BREAKING NEWS

quinta-feira, 31 de janeiro de 2008

A Empresa


Decidi que abriria minha própria empresa, abandonando minha família, meu esforço de 15 anos, o percentual da empresa que era meu, a marca que eu paguei do meu próprio bolso para registrar, o sangue que dei em todas as batalhas em que sempre comandava a linha de frente.
Deixei tudo para trás! E ainda me tacharam de vários adjetivos ruins! Mas não deferi uma única palavra em minha defesa e nem requeri um tostão sequer por tudo que larguei para os outros.
Saí para abrir meu próprio negócio sem ter sequer um talão de cheques, ou equipamentos para movimentar tal empresa!
Sinceramente, isso parecia loucura, mas era o que eu chamo de "Apertar o Botão"! Depois que você apertou o botão, não tem mais volta!
Com cerca de R$9.000,00 eu consegui montar minha empresa e de Abril de 2007 a Novembro do mesmo ano, a empresa aumentou seu faturamento em 67% e eu aumentei meu patrimônio em 500%!
É por isso que não aceito como desculpa para não "Apertar o Botão", a falta de dinheiro. Concordo com o Robert Kiyosaki quanto ao dinheiro ser apenas uma idéia. Eu não tinha nada, apenas essa pequena quantia. Em pouco tempo, alavanquei meu patrimônio dessa forma.
Nesse primeiro ano a empresa não estava focada em aumento de vendas e mesmo assim teve seu faturamento aumentado em 67% em 7 meses.
Dentre os principais desafios da minha nova empresa, estava um que quase fundiu minha cabeça: Consolidar a empresa no mercado, sem afetar a empresa da minha família. As duas atuam no mesmo ramo e mesmo tendo apenas o céu como limite, tive que encontrar soluções para desviar da empresa de mnha família no mercado.

Seria muito fácil se eu pudesse simplesmente passar por cima! Seria extremamente fácil! Mas como adoro desafios e um verdadeiro guerreiro só se sente bem quando está em um campo de batalha, me dediquei a encontrar meios de vencer sem ter que afetar minha família.

Mesmo assim, a cada vitória de minha empresa que eles ficavam sabendo, sentiam como se fosse uma derrota para a empresa deles. Isso me consumiu 3 meses produção, pois fiquei tão chateado, decepcionado e completamente atônito.

Toda a evolução que tive de Outubro de 2006 até Outubro de 2007, parou! A empresa andou sozinha durante esses 3 meses, apenas os funcionários e meu sócio (Deus) que trabalhavam.

Nessa época aprendi muita coisa que me fizeram crescer uma enormidade como pessoa e como homem de sucesso.

Abordarei mais esses 3 meses a seguir...

2 comentários :

  1. Parabens pela iniciativa, é o primeiro post que leio, vejo que poderei aprender bastante contigo. obrigado

    ResponderExcluir
  2. Obrigado Igor!
    Tem muita informação por aqui, hehehe, pode reservar um tempinho pra ler aí.
    Apenas fique atento para os posts do marcador "História", pois são postados em tempo real e por isso alguns podem ter sido uma decisão errada na época.
    E vamos investindo em aprendizado!

    Abraço!

    ResponderExcluir

Escolha bem suas próximas palavras! hehehe
Brincadeirinha!