BREAKING NEWS

segunda-feira, 19 de abril de 2010

Funcionário: Vou Levar Você no Pau

Não é de hoje que patrões acusam a justiça de favorecer os empregados e estes acusam os patrões de inúmeras barbaridades.
Eis que pela primeira vez eu poderei comprovar se realmente a "Justiça do Trabalho é justa". Pela primeira vez um funcionário está levando uma empresa minha "no pau", como ele mesmo disse.

Vou relatar toda a história, para que quando houver o desfecho em 30 de abril de 2010, todos os leitores já tenham conhecimento do caso.

O funcionário em questão foi contratado por nossa empresa para um período de experiência, que foi prorrogado até completar 90 dias, conforme permitido pela lei.
Efetivamos o mesmo após este período e após 1 mês de trabalho, ele pediu suas contas, pois havia conseguido um emprego melhor na Petrobrás.

Pedimos que ele escrevesse sua carta de demissão e solicitamos o extrato de seu acerto à contabilidade. Quando o mesmo viu que não tinha nada a receber e sim a pagar, pois não cumpriria o Aviso Prévio, ele surtou, pegou a carta que havia escrito e saiu correndo dizendo que nos levaria "no pau".

Entrei em contato com a contabilidade, para me certificar de que aquelas contas estivessem corretas e eles me explicaram, confirmando a exatidão do cálculo.

Agora chegou a intimação para a audiência e vimos que o ex-funcionário mentiu descaradamente sobre diversos fatos!
Temos provas de tudo e mais de 15 testemunhas, mas mesmo assim tenho que ouvir pessoas dizendo que alguma coisa ele vai levar...

Como assim?!?
Minha empresa paga e faz tudo de acordo com a Lei. Registramos tudo e trabalhamos de forma preventiva justamente para evitar esse tipo de coisa. Agora será que pagaremos um valor que não existe e está fundamentado em mentiras absurdas?!
Acredito na Justiça e já orientei ao advogado que se algo estiver errado nas contas da contabilidade, que pague imediatamente, mas quero também abrir um processo contra este ex-funcionário devido as mentiras ditas à Justiça sobre nossa empresa.

Não pode ser assim!
Você faz tudo certo e se alguém diz o contrário é você quem tem que pagar para provar sua inocência?!?

O certo seria você fazer tudo certo e se alguém quiser dizer o contrário, este primeiro teria que provar o que diz à Justiça, para depois te incomodar.

Pra começar o sistema já está errado, pois terei que pagar um advogado para provar minha inocência. Mas mesmo sabendo que o sistema é todo errado, acredito que a Justiça não terá dúvidas quanto ao caso.

Não quero "puxar a sardinha" para o lado dos patrões, mas se todo funcionário quiser levar o patrão na Justiça, fundamentado em mentiras, sem pagar nada (pois os advogados recebem comissões), arriscando-se apenas a ganhar uma bela grana, o país quebrará!
Imaginem quantas empresas não possuem registro de ponto, protocolos arquivados e etc.
Estão todos fodidos, por mais corretos que sejam.

Vamos aguardar as cenas dos próximos capítulos pra ver!
Assim que meu advogado me ligar no dia 30/04 eu me comprometo a vir aqui relatar o que aconteceu.
Não estou nervoso com o caso em específico e nem com a Justiça (ainda), mesmo porque, se acontecer o absurdo de ele ganhar o que está pedindo, seriam apenas grãozinhos de areia para a empresa.


Eu estou p... da vida é com o Sistema! Sim, da mesma forma que esses rappers das favelas fazem! Tenho que gastar tempo e dinheiro para provar que estou certo, enquanto a outra parte não gasta nada pra arriscar ganhar uma grana e mentir à Justiça!

34 comentários :

  1. Puts, que situação eih. Anda na linha e tem que agüentar uma dessas. Torço para que a justiça seja feita, vai dar tudo certo amigo.

    Abraços,
    Rogério Gomes

    ResponderExcluir
  2. Valeu pela força Rogério!
    Bom que agora saberemos se a justiça do trabalho faz por merecer a fama ou não.

    Abraço!

