BREAKING NEWS

quarta-feira, 10 de setembro de 2014

Engajamento – A palavra da vez!

A mais nova modinha no mundo corporativo.

Chique agora é ter uma equipe e clientes engajados.

O Engajamento é a Nova Ordem nas empresas que buscam valores aspiracionais para suas marcas.

En•ga•ja•men•to (engajar + -mento)
Substantivo masculino
1. Ato ou efeito de engajar ou de se engajar.
2. Envolvimento ao serviço de uma ideia ou uma CAUSA.

Bora que a moda é engajar!
A segunda definição nos leva ao princípio básico do engajamento, A CAUSA.
As empresas querem ter seus colaboradores e seus clientes engajados, o que gera valor à marca, fidelização de clientes e uma história própria contada e defendida por seus engajados.
O problema, na maior parte das vezes, é que começam o processo pela consequência e não pela causa.

Como a definição nos explicou, nos engajamos em algo, de acordo com o nosso envolvimento com a CAUSA. Dessa forma, devemos criar e contar a história antes de conquistarmos o engajamento. A Apple e o Google são marcas aspiracionais, com colaboradores e clientes totalmente engajados (no nível Fuckin Hard), mas não conseguiram este engajamento lançando campanhas pró-engajamento ou algo do tipo. Primeiro construíram uma história e depois contaram essa história transformando a mesma em algo lendário, inovador (como de fato são) e com uma baita CAUSA.
Como consequência, veio o engajamento.

Quem não gostaria de trabalhar numa delas?
O engajamento precisa de uma CAUSA, isso é fato! Porém, para seguir o processo alinhado, devemos engajar os colaboradores e posteriormente os clientes, sendo este quase consequência do primeiro.
E para engajarmos os colaboradores, precisamos de líderes capacitados, processos flexíveis e principalmente, empresas engajadas em investir no colaborador.
Como investir em um colaborador?
"A força motriz básica do comportamento humano é o desejo de ser aceito, compreendido, apreciado e reconhecido." – Carter e Underwood

Concluindo...
Não adianta apenas querer engajamento, pois este é uma consequência, assim como o lucro. Ou seja, o engajamento deve ser conquistado e não solicitado (ou forçado).

Postar um comentário

Escolha bem suas próximas palavras! hehehe
Brincadeirinha!