BREAKING NEWS

quarta-feira, 13 de agosto de 2014

A Filosofia do EU MEREÇO

Quem nunca disse pra si a expressão "Ah mas eu mereço!"?


Merecer: v.t. Ser digno ou passível de alguma coisa.

...Apresentar as condições requeridas para alcançar uma coisa.

Você tem dinheiro pra comprar um Celtinha 2002, chega na agência de veículos e vê o Celtinha entre um Fox 2012 e um Focus 2010. O vendedor sente isso e com um pouco de papo e influência, lá está você fazendo contas e mais contas. No fundo você sabe que arcar com uma prestação que não estava nos planos te deixará financeiramente apertado, mas então você entra num estágio irracional e um grito ecoa em sua mente:
AH MAS EU MEREÇO! Trabalho muito, estudo, faço tudo direitinho!

Ah mas vai... Anram!
Foi assim quando comprei meu primeiro carro. Juntei dinheiro durante minha adolescência pra comprar um Fusca ou no máximo um Gol. Acabei comprando um Omega, o carro mais fodástico da época. 

Pessoas se "autoenganam" todos os dias adotando essa filosofia, que tem como base a necessidade humana de demonstrar status. 
Conheço muitas pessoas que realmente merecem o que de melhor a vida pode oferecer, mas infelizmente não é assim que a banda toca. Fosse assim, eu seria herdeiro da mulher mais rica do planeta!

Um bom exemplo é imaginar um gordinho que começa a frequentar a academia e como se esforça de uma forma a qual não estava acostumado, mas que é normal para quem tem o objetivo de perder peso, se acha digno de merecer um hamburger hoje, uma barra de chocolate amanhã, duas Cocas na quinta...
Ele não conquistará seu objetivo.


A filosofia do Eu Mereço, satisfará seu ego por algum tempo, te trará momentos felizes, mas te deixará cada vez mais longe de realmente merecer segundo as leis da economia, da vida e do universo.

Portanto meus amigos, sempre que ouvir aquela voz lá de dentro dizer a frase-chave, respire, dê meia-volta e vá pra casa analisar friamente o que realmente precisa e o que realmente pode fazer. Se for possível, envolva um terceiro na análise, de preferência mais conservador e frio que você.

Sendo curto e grosso, se você não tem ou não pode ter, não é porque você não é digno de merecer, mas porque você ainda não fez por merecer (do jeito certo).

Postar um comentário

Escolha bem suas próximas palavras! hehehe
Brincadeirinha!