    ResponderExcluir
  3. O que vc esta passando,aconteceu comigo a 2 meses atrás,da mesma maneira,do meu lado tudo certo e do outro,funcionário mentindo.Resuldato tive que pagar pela mentira(R$ 800,00 para o fdp +80,00 para o adv do sindicato).Infelizmente funciona dessa maneira, é revoltante.Se prepara para ter que pagar alguma valor e ter que olhar para puto na audiência.
    abc,
    Fausto

    ResponderExcluir
  4. Putz! Que foda Fausto!!!
    De qualquer forma a soma que ele tanto deseja eu posso tirar do caixa a qualquer momento e com certeza eu não vou à audiência. Ele ganhando ou perdendo, não mudará nada em minha vida. Apenas confirmará a visão generalizada da sociedade sobre a Justiça do Trabalho.

    Abraço!

    ResponderExcluir
  5. Putz... Essa história eu quero saber o desfecho dela. Pois se está tudo em ordem com a justiça e também feito certo com este ex-funcionário, não tem motivos para pagar nada e vc está corretíssimo em põr ele na justiça, pois no momento ele não está gastando, mas depois terá que também, pagar um advogado. Não deixe isso morrer após a audiência não.

    ResponderExcluir
  6. Rogério?! Você é o Rogério meu primo?

    Essa história será boa mesmo, pois acompanhando em tempo real, todos os leitores do Blog saberão o quão justa é a justiça nesse sistema totalmente errado.

    Abraço!

    ResponderExcluir
  7. Sou eu mesmo João. Vamos ver o desenrolar desta história, hehehe

    ResponderExcluir
  8. Caracaaaa!!! Satisfação te ver por aqui!
    Veremos as cenas dos próximos capítulos...
    Dia 30 tem mais...

    Abraço!

    ResponderExcluir
  9. venho tentando provar na justiça do trabalho que nao devo nada a uma ex-funcionaria da empresaque era vendedora de balcao, ela mentui que trabalhava 12hs diarias, sem ter folgas enclusive aos sabados e domingos....ninguen em sam consiencia acreditaria nisso poi se passou 2 anos contratada pela empresa, a empresa e pequena temos 8 funcionario registrados e uns 15 tercerizados que presta serviços temporarios, emtao chegou o dia da aldiencia era por volta das 11:00 quando começou e se estendeu ate 11:50 foi quando o juiz sem educaçao mau umorado perguntou para a dona da empresa quantos funcionarios ela tinha em TODA GOIANIA ,
    - sao mais de 10 dona.
    com ar de intimidaçao para com a dona da empresa , ela com seus nervos ja na flor da pele respondeu que sim mais depois ela foi ver que deu a resposta errada pois ela so tem 8 eos outros sao tercerizados sem vinculos empregaticios, mais o doutor juiz nao quis saber ja foi dando a audiencia encerreda pois e reu confeço... mais aceitou toda a mentira da funcionaria que em conjunto com o advogado do sindicato do trabalho que e seu advogado em nessa ocasiao...e deu sua sentença de 90.000,00 que nos juntamente com nossos advogados coseguimos cair esse valor para 35.000,00 mais ta diviciu pois foi pra brasilia o recurso....ja paguei em torno de 10.000,00 de processo mais uns 15.000,00 de deposito recursal... e nisso estou agardando a resposta de outros juizes la de brasilia....
    ai vai minha indgnaçao contra a nossas leis trabalhista , o empregado maudoso ja entra na empresa com mas intençoes, passa o tempo ele sabe que justiça do trabalho vai pro lado dele....nos empregados somos classificados como bandidos que masacra e come o figo do funcionario...isso so acontece nas empresas particulares deixa um servidor publico fazer isso pra ver ou seja um policial, bombeiro etc. se nao tomar cuidado vai ate preso.....

    TEMOS QUE FAZER ALGO PRA MUDAR, ISTO JA ESTA CANÇANDO MUITOS EMPRESSARIOS QUE LUTA PRA TER UMA EMPRESSA DIGNA NO MERCADO CORRUPTO EM QUE VIVEMOS....GRATO.

