BREAKING NEWS

quinta-feira, 29 de maio de 2008

Reality Show do Empreendedor


Já tem um tempo que eu não escrevo algum artigo com o marcador "História" e sei que muitos leitores curtem ler esses posts, pois trazem uma sensação mais real do "campo de batalha".
Portanto decidi descrever hoje, um pouco do que está acontecendo deste lado do computador.
Minha empresa, está prestes a completar seu primeiro ano de vida. Embora tenha conseguido todo aquele sucesso inicial, hoje em dia devo dizer que "o trem tá feio e cabeludo"! Os últimos 6 meses foram no maior estilo "trancos e barrancos" que vocês possam imaginar. Fechei alguns deles, abaixo do Ponto de Equilíbrio, minhas despesas aumentaram, juntamente com juros de terceiros e hoje me encontro num ponto chave.

Daí você pensa: - Vixe, agora ele tá ferrado!
Mas não! Adoro chegar a esses pontos chave, pois são neles que tomamos as grandes decisões, que mudam nossas vidas de forma absurda.

O maior motivo desta quebra no ritmo do "sucesso alucinante", se deve ao fator surpresa, que apareceu logo no início, quando eu tive que escolher entre passar por cima da empresa de minha família, ou tentar desviar dela no mercado.
- Burro! Burro! Burro!
Escolhi procurar pelos desvios e me perdi! Fiquei bem em minha consciência, mas a reação deles, até hoje, é como se eu tivesse escolhido a outra opção, ou seja, fiz tudo isso quase que à toa!

Mas conversando com a pessoa que mais me ajudou e me suportou nessa caminhada até agora, ela me lembrou: - Você tem que dar certo! Eles não!
E é a mais pura verdade! Eu estou sozinho na batalha, tipo um Rambo, entende!?! Se eu não der certo, tô ferrado! Eles não, já têm toda uma retaguarda.

Então filho, é chegada a hora de outra grande decisão! Deus dá uma segunda chance!
Minha decisão já está tomada, baseada em tudo que passei durante esse 1 ano, tanto como Pessoa Jurídica ou como Pessoa Física.
Decidi que vou danar a gritar e atirar, igual ao Rambo mesmo! Hehehe Não quero passar por cima de ninguém e não farei isso. Mas também não serei tão cauteloso.
Se esbarrar no ombro a ombro, não é falta!

Quanto a segunda empresa, essa está travada na burocracia assombrosa de nosso país. Em breve terei mais notícias dela!

2 comentários :

  1. Me peguei hoje lendo praticamente todo seu blog e estou achando magnífico a forma incansável na sua busca pelo sucesso e conhecimento, talvez com um pouco menos volúpia e até mesmo, entendimento, estou buscando o mesmo.

    Mas até o momento este foi o único post que me chocou...

    Não sei a que nível familiar você se referiu, mas acredito que o amor e a importância da família em nossas vidas nunca deveria ser colocado em paralelo aos nossos negócios, por mais que isso possa atrapalhar de alguma forma sua escalada rumo ao estrelato.

    Você sabe exatamente quando vale sua empresa e seu patrimônio, mas sabe quanto vale sua família, pai, mãe, esposa, filhos???

    Acho que há coisas muito profundas e maiores que devem ser levadas em consideração em nossas vidas, devemos tomar cuidado e saber que a busca pela riqueza e sucesso, por maior que seja este desejo, não pode dar lugar a ganância e "dinheiro a qualquer custo".

    Um abraço e sucesso nessa batalha!

    ResponderExcluir
  2. Muito legal ter você por aqui Maisa, lendo todo o Blog.

    Com certeza dou mais valor a minha família que ao dinheiro e foi exatamente por isso que passei por essas dificuldades na primeira empresa.

    O problema do meu Blog é que ele sempre foi escrito em tempo real e assim demonstra toda uma emoção em um momento específico de minha caminhada. Se der uma lida nos posts atuais, verá que hoje sou mais frio ao escrever, pois agora o Blog tem mais visitas do que jamais imaginei que teria.

    Depois deste post, eu propus à minha família uma fusão entre as duas empresas. Dei a eles a opção de se juntarem a mim, ou duelarmos no Mercado.

    Continue lendo, pois tem muita informação boa por aqui.
    Abraço e sucesso pra você tambem!

    ResponderExcluir

Escolha bem suas próximas palavras! hehehe
Brincadeirinha!