BREAKING NEWS

terça-feira, 14 de outubro de 2008

Como Usar as Sociedades Tipo Robert Kiyosaki Escreve?


Desde quando li "Pai Rico Pai Pobre", que venho pensando e estudando como poderia aplicar o que o Robert Kiyosaki escreve sobre abrir uma S/A nos Estados Unidos, para se pagar primeiro, para depois pagar o governo.
Como o próprio Robert escreve, as legislações são diferentes de um país para outro, mas entendendo o conceito principal, podemos adaptar às leis de qualquer lugar.

Enquanto vim estudando, diversas pessoas me diziam que não tinha como fazer isso, que era conversa fiada do autor, que no Brasil não há como fugir (legalmente).
Mas creio que mais uma vez vou contrariar a todos e gerar um ataque de pedras mais uma vez!
Estou quase certo que agora achei a solução definitiva para proteger seu capital dos impostos (Em demasia), para que antes você consiga se pagar primeiro.

A solução envolve a criação de uma Holding tributada sobre o Lucro Real, detentora de todo o seu patrimônio, ativos, passivos, receitas e despesas, em formato de sociedade de qualquer tipo.

Por quê uma Holding?
A Holding se tornaria a proprietária dos bens e você será um dos sócios da empresa constituída. Dessa forma os acionistas ou quotistas receberiam como rendimentos dividendos ou participações nos lucros, que são isentos de tributação na declaração das pessoas físicas. No sistema de tributação conhecido como Lucro Real, somente os resultados (lucros) da empresa Holding seriam tributados.
Assim, a remuneração dos sócios cotistas da empresa, seria feita na forma de distribuição de resultados (lucro ou dividendo). Essa distribuição não é tributada na pessoa física que a recebe, tendo em vista que o eventual resultado positivo já foi tributado na pessoa jurídica. Eventuais prejuízos sofridos também seriam abatidos no exercício fiscal ou em exercícios seguintes se a pessoa jurídica for tributada com base no Lucro Real. As pessoas físicas não podem abater prejuízos e gastos financeiros, incluindo as despesas bancárias e com seguros, que já nas pessoas jurídicas, podem ser abatidos . A distribuição dos resultados é feita depois do pagamento dos impostos sobre os lucros auferidos pela pessoa jurídica. No caso das pessoas físicas, os impostos incidem sobre a receita bruta auferida.

Por quê Lucro Real?
Isso pra mim já é um fato! A não ser que você queira aquele mercadinho da esquina pra sempre, você deve ser tributado pelo Lucro Real! Ou seja, se quiser ter um negócio para crescer, tem que ser Lucro Real. Exceto se seu negócio tiver uma lucratividade acima de 32% (Base de Cálculo do Lucro Presumido), pois aí é mais vantajoso ser tributado pelo Lucro Presumido.
Não sei se o seu tipo de negócio faz com que a tributação sobre o Lucro Real seja mais onerosa, mas sei que a única forma de poder bolar estratégias tributárias e crescer livre, sem estar amarrado pelas limitações do SUPER-SIMPLES ou do Lucro Presumido.
Na tributação sobre o Lucro Real, você não é tributado sobre seu faturamento, o que te deixaria na situação de "Quanto mais crescer, mais pagarei",a tributação ocorre sobre o Lucro, após deduzir diversos custos e despesas, que no caso de nossa Holding, não são nossas e sim da empresa. Sua empresa estará livre para crescer, aumentando o faturamento e reinvestindo o lucro, antes de tributar s impostos.

Acho que deu pra começar a entender né!?!
De qualquer forma, detalharei um post só pra falar de Holdings e outro pra falar sobre Lucro Real. Aguardem!
Comentários, críticas e contestações serão muito bem vindas! Vamos desenvolver a idéia juntos! Quanto mais cabeças pensando, melhor!

3 comentários :

  1. Ótimo assunto. Vejo que você está no caminho certo. Acho qeu vc poderia discutir mais com relação a dedução de despesas, quais são permitidas e quais não são. Montar uma lista talvez das deduções possiveis, discutir sobre como o lucro da empresa poderá ser investido, seja na empresa, seja no mercado financeiro, e talvez assim reduzindo tributos sobre o lucro. É um assunto muito interessante que normalmente a primeira resposta dos contadores, é: "num dá , não tem vantagem nenhuma". Um abraço e boa sorte

    ResponderExcluir
  2. Parabéns pelo post,eu também tenho a intenção no futuro de abrir uma empresa com lucro real.
    Acredito que a empresa que usa o lucro real pode deduzir qualquer despesa relativa aos seus próprios custos.

    ResponderExcluir
  3. Parabéns pelo excelente post, assunto muito interessante para ser debatido!
    Gostaria de saber se ainda pretende fazer os outros 2 posts que você comentou no final, um sobre holding e outro sobre lucro real.
    Abraço e sucesso.

    ResponderExcluir

Escolha bem suas próximas palavras! hehehe
Brincadeirinha!