    ResponderExcluir
  10. Pois é Anônimo!
    Apesar de ter ficado meio perdido em seu texto, compreendo sua indignação e sou taxativo em dizer que o sistema não prejudica diretamente quem quer ser correto, mas incentiva os aproveitadores, sendo que os corretos são atingidos por consequência.

    Nos resta apenas dever de nos protegermos destes aproveitadores com provas, desde a primeira vez que ele pisar na empresa.

    Abraço!

    ResponderExcluir
  11. Tem que se ferrar mesmo
    Para ele te levar no pau algo vc aprontou,voces patroes são todos iguais,se aproveitam dos funcionarios.
    Tomara que ele que tire um bom dinheiro mesmo pra voce aprender...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. kkkkkkkkkkk os empregadores, até hj não conseguiram entender o sentido do nome "JUSTIÇA DO TRABALHO". Quando o funcionário está trabalhando, eles os tratam com cara de bunda e as vezes com explorações, e na hora do vamo-vê, ai corre atrás de advogadozinhos que não servem par absolutamente nada, a não ser pra ampará-lo no tombo. Esse caso do João aí, é diferenciado, pq ao menos até aonde tenho conhecimento, esse funcionário não tem direito nenhum mesmo, e se tiver alguma coisa, é pouca, somente os proporcionais de férias e 13º, uma merreca que compensaria João ter pago logo no dia e não esperar que seu nome fica sujo na justiça do trabalho. Porque isso fica lá como histórico, e não é bom! pq se por ventura, outro funcionário vier fazer o mesmo futuramente, a justiça do trabalho vai considerar João, um reincidente, mesmo sendo de alguma forma, a vítima.

      Excluir
  12. Kkkkkkkkkk Alguns anônimos me fazem rir muito...

    Abraço.

    ResponderExcluir
  13. João Homem, não tenho empresa, meu papel no mercado hoje é como funcionária de uma pequena empresa, porém muito atuante no mercado. Mas um dia pretendo sim ter a minha empresa e acho lamentável o comportamento de certos funcionários/pessoas. Por vezes você além de ter que pagar (eu espero q não) judicialmente esta funcionária, também terá que lhe dar com a desconfiança alheia...Pq todos sempre vêem o chefe como o lobo mal da história. Trabalho em uma empresa familiar, todos são corretíssimos e acompanhei histórias como a sua e eles tendo que pagar, eu me revolto, pq de alguma forma tb acabo sofrendo com a desconfiança da minha chefia. Mas de certa forma eu acho que o empregador até mesmo por ser muito ocupado abre uma janela pra este tipo de funcionário e pode ter certeza absoluta q ele não tá te "ferrando" só agora, ele é o mesmo que deixa a luz acesa sem necessidade, que ao invés de usar uma folha, usa dez...Que desperdiça o material e o pior é que estes gastos que eu vejo todo dia, geralmente não são vistos pela chefia. E por vezes eu já escutei funcionário novo, entrando na empresa e comentando que gosta de viver de renda, porém pretende ficar na empresa por seis meses apenas, fazer tudo pra ser mandado embora e pegar o seguro desemprego. Infelizmente a mente dessas pessoas é limitada. Vc não está sozinho com a sua indignação, eu como funcionária de uma empresa justa, cuja qual eu visto a camisa...Por vezes me percebo tão indignada quanto com a postura alheia. Boa sorte!

    ResponderExcluir
  14. Aline, preciso de mais pessoas como você em minha equipe! Hehehe

    Abraço!

    ResponderExcluir
  15. o pior é que todo entram com justiça gratuita, caso percam não pagam nada... desta forma arriscam se pegar pegou... infelizmente neste país ondem a justiça defende os errados... tenho 2 casos em minha empresa em que ambas parentes quereiam que eu mandasse embora para receber seus fundos de garantias, como não fiz abandonaram serviço e colocar a empresa na justiça alegando barbaridades .... infelizmente para o Juiz uma mentira vale por 10 verdades... Se houvesse punição para quem alega mentiras, seria mais justo... mais não, advogados incentivam a mentir e o juiz mesmo com provas na mão faz vista grossa sempre apoiando o reclamante...por isso o apelido de justiça do trabalhador... se você for um funcionário é mais facil colocar a empresa no "pau" e ficar bem de vida, do que continuar trabalhando... depois a justiça reclama de tantos processos...
    O negocio é fechar a empresa e voltar a ser funcionário e aproveitar esta mamata...

