BREAKING NEWS

quarta-feira, 17 de julho de 2013

Galo é Amor, Não é Simpatia

Como já é de praxe, olha eu usando o Blog para postar pensamentos e sentimentos meus...
Sim, não existem simpatizantes com o Galo e sim torcedores que amam o Clube Atlético Mineiro.
Tá você pode dizer que qualquer torcida é assim, mas quem é atleticano sabe do que estou falando. Passar uma vida inteira demonstrando amor incondicional, nas inúmeras derrotas para outros clubes, para a sorte ou para a arbitragem, não é pra qualquer torcida.

Passamos tanto tempo buscando força apenas nas primeiras vitórias, que agora, prestes a conquistar (ou não) um título de expressão, precisamos gritar o mais alto que podemos um "Eu acredito!", para que nós mesmos consigamos acreditar no que está acontecendo.


Esperei 34 anos por este momento. Isso é motivo de chacota para as torcidas rivais, mas pra mim e para todos os outros atleticanos, é prova de meu amor incondicional.

Em 1999, fui à São Paulo, naquela final do Brasileiro contra o Curintia. Não deu!
Em 2005, estava no Mineirão, contra o Vasco, quando fomos rebaixados pra segunda divisão. Motivo de chacota por toda a história, mas pra mim, só mais uma prova de amor incondicional pra vida toda.

Sou daqueles atleticanos tradicionais, que adora ver os jogos com o pai, que passou o amor pra minha geração, tal como foi passado a ele.
Sou daqueles atleticanos aparecidos, que pendura bandeira na janela e no carro.
Sou daqueles atleticanos que falam merd@ (ou escrevem) sem fundamento algum e totalmente tomado por emoção, como agora.
Sou daqueles atleticanos conscientes, que não discute com cruzeirenses, pois sabe que eles têm mais títulos, mas nós temos um sentimento que eles jamais saberão do que se trata.
Sou daqueles atleticanos que chora. Chorei em 1999, em 2005 e nas duas defesas de São Victor contra o Tijuana e contra o News.
Sou daqueles atleticanos que aprenderam a amar o Independência como nosso lar, mas que sabe... A HISTÓRIA DEVE SER ESCRITA NO MINEIRÃO! Berço de todo esse amor que tenho pelo meu time.

Daqui a pouco começa o primeiro jogo da Final da Libertadores 2013, com meu Galo lá.
Podemos vencer, empatar ou perder.
Se no final da próxima quarta-feira eu estiver chorando de tristeza, por não ter conseguido o título, minhas lágrimas serão devidamente enxugadas em uma das minhas várias camisas do Galo e meu coração estará cheio de amor esperando a próxima oportunidade.
Caso ganhemos, que não se preocupem os cruzeirenses. Não quero nem saber de vocês! Estarei abraçando cada atleticano que estará comigo no Mineirão, comemorando algo pelo qual esperei 34 anos da minha vida.

Força Galo! Estaremos aqui na alegria e na tristeza, nas vitórias e nas derrotas. Isso porque o Galo é amor, não é simpatia.

3 comentários :

  1. eu acreditei, acredito e contunuarei acreditando para sempre... GALO ETERNO!!!

    ResponderExcluir
  2. mortinho esse blog, né?

    ResponderExcluir
  3. Muito interessante este assunto.Nosso time sem duvida é uma eterna paixão!!

    ResponderExcluir

Escolha bem suas próximas palavras! hehehe
Brincadeirinha!