BREAKING NEWS

segunda-feira, 25 de janeiro de 2010

Crimes Passionais - Basta!

Bela oportunidade de iniciar um novo marcador aqui no Blog, o "Comentando a Notícia". Comentarei nessa categoria, na maioria das vezes sobre notícias relacionadas ao tema do Blog, porém a estréia da categoria vem de um tema que me deixa muito "pluto"...

Crimes cometidos por paixão?!? PelamordeDeus!! Paixão por quem?! Se um cara mata sua ex-mulher, devido ao término de um relacionamento, ele mata por loucura, embora a paixão seja um sentimento meio louco, no máximo podemos ter uma depressão devido a perda.

Segundo a procuradora Luiza Nagib Eluf, "a paixão que denota o crime passional é crônica, obsessiva e nada tem a ver com amor", "Pode ter havido amor em algum momento, mas o que mata é o ódio, o ciúme doentio, a possessividade, a sensação de poder em relação à vítima", "a paixão só serve para explicar o crime".

Eu penso de uma forma simples e objetiva: Se você ameaça matar alguém, tem que ir pra cadeia.

Com certeza quem ama, cuida. No mínimo não machuca!

Como esse tipo de crime fica mais normal a cada dia?!
Fiquei indignado ao ver o vídeo daquela cabeleireira sendo morta. Ela fez 8 boletins de ocorrência contra o FDP de seu ex-marido e o cara ainda continuou solto?!? What hell!!!!!
E o cara não apenas ameaçava, ele agredia! Cadê aquela porcaria de lei que protege as mulheres?!
Sempre disse que havia 2 tipos de justiça, a justiça para o cidadão de bem e a justiça para os marginais. Por incrível que pareça, se observarem as proporções, as penas para os cidadões de bem são bem mais pesadas que para os marginais.

Exemplo:
Eu já vi um cara que apenas se desvencilhou de sua ex-mulher, mas acabou que a mesma se desequilibrou e caiu. Mais nada! Passou uma noite na cadeia e gastou uma grana com fiança e processo, além de ter sua ficha manchada. Mas e daí, foi um crime passional né!? Porém da parte da mulher, que fez isso devido a indignação com o fim do relacionamento.

Já esse cretino que matou a cabeleireira, agrediu sua ex-mulher 8 vezes no intervalo de 1 ano e nada demais aconteceu.
A mulher fez o que estava a seu alcance, registrando as ocorrências e investindo em segurança... antes tivesse matado o FDP, antes dele matá-la!
Mas aí a justiça seria muito severa com ela, com certeza.

Desculpem meu tom de desabafo, mas é porque isso está realmente virando moda, o estilo "Fica comigo, ou não ficará com ninguém!".

Psiquiatras dizem que quem comete esse tipo de crime se arrepende, que não planeja o assassinato... bullshit!!!

Os especialistas afirmam que qualquer um que ama pode matar e eu concordo em gênero, número e grau! Mato qualquer um que agrida minha esposa, minha mãe e outros que amo, sem arrependimentos!

Desculpem a escrita totalmente levada pela emoção, mas enfim, temos que reclamar né!? É isso que estou fazendo!

Postar um comentário

Escolha bem suas próximas palavras! hehehe
Brincadeirinha!