    ResponderExcluir
  16. Estou numa situação dessas. Tenho um funcionario que ainda esta trabalhando na firma mas esta sendo instruido por um advogado. Fiquei sabendo que ele vai fazer o possivel para poder levar algum. Mas no Brasil é assim, lei trabalhista que nao e revisada a seculos...mas eles tem que perceber que as pessoas nao sao mais aquelas de antigamente onde palavra era tudo. Hj em dia, malandragem manda, falta de carater, de escrupulos. Se os f... trabalhassem mesmo, nao teriam tempo para pensar em pilantragem.

    ResponderExcluir
  17. Patrão tem mais e que tomar no cu mesmo.... So sabe aproveitar dos funcionários..

    ResponderExcluir
  18. felipe_284@hotmail.com29 de abril de 2012 19:39

    Patrão tem que tomar no cú? Você no minimo é um funcionario e não perspectiva de ser dum ono de uma empresa futuramente. Baixo astral,sem ambição e sem auto estima. O que mais incomoda é que todos se fazem de vitima para ocupar um cargo e depois de um certo tempo se sentem os CARAS e ainda dizem que patrão tem que tomar no cú... Lamento, se fores capaz de fazer um filho, tomara que ele não pense como o pai, pois pensamentos iguais ao seus é que colocam a frente do pais governantes iguais aos nossos, corruptos e imunis as malandragens e amparados pelas leis arcaicas e cheio de brecha. Você hoje para ter um emprego, precisa trabalhar numa empresa que tenha um patrão que pense e dirija o empreendimento para que no dia do vale e salário você seja pago para levar o sustento para a sua casa, então agradeça primeiramente a Deus que é misericordioso e abre a porta dos empregos e não poe na balança a ignorancia e ingratidão e descaso dos funcionarios. Se você demosntrar interesse, paixão no que faz, mudar este pensamente que te regride e pensar num futuri melhor para você e sua familia pode ter a certeza que as coisas mudaram. Pensamentos negativos só atrai coisas negativas. E guarde uma coisa no prato que se come não se cospe. Então não cague no quintal da sua casa irmão, se ligue!!!

    ResponderExcluir
  19. eu faço diferente,registro a empressa nome de um laranja,pego um viciado em crak esse zunbis da vida dou 200,00reais,se colocarem na justiça vam cobrar do papa,eu sei que e fora de etica mais o sistema me obriga ser assim,um abraço...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. kkkkkkkkkk, até que a ideia é engraçada. Mas vc como patrão, escrevendo mal assim (zunbi, etica, vam), e querer chamar as pessoas pobres de zumbis? tome vergonha na sua cara! vc incentiva o trabalho escravo, deixe de ser Jéca, volte para a escola, para aprender e depois ensinar, além de procurar ter conhecimento das coisas. Acredito que a maioria dos patrões tem um certo ódio das leis trabalhistas, porque a vontade da maioria é ter uma senzala até os dias de hj para escravizar e humilhar as pessoas. É por culpa de patrões do seu tipo, que a justiça do trabalho tem sede em todos! deixe de ser BURRO!

      Excluir
  20. parao tem que si fuder sao tudo um bando de ladro cambadaa de fdp

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cala a sua boca ... por isso que lixos como vc trabalha de empregado ainda, Deus não dá asa para cobra.

      Excluir
  21. Olha como tudo na vida, não se pode generalizar...hoje em dia se ve de tudo!Empregado pilantra, e gente abrindo empresinha fundo de quintal que da direito a ter 1 e quem sabe 2 funcionários...ótimo, uma possibilidade de expandir no mercado! Mais fala sério , primeiros meses são como cão arrependido que nossa familia, nossa familia ...que Familia nada ,não sabem lidar ainda com liderança ,não sabem incentivar só querem mandar, mandar , mandar e qulquer coisa que vc faz depois vem dizer que o empregado não trabalha e se provar que cumpria sempre com o devido dever dizem " Ah mais paguei cada centavo pelo que vc fez!" Por favor né! Patrões , aceitem que há gente muito ignorante que com 1 real a mais no bolso já quer demais . Com todo respeito, melhor que montar empresinhas de mer... sejam funcionarios mesmo!

