quinta-feira, 23 de julho de 2009

Margem de Contribuição x Margem Líquida - Custos



Mais uma vez venho falar sobre a pouco famosa, mas muito importante Margem de Contribuição. Já havia abordado o assunto antes (NESSE POST), mas quero dar uma ênfase maior pois vejo que 90% dos pequenos empreendedores que conheço não sabem usar a Margem de Contribuição de forma correta.

O Erro!
Pequenos empreendedores pegam seus custos fixos e despesas, rateiam de acordo com a variedade de produtos e serviços que oferecem, depois somam a esse valor o custo variável de cada produto e/ou serviço e chegam no seu Preço de Custo. Daí dizem: Vou jogar uns 30% de margem de lucro! - Adicionam mais 30% ao seu Preço de Custo e assim chegam no seu Preço de Venda, acreditando que ganham 30% sobre sua Receita.

Ps.1: Uma forma rápida e fácil de calcular quanto você ganha sobre sua receita (Markup), é calcular assim: Markup de Venda = Margem de Contribuição x 100 : Preço de Venda

Ps.2: Se quiser um cálculo rápido para saber o Preço de Venda de acordo com seu Markup de Venda (Conta de Padaria), use o Markup Divisor: Preço de Custo : [(100 - Seu Markup) : 100] = Preço de Venda

PelamordeDeus, não façam isso!
Vamos ao Passo a Passo de seus Custos...

Como Fazer?
Calcule seu Custo Variável e apure um preço justo para seu produto/serviço no Mercado.
Feito isso, subtraia o Custo Variável do Preço de Mercado apurado. Assim você chega em sua Margem de Contribuição.
Ps.3: Sugiro que o cálculo dos custos sejam feitos separadamente, por cada unidade de produto ou serviço.
A sua Margem de Contribuição TEM QUE SER POSITIVA, mesmo que seja R$0,0001!
Após ter chegado na importantíssima Margem de Contribuição, você contabilizará seus Custos Fixos e a quantidade de produtos/serviços que pretende vender (Jogando sempre baixo). Tendo esses valores em mãos, multiplica-se a quantidade estipulada para venda de cada produto pelo Preço de Venda estipulado no primeiro passo e então rateie seu Custo Fixo entre seus produtos/serviços proporcionalmente à Receita de cada um. Esse rateio poderá ser feito proporcionalmente à quantidade vendida de cada produto/serviço também. Cabe ao empreendedor avaliar o que mais se adequa a seu negócio.
Feito isso você chega em sua Margem Líquida! Sua Margem Líquida pode tanto ser positiva, como NEGATIVA! O erro da maioria aqui é aumentar os preços quando veem sua Margem Líquida negativa, quando na verdade deveriam aumentar a quantidade vendida, caso a Margem de Contribuição estivesse positiva.
Sinceramente não me importo com a Margem Líquida, pois o que vale pra mim é a Margem de Contribuição.

A Margem de Contribuição me informa se eu posso vender aquele produto/serviço naquele preço.
A Margem Líquida me informa qual a quantidade daquele produto/serviço eu tenho que vender.


Entenderam?! Muito legal né!?

Lembrem-se: Não sou formado em p... nenhuma! O que passei é o que estudei por conta própria, às vezes com algumas alterações e o que uso em meus negócios. Não quer dizer que o que faço está correto do ponto de vista acadêmico, mas se não desse certo em meus negócios, não perderia meu tempo escrevendo aqui.

Desenvolvam seus próprios cálculos, entendam eles e não se prendam apenas a fórmulas!

Sobre o autor: Twitter | Facebook | Google+ | João Homem é autor do Blog Dinheirologia, empreendedor, investidor e geek. Especialista em empreendedorismo, proprietário da Homem Holding, consultor, aventureiro e apaixonado por economia e filosofia.

5 comentários:

Anônimo disse...

gostei da linha de pensamento!!!!

Anônimo disse...

necessario verificar:)

João Homem on 15 de março de 2010 11:47 disse...

Opa! Obrigado Anônimo 1.

Anônimo 2, não entendi!

Abraços!

Bete Gaia on 25 de julho de 2011 14:32 disse...

Concordo plenamente com seu raciocínio. O importante é mesmo a Margem de Contribuição. Para quem quiser ampliar os estudos, saindo um pouco das teorias de custo tradicionais (Absorção, ABC,etc), existe a TOC (Theory of Constraints) ou Teoria das Restrições. Nesta teoria, a MC é chamda de ganho. Vale a pena conhecer! Abraços e parabéns pelo Dinherologia.

Elisabete G. Dias

João Homem on 25 de julho de 2011 15:04 disse...

Excelente contribuição com o post Elisabete!

Abraço!

Blog Widget by LinkWithin
 

..:: Lei nº 9610/98 ::..

Este blog é protegido pela Lei nº 9610/98 dos direitos autorais. Qualquer reprodução na íntegra do material aqui publicado só será permitida mediante autorização.
Se for copiar, divulgue-nos como fonte do conteúdo!

Sabedoria

"Sabedoria é a capacidade de prever as consequências, a longo prazo, de ações atuais. É a disposição de sacrificar ganhos a curto prazo em favor de benefícios a longo prazo. É a habilidade de controlar o que é controlável e de não se afligir com o que não o é." - RUSSELL L. ACKOFF

Dinheirologia Copyright © 2009 Community is Designed by Bie

Web Statistics João Homem