO e CAPITAL.
Destes 3 pilares, apenas um pode ser auxiliado (não substituído) por criatividade, network ou inovação.
Garanto que não é nem o FOCO e nem a AÇÃO.
Com esta mensagem, espero o entendimento deles sobre a mistura, da mesma forma, espero que vocês também entendam.

Ótima semana a todos e bons negócios!

quinta-feira, 22 de maio de 2014

No Brasil, o Hotmart é ferramenta primordial pra quem quer ganhar dinheiro na Internet

Mas só vai ganhar dinheiro quem souber usá-la da forma correta

Se ainda não conseguiu rendimentos expressivos online, continue a leitura.

Todo maldito guru-viajante de empreendimentos online brasileiro tem conta no Hotmart!
Ok, mas o que eles fazem de diferente pra ganharem, segundo eles 10, 20, 30 mil mensais, que nós ainda não fazemos?!?
Curioso como sou, paguei pra ver, investindo em um material que encontrei pra divulgar no próprio Hotmart. Trata-se do “COMO GANHAR DINHEIRO NO HOTMART”. Antes mesmo de divulgá-lo aqui, comprei pra benefício meu mesmo!
Poxa! Eu também quero ganhar 15 mil na tranquilidade de um hotel na Indonésia!

Não é fácil como dizem, mas o retorno é muito bom!
Ok... não é bem assim.
O material é realmente muito bom e mostrou detalhes que realmente eu não me atinaria tão cedo. Também enxerguei muitas portas sendo abertas e tive mais certeza de que realmente a Internet é um Universo de oportunidades além das que existem no mundo real.

Enfim, valeu a pena e já tive resultados! Não to em Bali e ainda não estou ganhando 20 mil com empreendimentos online, mas o material feito pelo Fabiano deu um baita upgrade em meus negócios online!

Sendo assim, divulgo e ainda RECOMENDO:

O curso Como Ganhar Dinheiro no Hotmart é um material fantástico que lhe ensinará o caminho para você ganhar dinheiro na maior plataforma de comércio eletrônico de produtos digitais do Brasil.
Você aprenderá tudo sobre a plataforma. Entenderá os macetes dos campeões de vendas no Hotmart. Saberá como criar um blog profissional do zero. Aprenderá as estratégias dos profissionais de internet marketing dentro do Hotmart. E também entrevistas com os melhores produtores, aqueles que estão ganhando muito dinheiro vendendo produtos digitais.
Você saberá também como se tornar um afiliado de sucesso. Como ter êxito na venda de produtos digitais e muito mais.

Um curso para qualquer usuário da plataforma Hotmart que quer de verdade ter sucesso no mundo online.


terça-feira, 20 de maio de 2014

Já vi muitos pseudo-gurus dizendo que ganham muito dinheiro na internet

Já vi muitos pseudo-gurus ganhando dinheiro por dizerem que ganham muito dinheiro na internet

Mas e você, já ganhou dinheiro de verdade mesmo com seus trabalhos online?!

Em dezembro de 2012 comecei um trabalho árduo de busca por conhecimento e desenvolvimento nessa área de negócios online. Me atraía mais a liberdade, do que os ganhos propriamente ditos e como já tinha um Blog com um número razoável de leitores, decidi experimentar.
 
A Era dos Gurus da Internet
Comecei muito bem meus estudos lendo o livro Cash, de JoelComm. Vi ali que a internet é algo como se fosse um novo planeta, onde a ausência de muita legislação e vigilância causava uma “Corrida do Ouro Moderna”. Você quer um pedaço de terra neste planeta? Compre um pedaço de terra baratinho, aliás um domínio, que custa cerca de 20 reais. Neste pedaço de terra, você pode construir o que quiser!

Depois de saber disso, vi que os fatores de sucesso neste planeta eram a princípio, os mesmos de nosso planeta físico: Trabalho duro, foco, estratégia, marketing e sorte. Porém a vantagem está (ainda) nos custos iniciais, o que te dá o direito de arriscar mais.
Sendo assim, as vantagens dos empreendimentos online não estão nos ganhos e nem na facilidade.  

A vantagem está toda no RISCO!
Você corre menos risco por centavo investido? Nãaaaoooo! Você investe menos capital neste risco!
Me diga qual negócio você consegue iniciar com mil reais no mundo real. Pois bem, na internet essa quantia já abre um mar de possibilidades.

