BREAKING NEWS

quinta-feira, 11 de fevereiro de 2010

Lucro Real Versus SIMPLES

Lá vou eu falar de Lucro Real novamente. Recebi uma pergunta sobre o tema por email e prefiro responder por aqui, pois assim outros podem aprender, refletir ou me corrigir.

Em um tópico no Clube do Pai Rico, afirmei ser o Lucro Real a melhor opção para empresas que compram e revendem mercadorias e que tenham um lucro abaixo de 32%. Sinceramente não estudei se é melhor também para prestadoras de serviço e indústrias, mas creio que seja pois ao menos podemos nos mexer mais, ficando livres de amarras e movimentando as contas do balanço para favorecer a empresa LEGALMENTE.

Já citei minha preferência pelo Lucro Real várias vezes no Blog e até escrevi um post a respeito, que você poderá ler clicando AQUI.

Vamos a pergunta (Da forma que foi escrita):
"seguinte vi vc falando sobre lucro real e etc... vc podia me da uma iluminada entre as diferenças sobre um e o outro....
se possivel me de exemplo... tipo um produto com 100% de margem ou 50% de lucro bruto e outro com 20% de margem ou 16% de lucro bruto... nos exemplos pa ve o q q vale a pena, pq conversei com o meu contador e ele nao foi mtu bom em me explicar...
se vc puder..."


Sinceramente e humildemente, eu não posso!
Não por falta de conhecimentos, mas porque depende de seu negócio, de sua estratégia e de você mesmo!
O bom do Lucro Real é exatamente isso, ser livre para adotar qualquer estratégia e adaptá-lo a qualquer negócio, para chegar ao seu objetivo.
Ah! E com certeza não é legal calcular sobre o produto, pois a vantagem é calcular sobre a empresa.

Quanto aos números, eu posso fazer pra você, mas aí terá que me pagar pela consultoria, como já tem gente fazendo... nunca pensei que seria pago pra isso um dia... quem diria!?!

Posso usar como exemplo a minha empresa de biscoitos e daí você tira uma base. Mesmo assim, existem alguns detalhes que não posso dar de graça, pois já me custou muita grana. Mas tenho certeza que se eu consegui, qualquer um consegue fazer do Lucro Real seu aliado!
...
Minha empresa faturava 150k por mês, com um lucro tributável de aproximadamente 13,5k.
No SIMPLES:
Impostos = R$ 12.864,50
No Lucro Real:
Impostos = R$ 14.584,37
No MEU Lucro Real:
Impostos = R$ 13.842,09

Uai! Optou por pagar mais?!
Não! Nessa época eu tinha um acordo com alguns clientes potenciais e este acordo me levava R$ 12.700,00 mensais e mudando a tributação este acordo se extinguiu. É uma quantia boa pra ganhar né!?
...

O mais legal desses números é que optando pelo Lucro Real, não precisa se preocupar mais com o faturamento, pois no SIMPLES, a cada 10k de aumento no faturamento significa uma bordoada de impostos a ser paga no futuro.

Os grandes problemas apontados pelos contadores a respeito do Lucro Real, fica por conta do INSS, ICMS e PIS/COFINS. E eu rebato dizendo que pra todas essas siglas há um jeito de diminuir o débito, aumentar o crédito ou diminuir o prejuízo no "spread".
Mas isso realmente eu não vou dizer. Posso deixar uma dica: Estudem! É chato, mas é bom!

Briguei com vários contadores antes, por querer optar pelo Lucro Real. Todos diziam que eu estava errado, mas não me davam respostas fundamentadas. Creio que a preguiça impera dentro de muitos contadores...
Hoje em dia somos atendidos por um bom escritório que não tem medo do Lucro Real.

Portanto pessoal, para saberem as vantagens para o seu negócio você tem duas opções:
1- Estuda
2- Paga alguém que já estudou
Sugestão de Leitura:

5 comentários :

  1. minha empresa faturava 150k mes.... lucro tributavel 13,5k e o imposto sobre esse lucro tributavel era de 12.864,50 /14.584,37 / 13.342,09

    nao entendi o imposto era maior que o lucro?.. e dai ficava negativo, somente no simples ficando positivo?

    ResponderExcluir
  2. Leonardo, o valor que coloquei para os impostos, diz respeito a todos os impostos da empresa e não apenas os que incidem sobre o lucro tributável, portanto apenas uma parcela menor é referente ao lucro.

    Abraço!

    ResponderExcluir
  3. Concordo com que vc fala sobre a preferencia sobre o lucro real ao inves do simples.

    Mas no meu caso, tenho uma distribuidora que fornece materiais atraves de licitações para orgãos publicos, acho que tenho que ficar com SIMPLES mesmo, por causa de alguns beneficios e vantagens ao participar das licitações, tipo algumas licitações são apenas voltadas para micro e pequenas empresas, ou ao termino da fase dos lances de preços do pregão, se o vencedor não for micro ou empresa de pequeno porte, o segundo colocado podera dar um lance abaixo do vencedor. Entao para quem e voltado para licitações o imposto do SIMPLES é o melhor caso , certo???

    ResponderExcluir
  4. mesmo se pagando mais caro por isso (continuação da pergunta anterior) se conhecer um bom contador , será que poderia me indicar por gentileza?
    obrigado , forte abraço amigo

    ResponderExcluir
  5. Anônimo, cada caso é um caso.

    No seu, sua empresa perderia negócios devido a sua opção tributário e neste caso não parece ser vantajoso pra você.
    Lembre-se do foco no core competence da empresa.

    Quanto ao contador, conheço em BH. Se tiver interesse, mande um email pra mim: joaohomem@dinheirologia.com

    Abraço.

    ResponderExcluir

Escolha bem suas próximas palavras! hehehe
Brincadeirinha!