    ResponderExcluir
  22. lamentavel o pensamento pequenos e hipocritas das pessoas.....triste mesmo....

    ResponderExcluir
  23. E cadê o desfeche da história do João?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Todos (Justiça) viram que o funcionário mentia, mas meu advogado me orientou a fazer um acordo de 500 reais, para não prorrogar a novela.
      Este funcionário não foi efetivado na Petrobrás e voltou na empresa arrependido, chorando e dizendo que não sabia onde estava com a cabeça. Ou seja, completamente maluco.
      Fim.

      Excluir
  24. Desculpe? kkk quero saber do "DESFECHO" desse processo. Estou curiosa, porque, fui colocada na justiça agora recente, mas no meu caso, eu não havia pago férias nem 13º para a funcionária( doméstica) por problemas financeiros e de saúde, que eu pensava que ela compreendia. Eu tinha intenção de pagar, mas ela pediu desligamento antes que eu resolvesse isso, e entrou com o processo. Mas não foi má fé, minha, eu reconheço que devo e vou pagá-la, só que estou preocupada com o que o juiz irá decidir, se caso eu não faça acordo na conciliação.

    ResponderExcluir
  25. INFELISMENTE O QUE MAIS TEM E VAGABUNDO, NAO ME REFIRO AQUELES QUE REALMENTE TEM O DIREITO, POIS SEI QUE EXISTEM PATROES DESONESTOS, MAS OLHANDO O OUTRO LADO, ALGO EM TORNO DE 80% DOS QUE ACIONAM A O MINISTERIO DO ROUBO, (TRABALHO) SAO SIM VAGABUNDOS QUE APROVEITAM DA LEGISLAÇAO TRABALHISTA BRASILEIRA QUE AINDA E DOS ANOS 40 DA EPOCA DO GETULIO VARGAS E QUE JA DEVIA TER SOFRIDO UMA REFORMA , ENQUANTO ISSO NÓS OS PATRÕES CONTINUAMOS SOFRENDO COM FUNCIONÁRIOS LARÁPIOS QUE SE APROVEITAM, ..... RECENTEMENTE MINHA EMPRESA FOI VITIMA DE UM VAGABUNDO DESSES , APROVEITANDO DA MINHA FALTA DE TEMPO, DEIXEI DE COLOCAR TUDO BONITINHO NO CONTRACHEQUE DELE OU SEJA ELE RECEBEU TUDO MAIS NAO COLOQUEI ELE PARA ASSINAR TUDO QUE ERA PAGO A ELE. RESULTADO... PAGAMOS TUDO DE NOVO COM MULTAS JUROS E CORREÇÕES. POR UM MOMENTO PENSEI EM ABANDONAR TUDO , POIS DESCOBRI QUE NO MINISTÉRIO DO ROUBO (TRABALHO) O PATRAO E BANDIDO E O EMPREGADO E MOCINHO. INFELISMENTE!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade ...também estou passando por isto , esperando a sentença o camarada vinha todos os dias bêbado para o trabalho e ate droga usava em local de trabalho , e sabe o que ouvi , melhor não falar nada pois posso piorar a situação ..kkkkk que mudo estamos vivendo o caras mentem descaradamente trabalham 1 mês e fala que trabalhou 1 ano , já basta o que pagamos de impostos neste pais onde vamos parar ?? temos que nos unir e fazer alguma coisa....indiganada!!!!

      Excluir
  26. Minha empresa tambem esta passando por isso, o funcionario inventou um monte de coisa, fiquei muito chateado. Nós patrões ao invés de colocar pessoas pra trabalhar pra gente, a gente é quem trabalha pra eles. É dificil saber que por mais correto que você seja, o funcionario sempre sai como mocinho. Ficou muito triste.

