BREAKING NEWS

quarta-feira, 10 de julho de 2013

Status Profissional: Empregado

Cansado de trabalhar como empregado?

Somos obrigados a ser donos de algo para nos dar bem!?

E se pudermos pegar o melhor dos dois mundos?! Seríamos um tipo híbrido de empreendedores?

Logo que comecei este Blog, frisei sobre a importância de se trabalhar por conta própria, de ser dono, de empreender.
Um tempo depois, voltei para escrever que talvez a melhor opção fosse construir uma carreira profissional, como empregado, conciliando com o empreendedorismo.
Porém, por toda a minha vida, trabalhei por conta própria, empresas minhas, pequenos negócios, empreendendo 24h por dia!

Eis que a vida quis me forçar a enxergar as coisas de outra maneira...
Em novembro de 2011, me encontrava destruído emocionalmente com o fim do meu relacionamento e totalmente quebrado, sem nenhum novo negócio e tendo aberto mão dos antigos. ou seja, estava deprimido, sem ter o que fazer e com um patrimônio de R$6,90 na carteira.


Como qualquer ser vivo, me adaptei à nova situação.
Devo dizer que tentei empreender nessa época, apenas com meu network e conhecimento, mas poucos capitalistas confiam em fracassados. Nem mesmo eu confiava mais em mim.

Daí decidi fazer "bicos" e aprender um pouco mais sobre tudo, na prática. Não me preocupei com dinheiro e claro, em meio ao aprendizado, isso fez toda a diferença. Sem dinheiro e/ou poder, a sociedade não te vê com os mesmos olhos e nem você reflete a mesma imagem no espelho.

Então surgiu a primeira oportunidade de trabalhar como funcionário, numa empresa de comunicação visual. Aprenderia a trabalhar com o Corel Draw e ainda receberia um salário por isso! ...
Durou pouco mais de um mês, aprendi a "fuçar" no Corel e ainda não recebi o salário.

Foi então que outra oportunidade surgiu e em fevereiro de 2012 minha carteira de trabalho foi assinada pela primeira vez.
Gerenciar uma academia não era um objetivo em minha vida, mas dado o cenário tenebroso e a equipe que encontrei, percebi que o futuro não planejava nada melhor.

Nessa época comecei a concluir que todo empresário/empreendedor deveria ser empregado pelo menos uma vez na vida.
"Da ponte pra cá", os acontecimentos são percebidos de uma forma muito diferente do que imaginamos quando somos os donos dos bois.

Devido à fase de transição pela qual minha vida passava e por incompatibilidade de visões, não deu certo.
Creio que jamais conseguirei ser um Robô-Executor-de-Tarefas...

Então depois dessa, caí realmente na lama.
Até que fui reunindo forças e focando no empreendedorismo na web, que era mais fácil, não dependia muito dinheiro e eu tinha acesso aos recursos necessários, ou seja, conhecimento, computador e internet.

O negócio começou a dar seus primeiros passos, mas aí...
Fui chamado para uma entrevista de emprego, sendo que nem sequer havia me candidatado.
Resumindo: Confiaram em meu potencial, vi uma oportunidade de marcar positivamente a história de uma empresa que já tem décadas de história, conheci uma excelente equipe de profissionais e de quebra há um enorme desafio à frente.

Portanto, SOU EMPREGADO.
Mas calma! Isso não me impede de empreender...

Seja você empregado ou empregador, o que importa é se está feliz com o que está fazendo e se está acumulando riqueza.

Abraços!

Um comentário :

  1. Onde você está pouco importa. Importante é para onde você quer ir.
    Boa sorte parceiro!

    ResponderExcluir

Escolha bem suas próximas palavras! hehehe
Brincadeirinha!