Compra um domínio por 20 reais, paga uns 40 reais por mês para um sistema de email marketing, cria conteúdo, paga 250 reais em linksDoFollow e pimba! Simples né?!
Não! Você precisará gastar muito tempo criando conteúdo e o triplo disso divulgando seu conteúdo. É difícil pra caralh...! Sem contar o quanto sua cabeça frita com todos aqueles códigos...
Então se fizer tudo direitinho, começa pingar um dinheirinho e se tiver paciência de continuar fazendo bem feito, seus ganhos vão aumentando, claro que de acordo com seu dinamismo também, já que o Planeta Internet consegue ser ainda mais dinâmico que o Planeta Terra. Tem que estar ligado o tempo todo!

Daí vejo um monte de “Gurus” com vinte e poucos anos, viajando pra diversos lugares do mundo... desde que seja Indonésia, Vietnã e Tailândia, dizendo que basta você comprar seus ebooks, que poderão ganhar 10 mil reais por mês, viajando o mundo todo...
Porr@ é tipo os Gurus da Bolsa de Valores que fizeram todo seu patrimônio vendendo livros, cursos e palestras!
 
Bora dar um role na Tailândia e mostrar que fiquei ryco!
Quero ver um pai ou uma mãe de família, com suas responsabilidades, deveres e despesas, poder abrir mão do imediatismo de suas necessidades para “se aventurar” a ganhar 10 mil por mês com seus empreendimentos online.
Tive o prazer de experimentar o material do pessoal da Libertação Digital (Búfalos) e sim, o conteúdo é muito bom, prático e didático, mas velho... a parte motivacional do tipo “Você terá a vida dos seus sonhos” é um chute nos meus badalos!

Até hoje, o máximo que ganhei na web foi R$ 2.822,19 num mês. Mas geralmente fica na faixa de 1.200 a 1.800 reais.
Tudo bem que meu segmento não atrai tanto público e que por causa de minhas necessidades financeiras  e profissionais, não possa me dedicar 100% a isso, mas posso afirmar que NÃO É FÁCIL!

Vou lançar um ebook de 10 reais e não de 60 (ou 500), pra ensinar as pessoas normais e não filhos-da-classe-média-sustentados-pelos-pais, como se ganha um salário mínimo com empreendimentos online e não 10 mil reais por mês.
Daí se você pegar a base e conseguir fazer 10, 20, 30 mil por mês, é mérito seu e não da fórmula mágica descrita num ebook.

Por que os 10 reais?
Por orgulho. Kkkkkkk
Bora pensar num título bão pra esse livro...

quinta-feira, 15 de maio de 2014

Estamos de volta!

O que era um diário, virou um Blog, que se transformou em um negócio e que agora é uma Plataforma de Negócios.

Bora trabalhar!

Primeiramente, gostaria de me desculpar com todos que enviaram comentários, emails, tweets, mensagens de Facebook e cartas durante este período sabático do Blog Dinheirologia.
Não respondi quase ninguém! E isso me deixa chateado, pois sei que a maioria das pessoas que fazem este tipo de contato está REALMENTE necessitando de uma resposta, de um suporte. Porém como estava sem tempo, totalmente focado em meus afazeres, pensava que não poderia me dedicar aos problemas dos outros, pra não perder meu foco.

Dinheirologia de volta!
Agora o bicho vai pegar!

Só agora vi que estava errado...
Escrever, ajudar pessoas com os mesmos problemas que já tive e promover fome por conhecimento, sempre foi algo que fiz por hobby e não por obrigação. Portanto mesmo estando totalmente focado em meu trabalho, preciso de um hobby pra relaxar um pouco e esquecer a carga diária de estresse e preocupações cotidianas.
Sendo assim, decidi voltar!

Mas este retorno não poderia ser no estilo “mais do mesmo”, não é esse meu estilo. Então bora colocar esse mouse pra funcionar e sair futricando toda nossa plataforma! Temos muitas novidades, muitas coisas ainda sendo construídas, mas de qualquer forma, muitas ideias, planos e atitudes, tríade primordial para mim e se está lendo isso aqui, pra VOCÊ também.

Mantemos o mesmo princípio de enxugar os habituais frufrus, falar de um jeito que todos entendem e de acordo com nossa experiência prática. A teoria nos dá o suporte pra tentarmos tudo na prática, pois como disse lá no início em 2008, NA PRÁTICA, O BURACO É BEM MAIS EMBAIXO.