    Enfim, fiquei muito curiosa em saber como que foi o desfecho dessa historia do Joao Homem, mas nao encontrei kkk. Poderia me dizer?

    Att

    ResponderExcluir
  27. Fui colocada na justiça por uma vagabundazinha que quer arrancar mais dinheiro de onde não tem. Inventou mil mentiras sobre mim e minha empresa. Pedindo 17.000 de indenização... inventou até que era proibida de ir ao banheiro e que urinava no balde! Até onde vai a criatividade desses pilantras. Resultado: pagar advogado e com certeza pagar essa pilantra alguma coisa... minha sorte que tenho provas e todos os meus funcionários testemunharão a meu favor desmentindo a pilantra. Vamos ver o que vai dar

    ResponderExcluir
  28. Não sou puxa-saco de patrão porém não concordo com a safadeza que alguns funcionários fazem.
    Ano passado decidi pedir as contas no comércio em que eu trabalhava por já não aguentar o ambiente de falta de ética de alguns colegas que a fim de terem direito a "acordo" passaram a chegar 30, 40 minutos atrasados, inventarem dores de barriga, idas ao hospital, terem que se ausentarem por compromissos particulares e outras tantas chantagens.
    Tudo bem que tais funcionários eram sacanas, pois já haviam premeditado tal ato maldoso, mas essa situação chegou a tal ponto pelo fato do patrão ser "amiguinho" demais de tais figuras de forma a não conseguir ser respeitado.
    Para se ter uma idéia, o patrão ainda saía em horário de expediente e ia lanchar com um dos funcionários, pagava almoço quando este funcionário não estava a fim de ir para casa almoçar e ainda havia havia prometido que iria fazer acordo, mesmo esse funcionário em sua ausência, fazendo várias cagadas, se escondendo para não atender a clientes e fazendo uma média quando o patrão estava por perto.
    Mas o patrão como a loja estava passando por dificuldades pediu a ele que esperasse um pouco e aí que ele começou a pisar na bola mesmo e com gosto.
    Resultado, como a empresa passou a demorar alguns dias no pagamento esse funcionário fez o quê?
    Botou no pau!
    O patrão pelo que fiquei sabendo entrou até em depressão, tamanha era a consideração que tinha por tal funcionário.
    Antes de acontecer essa "traição" por parte desse funcionário, simplesmente pedi minhas contas, sequer pedi acordo, cumpri meu aviso prévio e recebi o que era meu de direito, isso estando nessa empresa por quase dez anos.
    Muitos disseram que eu havia sido burro, que deveria ter feito como outras pessoas fazem, ou seja, chantagem para assim ser mandado embora e ter meus direito$ recebidos.
    Sempre fui humilde, tive uma criação para ser uma pessoa de caráter e não me vender a qualquer preço.
    Quase um ano depois esse patrão me convidou ainda para cobrir algumas faltas e quando pude fui lá ajudar e ainda um tempo depois fui convidado para ser registrado novamente o que para mim já não interessava, pois ainda trabalhava lá algumas pessoas que me fizeram com que eu me decepcionasse com a empresa a ponto de ter ajudado para eu ter pedido minha demissão.
    A propósito, nem sei se o funcionário sem vergonha conseguiu ganhar a causa.
    Acho uma tremenda safadeza por parte de pessoas que agem desta maneira somente visando benefício próprio.
    Deveria ser permitido algum tipo de histórico para todos os funcionários, pois assim seria possível separar os bons dos maus elementos quando da contratação em um novo emprego.

    ResponderExcluir
  29. entao eu estou colocando minha ex patroa no pau porq ela humilhava muito as funcionarias dela la e uma escolinha ela gritava que eramos todas incompetentes que quem tava achando ruim que pedisse pra sai pois na gaveta tinha um monte de curriculum,, gritava e quando fazia hora extra ela falava que uma mao tem que lava a outra e nao pagava nada pelas horas extras,, nao queria coloca ela na justiça mas outra funcionaria colocou e ela gritou que micharia nao iria falir ela que ela tem dinheiro pra pagar..

    ResponderExcluir

Escolha bem suas próximas palavras! hehehe
Brincadeirinha!